O Cerco do Barém de 1559 foi um conflito entre o Império Português e o Império Otomano, comandado pelo governador do Eialete de Alhaça, Mustafa Pasha, que tentou tomar o controlo do Barém, para retirar o domínio português na ilha e no comércio de pérolas. O cerco não teve sucesso, e os portugueses derrotaram os turcos quando os reforços foram despachados por mar a partir do Forte de Nossa Senhora da Conceição de Ormuz.

Cerco do Barém
Conflitos Luso-Turcos de 1538–1559


Forte português no Barém.
Data julho - novembro de 1559
Local Barém
Desfecho vitória portuguesa
Beligerantes
Reino de Portugal Portugal
Reino de Ormuz
Império Otomano
Comandantes
Dom Antão de Noronha
Álvaro da Silveira
Murad Sah
Mustafa Pasha
Forças
400 mercenários persas
cerca de 1,000 portugueses
1 caravela de guerra
30 galés
800 – 1,200 turcos
2 galeras, 70 transportes
Baixas
desconhecido 200 mortes

História editar

O território do Barém era parte do Reino de Ormuz, onde Portugal possuía sua suserania, desde a conquista portuguesa de Ormuz em 1515.

Em 1538, o Império Otomano conquistou a cidade portuária de Baçorá, onde teve acesso ao Golfo Pérsico, tendo contacto direto com os portugueses. Em 1552 foi fundado o Eialete de Alhaça, cujo governador, Mustafa Pasha, pretendia capturar o território do Barém e a sua famosa pesca de pérolas que foi aprofundada lá. Para tal ato, ele reuniu duas galeras e setenta barcos de transporte para transportar cerca de oitocentos[1] a mil e duzentos[2] homens de Qatif para o Barém.

Notas e referências

Notas

Referências

  1. Soucek, Svat (2008). «The Portuguese and Turks in the Persian Gulf». In: Dejanirah Couto, Rui Manuel Loureiro, Rui Loureiro. Revisiting Hormuz: Portuguese Interactions in the Persian Gulf Region in the Early Modern Period (em inglês). Viesbade: Harrassowitz Verlag. p. 37. ISBN 9783447057318 
  2. Monteiro, Saturnino (1992). Batalhas e Combates da Marinha Portuguesa - Do Brasil ao Japão 1539-1579. 3. Lisboa: Livraria Sá da Costa Editora. p. 218. ISBN 9789725622964 
  Este artigo sobre um conflito armado é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.