Cine Gibi

Primeiro filme de 2004 dirigido por José Marcio Nicolosi

Cine Gibi - O Filme é um filme brasileiro de 2004 produzido pela Maurício de Sousa Produções e dirigido pelo José Márcio Nicolosi. Baseado na Turma da Mônica, é a terceira produção para os cinemas baseada nos personagens de Maurício de Sousa, tendo supervisão do cartunista. O filme mostra a turma numa sala de cinema rodeada de crianças e adultos assistindo pequenos curtas contando suas próprias aventuras através um de projetor de gibis inventado por Franjinha.

Cine Gibi - O Filme
Cartaz promocional do filme.
 Brasil
2004 •  cor •  71 min 
Direção José Márcio Nicolosi
Produção Nilza Faustino
Fernando de Moraes Schier
Produção executiva José Amancio
Roteiro Airton Barreto
Emerson Bernado De Abreu
Flavio Teixeira de Jesus
José Márcio Nicolosi
Marcelo Verde
Márcio Araujo
Baseado em Turma da Mônica
de Maurício de Sousa
Elenco Dubladores:
Marli Bortoletto
Angélica Santos
Paulo Cavalcante
Elza Gonçalves
Sibele Toledo
Marcio Araujo
Marcelo Souza
Participações em live-action:
Luciano Huck
Wanessa Camargo
Fernanda Lima
Pedro & Thiago
Maurício de Sousa
Género comédia, animação em live-action, infantil
Música Márcio Araújo
Companhia(s) produtora(s) Maurício de Sousa Produções
Tele Image
Distribuição Paramount Pictures
Lançamento 9 de junho de 2004
Idioma português
Cronologia
Cine Gibi 2 (2005)

Cine Gibi utiliza técnicas de animação com live-action, tendo como atores convidados Luciano Huck, Wanessa Camargo, Fernanda Lima, a dupla musical Pedro & Thiago e o próprio Maurício de Sousa, além do clássico elenco de dubladores Marli Bortoletto, Angélica Santos, Paulo Cavalcante e Elza Gonçalves. A parte animada do filme foi realizada pelos Estúdios Maurício de Sousa, enquanto as gravações com os atores reais ficou responsável pelo estúdio Tele Image.

Lançado nos cinemas brasileiros em 9 de junho de 2004 pela Paramount Pictures, Cine Gibi - O Filme teve uma aceitação modesta pelo público, atraindo um pouco mais de duzentos e vinte mil espectadores nos cinemas.[1] O filme ganhou oito sequências lançadas diretamente em DVD, embora mantivesse o título "Cine Gibi" mesmo não sendo feitas para os cinemas, ao contrário do filme original.

SinopseEditar

Mônica, Cebolinha, Cascão e Magali vão em uma caixa de papelão até um cinema do bairro para assistirem um filme a qual será projetado através de uma nova invenção de Franjinha: um projetor de gibis em forma de liquidificador que converte as historinhas das revistas em filmes animados. No caminho, eles encontram Luciano Huck que decidem os acompanhar até o cinema.

Chegando lá, a turma passa a assistir vários curtas que contam aventuras deles, intercalados com aparições de várias celebridades como Fernanda Lima, Wanessa Camargo, a dupla Pedro & Thiago, além do próprio Maurício de Sousa.

As histórias presentes nos curtas do filme são:

  • Em Busca do Nariz de Isabelle: Mônica está montando um quebra-cabeça, mas fica fula da vida quando falta a última peça: o nariz de Isabelle. Ela então procura o Sr. Ding Ling, o vendedor, e descobre que a última peça do quebra-cabeça do retrato de Isabelle está escondida no subsolo do Bairro do Limoeiro, e com a ajuda de Cebolinha ela vai em busca desse último fragmento.
  • Concurso de Beleza: Cebolinha e Cascão explicam para a Mônica que terá um concurso de beleza no Bairro do Limoeiro, todas as meninas iriam participar e todos os meninos iriam votar. Mas eles queriam fazer uma "marmelada" para não levarem coelhadas.
  • Um Amor Dentuço: Cebolinha e Cascão zombam a Mônica e começam a fugir dela, ela corre atrás deles, mas cansa rapidamente e desiste, de repente surge um vampiro chamado Ivan Piro II (Vampolfo nas histórias em quadrinhos) que quer transformar Mônica em uma vampira para ser sua amada, então ele a morde sem que ela perceba e ela lentamente vai se transformando em uma vampira. Adaptada de história publicada em Mônica nº 54 (Globo, junho de 1991).
  • O Caça-Sansão: O Sansão é vítima da invenção de um cientista maluco, e se torna um enorme monstro. Cabe ao Cebolinha capturá-lo e devolvê-lo para a Mônica em sua antiga forma.
  • Um Cenário para os Meus Bonequinhos: Cascão e Cebolinha dão asas à imaginação em encantadoras brincadeiras infantis. Até o momento em que chegam Mônica e Magali, que resolvem dar um toque feminino à diversão.
  • Irmão Cascão: Cebolinha resolve nomear seu melhor amigo como irmão. Ele só não contava com jeito folgado de Cascão, que vai ocupando todos os espaços de sua casa.

No final da sessão de cinema, os personagens brincam durante os créditos finais antes de irem embora, com Jotalhão e o Louco aparecendo logo em seguida para assistir ao filme, embora este já tenha terminado.

ElencoEditar

DubladoresEditar

AtoresEditar

No filme os atores que aparecem em carne e osso são:

AntecedentesEditar

Antes de Cine Gibi Maurício estava sem realizar produções para a Turma da Mônica para os cinemas desde 1983 (a última havia sido A Princesa e o Robô), embora focasse mais em filmes lançados diretamente em home video desde então como As Novas Aventuras da Turma da Mônica, A Sereia do Rio, A Estrelinha Mágica, etc. Em todos esses filmes, a técnica de se contar pequenos segmentos em uma única produção foi utilizada, a qual foi inspirada no pioneiro filme As Aventuras da Turma da Mônica, de 1982.

Nos anos 90, foram feitos alguns desenhos animados da turminha para lançamentos em vídeo que, mais tarde, serviram de concepção no formato para o Cine Gibi. Em 1997, foi lançada a coleção em VHS "Videogibi", onde eram contadas pequenas historinhas da turma como se o espectador estivesse lendo um gibi; esse lançamento originou quatro exemplares: "O Mônico", "O Plano Sangrento" (lançados em 1997), "O Estranho Soro do Dr. X" (1998) e "A Ilha Misteriosa" (1999), sendo lançados na época pela Publifolha.

Lançamento e recepçãoEditar

Lançado em 9 de junho de 2004 nos cinemas, Cine Gibi recebeu uma aceitação moderada, embora ganhasse boa divulgação. Conseguiu atrair 220.746 espectadores nos cinemas brasileiros, tornando-se o filme de menor público de Maurício de Sousa nos cinemas.

Outras mídiasEditar

TelevisãoEditar

Cine Gibi - O Filme foi exibido pela primeira vez na televisão brasileira em 9 de julho de 2008 dentro da sessão Cinema em Casa do SBT, obtendo uma média de 8 pontos no IBOPE da Grande São Paulo, alcançando a liderança em alguns momentos.[2]

YouTubeEditar

Em 12 de outubro de 2014 o filme foi adicionado ao canal oficial da Turma da Mônica no YouTube, em alta definição, como comemoração ao Dia das Crianças.[3]

Referências

  1. http://www.epipoca.com.br/filmes/bilheterias/9824/cinegibi-o-filme Cinegibi, o Filme (2004) - Bilheterias - E-pipoca
  2. https://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq0907200802.htm Folha de S.Paulo - Filmes - 09/07/2008
  3. Turma da Mônica Oficial (12 de outubro de 2014). Cine Gibi 1 "O Filme" | Turma da Mônica. YouTube 
  Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço relacionado ao Projeto Entretenimento. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.