Chao (moeda)

O chao (chinês tradicional: chinês simplificado: ) foi a nota de dinheiro oficial da dinastia Yuan na China. Ao contrário do dinheiro de papel anterior, tais como "jiaozi", ele foi o primeiro papel-moeda a ser utilizada como predominante meio circulante na história da China.[1] A principal pressa foi a casa da moeda imperial estabelecida em 1260, provavelmente em Yanjing. Foi, certamente, localizada em Cambalique depois que a cidade foi criada, na mesma década. Capitais regionais, por vezes, foram autorizadas a imprimir dinheiro. O dinheiro das várias épocas da dinastia Yuan também foram separadamente conhecidas, como o Zhongtong notas e Zhiyuan notas do reinado de Kublai Khan.[2] notas chao tinham inicialmente o lastro em prata, mas como a demanda por elas cresceram, elas se tornaram uma moeda fiduciária e não foram lastreadas por ouro ou prata.[3]

Nota da Dinastia Yuan com a sua placa de impressão (1287)

Foi este dinheiro que foi descrito por Rustichello em sua narrativa das viagens do Veneziano Marco Polo.[4]

IlcanatoEditar

Mais tarde, em 1294, a fim de controlar a tesouraria, Gaykhatu do Ilcanato, na Pérsia, tentaram introduzir o papel-moeda em seu império, que imitou o Chao emitido pela dinastia Yuan, e foram tão detalhados, que as notas ainda tinham os palavras chineses impressas. No entanto, a experiência provou ser um completo fracasso, e Gaykhatu foi assassinado pouco tempo depois.[5]

ReferênciasEditar

  1. «Paper Money in Premodern China.». 2000 ff. © Ulrich Theobald - ChinaKnowledge.de - An Encyclopaedia on Chinese History, Literature and Art (em inglês) 
  2. «Trade and Currency under the Yuan». Boundless (em inglês) 
  3. «10 March 2015 What Wall Street Can Learn From The Mongol Empire.». Kabir Sehgal (for the Observer) (em inglês) 
  4. «The Invention of Paper Money - History of Chinese Currency». Kallie Szczepanski (for ThoughtCo.) (em inglês) 
  5. «The History of Paper Money – Part 2: Not Just Noodles.». One Percenter (for One Percent) (em inglês) 

Veja tambémEditar

Ligação externaEditar