Choi (nome coreano)

sobrenome (최)
Choi
Pronúncia Ch'oe, Tchoi, Chye
Origem
Palavra/nome Coreana
Significado Pináculo, topo, montanha
Região de origem Coreia
Outros nomes
Nomes relacionados Cui, Thôi
Choi
Nome em coreano
Hangul
Hanja
Romanização revisada Choe
McCune-Reischauer Ch'oe

Choi, é um nome de família muito comum na Coreia. Em países de língua inglesa, é mais frequentemente anglicizado como Choi e ás vezes como Choe. Coreanos de etnia pertencente a antiga União Soviética preferem a forma Tsoi (Tsoy), que é o equivalente a transcrição em cirílico de Цой (Choi).

EtimologiaEditar

Choi (Hangul: 최) é escrito com o carácter hanja: , que significa "Um governador que supervisiona a terra e a montanha". O sobrenome Choi também significa montanha ou pináculo.

Choi (崔), originalmente escrito em hanja, é uma palavra derivada da combinação de duas palavras ancestrais chinesas:

  • é um pictograma que simboliza uma montanha;
  • é um pictograma que simboliza um pássaro.

PronúnciaEditar

Em coreano, 최 é normalmente pronunciado como [tɕʰwe], exceto por alguns falantes mais antigos que o pronunciam [tɕʰø] (o som desta vogal é similar ao alemão: ö [ø]). Em inglês, é mais frequentemente pronunciado como /ˈɔɪ/ "Choy".

崔 é romanizado como Cuī e pronunciado como [tsʰwéɪ] em Mandarin. E ainda, como Cheuī [tsʰɵ́y] em Cantonês e Chhui [tsʰuí] em Hokkien.

ClãsEditar

Há aproximadamente 160 clãs de Chois, porém em sua maioria pequenos. No entanto, Choi é o quarto sobrenome mais comum na Coreia. O seu maior clã no país é o Gyeongju Choi, com uma população de dois mil sul-coreanos de 976.820 mil pessoas. Os Gyeongju Choe reivindicam terem o estudioso Silla Choe Chi-won como fundador.[1]

Lista de pessoas notáveisEditar

 
Músico soviético Viktor Tsoi. Ele foi o fundador e o vocalista líder da banda de rock Kino.

Ver tambémEditar

Referências

  1. 최 崔 [Choe] (em coreano). Doosan Encyclopedia. Consultado em 18 de setembro de 2009 [ligação inativa]
  2. «Top North official said to be getting re-educated». JoongAng Ilbo. 12 de janeiro de 2009. Consultado em 20 de maio de 2013. Arquivado do original em 29 de junho de 2013