Charles Rosen

Charles Rosen
Nascimento 7 de dezembro de 1917
Morte 8 de dezembro de 2002 (85 anos)
Cidadania Canadá
Alma mater Universidade McGill, Universidade de Syracuse, Cooper Union
Ocupação cientista da computação, pesquisador de inteligência artificial

Charles Rosen (7 de dezembro de 19178 de dezembro de 2002) foi um engenheiro eletricista canadense, pioneiro da inteligência artificial (IA) e fundador do Artificial Intelligence Center do SRI International.[1] Liderou o projeto que levou ao desenvolvimento do Robô Shakey, que agora reside em uma caixa de vidro no Museu da História do Computador em Mountain View, Califórnia.

Vida e formaçãoEditar

Cresceu em Montreal e estudou na Cooper Union, obtendo o grau de bacharel em engenharia elétrica em 1940; retornou para Montreal para estudar na Universidade McGill, onde obteve um mestrado em engenharia (comunicações) em 1950.

CarreiraEditar

Enquanto trabalhava no General Electric Research Laboratory em 1953, Rosen foi co-autor de um dos primeiros livros didáticos sobre circuitos transistorizados.[2] Em 1956 obteve um Ph.D. em engenharia elétrica pela Universidade de Syracuse (com especialização em física do estado sólido).[3]

Em 1957 Rosen ingressou no Stanford Research Institute (SRI), onde realizou grande parte de seu trabalho sobre inteligência artificial.[1]

Em 1959 Rosen co-fundou a Ridge Vineyards com os colegas do SRI Hewitt Crane e David Bennion.[4]

Em 1978 Rosen co-fundou a Machine Intelligence Corporation (MIC) com colegas do SRI e de outros países.[5]. Atuou como seu primeiro CEO. A MIC desenvolveu o primeiro sistema de visão de máquina industrial disponível comercialmente, o VS-100,[6] em sua garagem. Mais tarde a MIC formou a Symantec Corporation em 1982.

Referências

  1. a b Buchanan, Wyatt (20 de dezembro de 2002). «Charles Rosen -- expert on robots, co-founder of winery». San Francisco Chronicle. Consultado em 17 de abril de 2020 
  2. Shea, Richard F., editor (1953). Principles of Transistor Circuits (John Wiley and Sons, 1953).
  3. Stanford Research Institute (1969). "Development and Application of Question-Answering Techniques for a Remote-Access Medical Information Retrieval System," proposal submitted by the Stanford Research Institute on November 13, 1969. Online version (Com CV de Rosen) acessado em 17 de abril de 2020.
  4. Taber, George M. (2005). The Judgment of Paris: California vs. France (Simon & Schuster), pp. pg 181-182. ISBN 0-7432-4751-5
  5. https://scholar.google.com/citations?user=hONKLisAAAAJ&hl=en&oi=sra#d=gs_md_cita-d&u=%2Fcitations%3Fview_op%3Dview_citation%26hl%3Den%26user%3DhONKLisAAAAJ%26cstart%3D20%26pagesize%3D80%26citation_for_view%3DhONKLisAAAAJ%3A3fE2CSJIrl8C%26tzom%3D480
  6. Rosen, C. A.; Gleason, G. J. (1983). «Evaluating Vision System Performance». Robot Vision. [S.l.: s.n.] pp. 97–103. ISBN 978-3-662-09773-1. doi:10.1007/978-3-662-09771-7_6