Abrir menu principal

Chatô, o Rei do Brasil (livro)

Chatô, o Rei do Brasil
Autor(es) Fernando Morais
Idioma Português
Editora Companhia das Letras
Lançamento 1994
Páginas 732
ISBN 8571643962
Cronologia
Olga
Corações Sujos

(…) ...Indiferente às advertências, seguia como se nada o ameaçasse. Dividia o tempo entre a embaixada do Brasil em Londres - cargo para o qual havia sido nomeado pelo presidente Juscelino Kubitschek no final de 1957 - e o comando de seus negócios no Rio e em São Paulo. Para desconforto do ministro das Relações Exteriores, seu velho amigo Horácio Lafer, o tempo que passava no Brasil era infinitamente maior que o dedicado à embaixada. Altos funcionários de carreira do Itamaraty, inconformados com a entrega de um dos mais importantes postos da Chancelaria a um estranho à corporação, eram os primeiros a ironizar seu desempenho...”

Chatô, o Rei do Brasil

Chatô, o rei do Brasil é um livro biográfico sobre Assis Chateaubriand, fundador dos Diários Associados e um dos homens mais influentes e polêmicos do Brasil no século XX.[1] Também foi o responsável por trazer a televisão ao Brasil que teve sua estreia em 3 de abril de 1950 em uma transmissão aos aparelhos instalado no saguão do prédio dos Diários Associados.[2]

O livro foi escrito por Fernando Morais e lançado em 1994.[3]

A publicaçao foi transformada em filme com o mesmo nome, começou a ser produzido em 1995 com estreia em 2015.[4] Foi dirigido por Guilherme Fontes, tendo como protagonistas os atores Walmor Chagas e José Lewgoy.[5][6]

Referências

  1. «Chatô: o rei do Brasil». Caminhando por fora. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  2. Pedro Silva. «Chatô, O Rei do Brasil - Fernando Morais». De cara nas letras. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  3. «Chatô, o Rei do Brasil». Cia das Letras. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  4. Tiago Faria (12 de novembro de 2015). «Cinco deslizes (e uma surpresa) do filme 'Chatô – O Rei do Brasil'». Veja SP. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  5. «Chatô, o rei do Brasil». Adoro Cinema. Consultado em 19 de dezembro de 2018 
  6. Marcelo Hessel (20 de novembro de 2015). «Chatô - O Rei do Brasil - Crítica». Omelete. Consultado em 19 de dezembro de 2018 

Ligações externasEditar