Abrir menu principal

Centro Histórico de Santana de Parnaíba

Centro Histórico de Santana de Parnaíba
Tipo entidade territorial
Geografia
Coordenadas 23° 26' 44.574" S 46° 54' 52.132" O
Localização Santana de Parnaíba
País Brasil

O centro histórico de Santana de Parnaíba é uma localidade do município brasileiro de Santana de Parnaíba e que conta com construções antigas que foram erguidas com taipa de pilão.[1] Dentre seus pontos de destaque encontram-se a Museu Casa do Anhanguera e um casarão do século XIX que teria sido palco de encontros de Dom Pedro I e a Marquesa de Santos.[1]

ContextoEditar

 Ver artigo principal: História de Santana de Parnaíba

O centro histórico da cidade teve início no final do século XVI, com a construção da capela às margens do Rio Tietê.[2] Seu tombamento ocorreu em 1982, fato que ajudou a preservar as centenas de casas feitas com técnicas tradicionais, como taipa de pilão, pau a pique e adobe.[3] O centro histórico foi devastado por uma enchente em julho de 2007.[2]

EdificaçõesEditar

 
Centro Histórico de Santana de Parnaíba - Igreja Matriz

Igreja Matriz de Santana de ParnaíbaEditar

A Igreja Matriz de Santana de Parnaíba é considerada o marco mais importante do município.[4] Sua história se inicia em meados de 1560, quando foi erguida a primeira capela, dedicada a Santo Antônio.[4] Vinte anos depois foi erguida a segunda capela, dedicada a Sant'Ana e, já m 1610, uma terceira capela foi construída, também por André Fernandes, sendo elevada a Matriz no ano de 1625.[4] A edificação atual data de 1882 e é tombada pelo CONDEPHAAT.[4]

Museu Casa do AnhangueraEditar

 Ver artigo principal: Museu Casa do Anhanguera

O Museu Casa do Anhanguera é uma casa bandeirista do século XVII. Esse patrimônio histórico foi restaurado e tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1958.[5] O museu está localizado no Largo da Matriz, n° 19 em Santana de Parnaíba, que apresenta em seu conjunto arquitetônico um exemplo típico de residência bandeirista urbana, sendo a única do gênero no estado de São Paulo mantendo suas características arquitetônicas até hoje. Construída em taipa de pilão e taipa de mão, presume-se que ali residiu o bandeirante Bartolomeu Bueno da Silva (o Anhanguera).

Núcleo históricoEditar

Além de diversos imóveis que foram tombados individualmente, o centro histórico de Santana de Parnaíba possui ainda 209 edificações tombadas em conjunto que remetem a quatro séculos de história, contando com casas térreas e os sobrados foram construídos no alinhamento da rua, geminados e com beirais pronunciados como medida de proteção da taipa.[6] Trata-se do maior conjunto arquitetônico tombado e preservado do Estado de São Paulo.[6]

Centro Histórico de Santana de Parnaíba (2019)
Detalhe construtivo de telhado. 
Torre da Igreja Matriz 
Respiro de porão 
Portas 

Referências

  1. a b Santos, Sueli dos (14 de julho de 2016). «Santana do Parnaíba: arquitetura preservada e história perto de São Paulo». Passeios Baratos em São Paulo. Consultado em 31 de julho de 2019 
  2. a b «Santana de Parnaíba - Centro Histórico -». ipatrimônio. 20 de dezembro de 2013. Consultado em 31 de julho de 2019 
  3. «'Raízes': Santana de Parnaíba tem 209 construções tombadas - Especial Alphaville». especial.folha.uol.com.br. Consultado em 31 de julho de 2019 
  4. a b c d «Igreja Matriz». www.parnaibaweb.com.br. Consultado em 31 de julho de 2019 
  5. : Regiane Castanon (28 de fevereiro de 2014). «Prefeitura reinaugura Complexo Cultural Museu Anhanguera e Casarão Monsenhor» (PDF). Jornal Oficial_PMSP_Ano 2 - Edição 15, p.3. Consultado em 12 de junho de 2018 
  6. a b «Santana de Parnaíba: 8 lugares para visitar na cidade histórica». Vero. 22 de maio de 2017. Consultado em 31 de julho de 2019