Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde maio de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Cidade polo são cidades do interior distantes das grandes capitais que se destacam dentre os demais núcleos urbanos menores e exercem grande influência em seu entorno. Tais cidades geralmente possuem mais de 500 mil habitantes, considerada pelo IPEA como cidades grandes,[1] mas também podem fazer parte desse conceito sítios urbanos com menos de 500 mil habitantes. Essas cidades são consideradas verdadeiras capitais ou capitais regionais segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), devido ao forte comércio e prestação de serviços.

Outro conceito que podemos considerar para cidade polo seria em relação a produção de algo ou concentração de indústrias. Essas podem ser cidades pequenas ou até grandes. Podemos exemplificar o caso de Ribeirão Preto, com mais de 500 mil habitantes, localizada no interior de São Paulo, a cidade pode se destacar em ambos os conceitos, na prestação de serviços e na produção de etanol, assim a cidade paulista pode ser considerada cidade polo no setor sucroalcooleiro em relação ao segundo conceito. Outro Exemplo no interior Paulista é a cidade de Franca que além de ser polo industrial de calçados é também polo no ramo de Tecnologia da Informação e E-Commerce.

Referências

  1. «População das cidades médias cresce mais que no resto do Brasil». IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). 28 de julho de 2008. Consultado em 2 de agosto de 2008. Arquivado do original em 19 de agosto de 2009 
  Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.