Abrir menu principal
Christine Ebersole
Christine Ebersole em 2005.
Nome completo Christine Ebersole
Nascimento 21 de fevereiro de 1953 (66 anos)
Winnetka (IL), EUA
Ocupação Atriz, cantora, dubladora
Cônjuge Peter Bergman (1976-1981)
Bill Moloney (1988-atualmente)
Outros prêmios
Tony Award (melhor atriz em musical)
2001 42nd Street
2007 Grey Gardens
Página oficial

Christine Ebersole (21 de fevereiro de 1953) é uma atriz e cantora americana.

BiografiaEditar

Ebersole nasceu em Winnetka, Illinois, onde freqüentou a New Trier High School, e se formou no MacMurray College, em Jacksonville, no mesmo estado.

Casou-se duas vezes; com o ator Peter Bergman, e com seu atual marido, Bill Moloney, com quem tem três filhos. Atualmente vive em Maplewood, Nova Jérsei, com sua família.[1]

CarreiraEditar

 
Christine Ebersole durante espetáculo na Broadway, em 10 de setembro de 2006.

Depois de aparições na soap opera estadunidense Ryan's Hope em 1977 e 1980, fez parte do elenco do programa humorístico Saturday Night Live, como co-âncora do quadro "Weekend Update", com Brian Doyle-Murray, onde imitava celebridades da época, como Mary Travers, Cheryl Tiegs, Barbara Mandrell, a princesa Diana, Rona Barrett, entre outras. Após o período no SNL, participou de outra soap, One Life to Live, além da sitcom Valeria.

No cinema suas principais participações foram em Mac and Me (1988), My Girl 2 (1994), Richie Rich (1994), 'Til There Was You (1997), My Favorite Martian (1999), e no Amadeus de Miloš Forman (1984), onde fez a diva Caterina Cavalieri.

Ebersole também fez parte do elenco de diversas séries de televisão que não foram bem-sucedidas, como Rachel Gunn, R.N. (1992), na qual desempenhou o papel principal, ao lado de Megan Mullally, de Will & Grace - série da qual Ebersole também participou como convidada, bem como em The Nanny, Just Shoot Me, Murphy Brown e Ally McBeal.

Sua fama veio, no entanto, na Broadway; seus papéis destaque incluíram uma aparição em The Best Man (2000), de Gore Vidal, e os papéis de Millicent Jordan em Dinner at Eight (2002) (para o qual foi indicada para um Tony), M'Lynn em Steel Magnolias (2005), além daquele pelo qual ganhou o Tony de "Melhor Atriz num Musical" - Dorothy Brock, no remontagem de 2001 de 42nd Street. Em 2006 Ebersole interpretou os papéis duplos de Edith Ewing Bouvier Beale ("Big Edie") e Edith Bouvier Beale ("Little Edie"), em Grey Gardens, um novo musical baseado no filme homônimo. Após uma temporada de lotações esgotadas em teatros fora do circuito da Broadway, a peça entrou em cartaz na Broadway com o mesmo elenco, no outono daquele ano; Ebersole recebeu críticas muito favoráveis pelo papel, e conquistou seu segundo Tony.

Em 2013 christine Ebersole fez participação especial na série American Horror Story Coven[2] interpretando a bruxa suprema Anna leigh leighton do ano de 1971.

Em 2018, entrou para a equipe de dublagem da animação Steven Universe, dublando as personagens White Diamond e White Pearl.

Referências

  1. Tammy La Gorce (14 de outubro de 2007). «For Future Teachers, a New Look on the Runway». The New York Times. Consultado em 3 de julho de 2008 
  2. «American Horror Story: Coven». Wikipédia, a enciclopédia livre. 29 de outubro de 2016 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Christine Ebersole