Ciclo das Secas

(Redirecionado de Ciclo de Secas)

Chama-se Ciclo das Secas o "ciclo de romances da seca", uma época literária brasileira que tinha como tema principal a vida no sertão brasileiro.

Ciclo das Secas

Comecou com a publicação de O sertanejo de José de Alencar (1876), e durou até os primeiros dez anos do século XX. Os personagens principais da literatura do ciclo das secas são cangaceiros, retirantes e beatos. No ciclo se destacam os escritores cearenses.

"Muito influiu sobre essa literatura a publicação de Os sertões, obra de sociologia, literatura e reportagem de guerra, escrita por Euclides da Cunha com evidente admiração pelos sertanejos, compreensão de suas lutas contra a natureza e protesto contra o desprezo com que os trata o governo federal."[1]

Gilberto Freyre foi influenciado por esta tendência literária. Outros autores relevantes são Rachel de Queiroz, José Lins do Rego, Jorge Amado, Graciliano Ramos, Antônio Callado, até Guimarães Rosa.

Ver tambémEditar

História cultural do Brasil

Literatura do Brasil

BibliografiaEditar

  • Moisés Massaud (Org.) (1999), Pequeno dicionário de literatura brasileira, 5. ed. atual. São Paulo: Cultrix.

Referências

  1. Moisés Massaud (Org.) (1999), Pequeno dicionário de literatura brasileira, 5. ed. atual. São Paulo: Cultrix.