Abrir menu principal

Chris Boucher (nascido em 11 de janeiro de 1993) é um canadense jogador de basquete profissional que joga no Toronto Raptors da National Basketball Association (NBA).[1] Ele jogou basquete universitário na Universidade de Oregon.

Chris Boucher
Informações pessoais
Data de nasc. 11 de janeiro de 1993 (26 anos)
Local de nasc. Castries, Santa Lúcia
Altura 6 ft 10 in (2.08 m)
Peso 201 lb (91 kg)
Informações no clube
Clube atual Toronto Raptors
Número 25
Posição Ala-pivô / Pivô
Clubes de juventude
2013–2014
2014–2015
2015–2017
New Mexico JC
Northwest College
Oregon
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2017–2018
2017–2018
2018–Presente
2018–2019
Golden State Warriors
Santa Cruz Warriors
Toronto Raptors
Raptors 905
1 (0)
20 (235)
28 (93)
28 (761)

Vida pregressaEditar

Boucher nasceu em Castries, Santa Lúcia. Ele se mudou com sua mãe, Mary MacVane, para Montreal, quando ele tinha cinco anos de idade para ver seu pai canadense Jean-Guy Boucher.[2][3] No entanto, seus pais se separaram quando ele era jovem e Boucher teve um relacionamento ruim com seu pai.

Ele cresceu jogando futebol e hóquei no gelo, mas viveu na pobreza no bairro de Saint-Michel. Ele abandonou o ensino médio aos 16 anos e trabalhou como cozinheiro e lavador de pratos em um restaurante em St-Hubert.

Em 2012, foi oferecido a ele um lugar em um time de basquete que ia disputar um torneio. Na final desse torneio, ele marcou 44 pontos e chamou a atenção dos olheiros. Boucher, recebeu uma vaga na equipe Alma Academy da Amateur Athletic Union. Essa equipe foi criada para ajudar adolescentes do centro da cidade com poucas perspectivas futuras a obter um diploma do ensino médio. Em um jogo contra a Blair Academy de Nova Jersey, Boucher atraiu o interesse de treinadores universitários da NCAA quando ele fez 29 pontos e 12 rebotes.

Carreira universitáriaEditar

Ele jogou uma temporada no New Mexico Junior College e teve médias de 11,8 pontos e 6,7 rebotes por jogo.[4] Então, ele foi para o Northwest College em Powell, Wyoming, onde foi nomeado Jogador do Ano do NJCAA e levou o time a um recorde de 31-5. Ele obteve uma média de 22,5 pontos, 11,8 rebotes e 4,7 bloqueios por jogo.[3] Após uma visita ao campus, Boucher foi transferido para a Universidade de Oregon.[5]

No começo de seu primeiro ano na Universidade de Oregon, ele preocupou Dana Altman, técnico da equipe, devido ao seu corpo magro, mas compensava com sua energia.[4] Em seu segundo jogo, Boucher marcou 15 pontos e pegou oito rebotes.[3] Ele estabeleceu o recorde de mais bloqueios em uma temporada em Oregon com 110.[6] Boucher registrou 14 pontos, 10 rebotes e dois roubos de bola na derrota por 80-68 para Oklahoma no Elite Eight do Torneio da NCAA.

Após a temporada de 2015-16, ele recebeu uma dispensa para jogar uma temporada extra e completar seu curso de sociologia.[5] Em seu último ano, ele foi nomeado para a Equipe Defensiva da Pac-12 depois de liderar a conferência em bloqueios com 2,6 por jogo. Nas semifinais do Torneio da Pac-12 contra Califórnia, em 11 de março de 2017, um jogador adversário caiu desajeitadamente em sua perna, mas ele continuou jogando e terminou o jogo com 10 pontos e quatro rebotes. No dia seguinte, um exame de ressonância magnética revelou uma ruptura do Ligamento cruzado anterior e ele foi descartado pelo restante da temporada.[7]

Ele teve uma média de 12,0 pontos e 6,8 rebotes em sua carreira de dois anos em Oregon.

Carreira profissionalEditar

Golden State Warriors (2017–2018)Editar

Antes do Draft da NBA de 2017, Boucher não conseguiu treinar com as equipes devido a sua lesão. Ele não foi selecionado no Draft mas assinou com o Golden State Warriors em um contrato de duas vias.[8] Boucher tornou-se um dos primeiros jogadores a se inscrever na mais nova política de contrato bidirecional da NBA, que entrou em vigor naquela temporada, embora seu contrato não tenha sido oficializado até 14 de julho de 2017.

Em 2 de novembro de 2017, Boucher foi convocado para jogar na G-League pelo Santa Cruz Warriors e fez sua estréia em sua primeira semana. Em 14 de março de 2018, Boucher jogou seu primeiro jogo da NBA com o Golden State Warriors registrando 1 rebote.

Embora ele não estivesse disponível para jogar nos playoffs devido ao seu contrato, Boucher fez parte do time que foi campeão da NBA em 2018.

Em 22 de junho de 2018, o Golden State Warriors dispensou Boucher.

Toronto Raptors (2018 – Presente)Editar

Em 20 de julho de 2018, Boucher assinou com o Toronto Raptors como agente livre.[9] Em 26 de outubro de 2018, os Raptors converteram o contrato de Boucher para um contrato de duas vias.[10]

Lentamente obtendo mais minutos devido a lesões nos elencos dos Raptors, Boucher tornou-se uma parte valiosa da rotação do banco dos Raptors. Suas estatísticas por 36 minutos são dignas de nota, já que Boucher tem uma média de 25,2 pontos.[11] Em 10 de fevereiro de 2019, os Raptors assinaram com Boucher um contrato padrão da NBA.

Os Raptors chegaram às finais da NBA de 2019, onde derrotaram a antiga equipe de Boucher, o Golden State Warriors.

Estatísticas de carreiraEditar

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira

NBAEditar

Temporada regularEditar

Ano Time PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2017–18† Golden State 1 1.0 .000 .000 .000 1.0 .0 .0 .0 0.0
2018–19† Toronto 28 5.8 .447 .324 .867 2.0 0.1 0.2 0.9 3.3
Carreira 29 5.7 .442 .316 .867 2 0.1 0.2 0.8 3.2

PlayoffsEditar

Ano Time PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2019† Toronto 2 2.0 .400 .333 .500 .5 .0 .0 .5 2.5
Carreira 2 2.0 .400 .333 .500 .5 .0 .0 .5 2.5

FaculdadeEditar

Ano Time PJ MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2015–16 Oregon 38 25.8 .539 .339 .685 7.4 .4 .8 2.9 12.1
2016–17 Oregon 31 23.6 .524 .350 .565 6.1 .4 .4 2.5 11.8
Carreira 69 24.8 .532 .344 .641 6.8 .4 .6 2.7 12.0

As estatísticas da faculdade só estão disponíveis nos últimos dois anos no Oregon.

Prêmios e homenagensEditar

  • 2× Campeão da NBA (2018, 2019)
  • MVP da G-League (2019)
  • Jogador Defensivo da G-League (2019)
  • Primeira-Equipe G-League (2019)

Referências

Links externosEditar