Abrir menu principal

Charles Édouard Guillaume

Question book.svg
Este artigo ou secção necessita de referências de fontes secundárias fiáveis e independentes (desde dezembro de 2012). Fontes primárias, ou com conflitos de interesse, não são adequadas para verbetes enciclopédicos. Ajude a incluir referências.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Charles Édouard Guillaume Medalha Nobel
Descoberta do invar e do elinvar
Nascimento 15 de fevereiro de 1861
Fleurier
Morte 13 de maio de 1928 (67 anos)
Sèvres
Nacionalidade Suíço
Cidadania Suíça
Alma mater Instituto Federal de Tecnologia de Zurique
Ocupação físico
Prêmios Medalha John Scott (1914), Guthrie Lecture (1920), Nobel prize medal.svg Nobel de Física (1920)
Empregador Escritório Internacional de Pesos e Medidas
Instituições Escritório Internacional de Pesos e Medidas
Campo(s) Física

Charles Edouard Guillaume (Fleurier, 15 de fevereiro de 1861Sèvres, 13 de maio de 1928) foi um físico suíço.

Recebeu em 1920 o Nobel de Física, pela melhora na precisão de medições na física e pela descoberta de anomalias em ligas de aço-níquel.

Guillaume é conhecido por sua descoberta de ligas de aço-níquel que denominou invar e elinvar. O invar tem um coeficiente de dilatação térmica quase nulo, tornando seu uso de interesse prático na construção de instrumentos de precisão, nos quais seja requerido que suas dimensões permaneçam constantes com a variação de temperatura. O elinvar tem um módulo de elasticidade que não muda com a variação de temperatura, tornando-o extremamente útil na construção de instrumentos elásticos com propriedades que não devem variar com a temperatura, como o cronômetro marinho. O Elinvar é também não-magnético, que o torna com a propriedade útil secundária para relógios antimagnéticos.

Filho de um horologista suíço, Guillaume interessou-se por cronômetros marinhos. Para utilização como volante regulador desenvolveu uma pequena variação do Invar, com um coeficiente de expansão quadrático negativo. O propósito foi eliminar o erro da temperatura média do volante regulador.[1]

PublicaçõesEditar

  • Guillaume, Charles-Edouard (1896). «La Température de L'Espace (The Temperature of Space)». La Nature. 24 
  • Guillaume, Charles-Edouard (1886). «Études thermométriques (Studies on Thermometry)» 
  • Guillaume, Charles-Edouard (1889). «Traité de thermométrie (Treatise on Thermometry)» 
  • Guillaume, Charles-Edouard (1894). «Unités et Étalons (Units and Standards)» 
  • Guillaume, Charles-Edouard (1896). «Les rayons X (X-Rays)» 
  • Guillaume, Charles-Edouard (1898). «Recherches sur le nickel et ses alliages (Investigations on Nickel and its Alloys)» 
  • Guillaume, Charles-Edouard (1899). «La vie de la matière (The Life of Matter)» 
  • Guillaume, Charles-Edouard (1902). «La Convention du Mètre et le Bureau international des Poids et Mesures (Metrical Convention and the International Bureau of Weights and Measures)» 
  • Guillaume, Charles-Edouard (1904). «Les applications des aciers au nickel (Applications of Nickel-Steels)» 
  • Guillaume, Charles-Edouard (1907). «Des états de la matière (States of Matter)» 
  • Guillaume, Charles-Edouard (1907, 1913). «Les récents progrès du système métrique (Recent progress in the Metric System)»  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  • Guillaume, Charles-Edouard. «Initiation à la Mécanique (Introduction to Mechanics)» 

Referências

  1. Gould, p.201.

BibliografiaEditar

  • Nobel Lectures, Physics 1901-1921, " Charles-Edouard Guillaume – Biography". Elsevier Publishing Company, Amsterdam.
  • lanl.gov, "History". Pioneers in the development of the Plasma Universe.
  • Gould, Rupert Thomas, The Marine Chronometer: its history and development, Holland Press, 1960.

Ligações externasEditar


Precedido por
Johannes Stark
Nobel de Física
1920
Sucedido por
Albert Einstein


  Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Charles Édouard Guillaume