Abrir menu principal
Como ler uma infocaixa de taxonomiaChangyuraptor
Ocorrência: Cretáceo Inferior
125 Ma
Restauração artística do C. yangi
Restauração artística do C. yangi
Estado de conservação
Extinta
Extinta
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Clado: Dinosauria
Clado: Microraptoria
Ordem: Saurischia
Subordem: Theropoda
Família: Dromaeosauridae
Gênero: Changyuraptor
Espécie-tipo
Changyuraptor yangi
Han et al., 2014

Changyuraptor é um gênero de dinossauros predadores de "quatro asas". É conhecido por um único espécime fóssil que representa a espécie, Changyuraptor yangi, que foi descoberto nos depósitos do Cretáceo Inferior (125 milhões de anos) na província de Liaoning, na China.[1] C. yangi pertence ao grupo dos dinossauros terópodes Dromeossaurídeos do clado Microraptoria.[1]

Na época de sua descoberta, C. yangi era o maior dinossauro de quatro asas conhecido.[1][2]

DescriçãoEditar

A análise do fóssil na Universidade da Cidade do Cabo, na África do Sul, revela que o espécime era um adulto totalmente crescido, com aproximadamente 1,2 metros (3,9 pés) de comprimento e estima-se pesar 4 quilos (8,8 libras), e tinha aproximadamente o tamanho de um peru. Essas dimensões fazem com que o Changyuraptor seja conhecido como a maior espécie do clado Microraptoria de quatro asas, excedendo amostras previamente conhecidas em tamanho de pelo menos 60%.[3][4][5]

Como outras espécies do clado Microraptoria, o Changyuraptor tinha penas em todo o seu corpo, incluindo antebraças e membros posteriores, o que dá a aparência de ter dois pares de asas a mais. A presença de penas longas em todos os seus quatro membros também sugere que esses dinossauros poderiam voar.[3]

A cauda do dinossauro é longa e emplumada, com penas finais de até 30 centímetros (12 polegadas) de comprimento, equivalendo aproximadamente a 30% do comprimento total do esqueleto do animal.[1] Este comprimento excede o comprimento recorde de 7 polegadas (18 centímetros) para as penas de dinossauros não aviários.[3] Acredita-se que as penas de cauda alongadas ajudariam a proporcionar aterrissagens mais suaves e seguras.[3] Eles poderiam ter mais controle ao levantar voo uma característica útil para um animal mais pesado, que teria alcançado uma velocidade de deslizamento mais rápida.[1]

Enquanto as penas alongadas nos membros posteriores estavam presentes em muitos pássaros primitivos, como o Archaeopteryx, a morfologia das espécies do clado Microraptoria sugere um modelo aerodinâmico diferente dos pássaros modernos, que caracteriza-se por possuir as pernas carecas e exibir voo estável usando somente duas asas.[5]

Os paleontólogos imaginam que o Changyuraptor teria existido ao lado de uma variedade de dinossauros predadores e herbívoros da Biota de Jehol, incluindo Yutyrannus, em florestas temperadas úmidas, principalmente vegetativas de ginkgos e coníferas, com verões quentes e secos e invernos gelados.[3]

NotasEditar

Referências

  1. a b c d e Gang Han; Luis M. Chiappe; Shu-An Ji; Michael Habib; Alan H. Turner; Anusuya Chinsamy; Xueling Liu & Lizhuo Han (15 de julho de 2014). «A new raptorial dinosaur with exceptionally long feathering provides insights into dromaeosaurid flight performance». Nature Communications. 5 (4382). PMID 25025742. doi:10.1038/ncomms5382 
  2. Morgan, James (16 de julho de 2014). «Four-winged dinosaur is 'biggest ever». BBC News. Consultado em 16 de julho de 2014 
  3. a b c d e Choi, Charles (15 de julho de 2014). «Bizarre Dinosaur Had 4 'Wings,' Long Tail Feathers». LiveScience.com. Consultado em 16 de julho de 2014 
  4. «New feathered predatory fossil sheds light on dinosaur flight». Phys.org. 15 de julho de 2014. Consultado em 16 de julho de 2014 
  5. a b Pickrell, John (16 de julho de 2014). «Four-winged dinosaur had record-breaking tail feathers». Australian Geographic Society. Consultado em 16 de julho de 2014