Chalmers Johnson

Chalmers Ashby Johnson ( Phoenix, 6 de agosto de 1931 - Cardiff-by-the-Sea, San Diego, 20 de novembro de 2010[1]) foi um escritor e professor emérito estadunidense, da Universidade da Califórnia em San Diego. Também foi presidente e co-fundador do Japan Policy Research Institute, uma organização que promove a educação pública sobre o Japão e Ásia. Especialista em política internacional, escreveu vários livros, incluindo três análises das consequências do "Império Americano": Blowback, The Sorrows of Empire e Nemesis: The Last Days of the American Republic.

Chalmers Johnson
Nome nativo Chalmers Ashby Johnson
Nascimento 1931
Phoenix, Arizona
Morte 20 de novembro de 2010
Cardiff-by-the-Sea, San Diego
Residência Cardiff-by-the-Sea
Nacionalidade  Estados Unidos
Cidadania Estados Unidos
Alma mater Universidade da Califórnia em Berkeley
Ocupação Cientista político,
professor emérito da
Universidade da Califórnia
Prêmios Bolsa Guggenheim, Prêmios American Book, Membro da Academia Americana de Artes e Ciências
Empregador Universidade da Califórnia em San Diego

Segundo Chalmers Johnson, o militarismo engendrado pelo imperialismo é a ruína da democracia norte-americana.[2]

BibliografiaEditar

  • Conspiracy at Matsukawa (1972)
  • Peasant Nationalism and Communist Power (1962) (ISBN 0-8047-0074-5)
  • Revolutionary Change (1982) ISBN 0-316-46730-8
  • MITI and the Japanese Miracle (1982)
  • An Instance of Treason: Ozaki Hotsumi and the Sorge Spy Ring (1990)
  • Japan: Who Governs? - The Rise of the Developmental State (1995)
  • Blowback: The Costs and Consequences of American Empire (2000, rev. 2004) ISBN 0-8050-6239-4
  • The Sorrows of Empire: Militarism, Secrecy, and the End of the Republic (2004) ISBN 0-8050-7004-4
  • Nemesis: The Last Days of the American Republic (2007) ISBN 0-8050-7911-4

Referências

  1. Chalmers Johnson. Necrológio (em inglês).
  2. O profeta do apocalipse norte-americano, por Antonio Lassance. Carta Maior, 22 de novembro de 2010.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um(a) cientista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.