Charles G. Dawes

(Redirecionado de Charles Gates Dawes)

Charles Gates Dawes (Marietta, 27 de agosto de 1865Evanston, 23 de abril de 1951) foi um financista e político do Partido Republicano norte-americano que serviu como o 30vice-presidente dos Estados Unidos entre 1925 e 1929 durante a presidência de Calvin Coolidge. Por seu trabalho no Plano Dawes para as indenizações da Primeira Guerra Mundial, foi laureado com o Nobel da Paz de 1925, juntamente com Austen Chamberlain.

Charles G. Dawes
Charles G. Dawes
30º Vice-presidente dos Estados Unidos
Período 4 de março de 1925
a 4 de março de 1929
Presidente Calvin Coolidge
Antecessor(a) Calvin Coolidge
Sucessor(a) Charles Curtis
Dados pessoais
Nascimento 27 de agosto de 1865
Marietta, Ohio
Morte 23 de abril de 1951 (85 anos)
Evanston, Illinois
Progenitores Mãe: Mary Gates Dawes
Pai: Rufus Dawes
Alma mater Marietta College
Universidade de Cincinnati
Prêmio(s) Nobel da Paz (1925)
esposa Caro Dawes (1889–1951)
Partido Republicano
Religião congregacionalismo
Profissão financista
Assinatura Assinatura de Charles G. Dawes
Serviço militar
Serviço/ramo Exército dos Estados Unidos
Anos de serviço 1917–1919
Graduação General de brigada
Unidade Forças Expedicionárias Americanas
Conflitos Primeira Guerra Mundial

VidaEditar

 
De 1909 a 1951 Charles G. Dawes morou nesta casa na 225 Greenwood St. em Evanston, Illinois, construída em 1894 por Robert Sheppard. A casa é um Marco Histórico Nacional.
 
Dawes (direita) e Calvin Coolidge

.Nascido em Marietta, Ohio, Dawes estudou na Cincinnati Law School antes de iniciar uma carreira jurídica em Lincoln, Nebraska. Depois de servir como executivo de uma fábrica de gás, ele gerenciou a campanha presidencial de William McKinley de 1896 em Illinois. Após a eleição, McKinley nomeou Dawes como o Controlador da Moeda. Ele permaneceu nessa posição até 1901 antes de formar a Central Trust Company of Illinois. Dawes serviu como general durante a Primeira Guerra Mundial e foi o presidente do conselho geral de compras das Forças Expedicionárias Americanas. Em 1921, o presidente Warren G. Harding nomeou Dawes como o primeiro Diretor do Mesa do Orçamento. Dawes serviu na Comissão de Reparações Aliadas, onde ajudou a formular o Plano Dawes para ajudar a economia alemã em dificuldades, embora o plano tenha sido eventualmente substituído pelo Plano Young.[1][2][3][4][5][6][7][8][9][10]

A Convenção Nacional Republicana de 1924 nomeou o presidente Calvin Coolidge sem oposição. Depois que Frank Lowden recusou a indicação para vice-presidente, a convenção escolheu Dawes como companheiro de chapa de Coolidge. A chapa republicana venceu a eleição presidencial de 1924 e Dawes foi empossado como vice-presidente em 1925. Dawes ajudou a aprovar o projeto de lei McNary-Haugen Farm Relief no Congresso, mas o presidente Coolidge a vetou. Dawes foi um candidato à renomeação na Convenção Nacional Republicana de 1928 , mas a oposição de Coolidge a Dawes ajudou a garantir que Charles Curtis fosse nomeado em seu lugar. Em 1929, o presidente Herbert Hoover nomeou Dawes embaixador no Reino Unido. Dawes também liderou brevemente a Reconstruction Finance Corporation, que organizou uma resposta do governo à Grande Depressão. Ele renunciou ao cargo em 1932 para retornar ao setor bancário e morreu em 1951 de trombose coronária.[1][2][3][4][5][6][7][8][9][10]

Escritos selecionadosEditar

Referências

  1. a b Dunlap, Annette B. (2016). Charles Gates Dawes: a Life. [S.l.]: Northwestern University Press and the Evanston History Center. ISBN 9780810134195  online review of scholarly biography
  2. a b Goedecken, Edward A. (1985). «A Banker at War: The World War I Experiences of Charles Gates Dawes». Illinois Historical Journal. 78 (3): 195–206. JSTOR 40191858 
  3. a b Goedeken, Edward A. "Charles Dawes and the Military Board of Allied Supply." Journal of Military History 50.1 (1986): 1–6.
  4. a b Goedecken, Edward (novembro de 1987). «Charles G. Dawes Establishes the Bureau of the Budget, 1921-1922». The Historian. 50 (1): 40–53. JSTOR 24446946. doi:10.1111/j.1540-6563.1987.tb00734.x 
  5. a b Haberman, F. W. (Ed.). (1972). Nobel Lectures, Peace 1901–1925. Amsterdam: Elsevier Publishing.
  6. a b Hatfield, Mark O. (1997). «Vice Presidents of the United States Charles G. Dawes (1925–1929)» (PDF). U.S. Government Printing Office 
  7. a b Pixton, John E. "Charles G. Dawes and the McKinley Campaign." Journal of the Illinois State Historical Society 48.3 (1955): 283–306.
  8. a b Pixton, J. E. (1952). The Early Career of Charles G. Dawes. Chicago: University of Chicago Press.
  9. a b Sherman, Richard G. (1965). «Charles G Dawes, a Nebraska Businessman, 1887-1894: The Making of an Entrepreneur» (PDF). Nebraska History. 46: 193–207 * Timmons, B. N. (1953). Portrait of an American: Charles G. Dawes. New York: Holt; popular biography online copy
  10. a b Waller, R. A. (1998). The Vice Presidents: A Biographical Dictionary. Purcell, L. E. (Ed.). New York: Facts On File

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Charles G. Dawes


Precedido por
Fridtjof Nansen
Nobel da Paz
1925
com Austen Chamberlain
Sucedido por
Aristide Briand e Gustav Stresemann
  Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.