Cirurgia oncológica

Cirurgia oncológica ou oncologia cirúrgica é um ramo da cirurgia e da oncologia aplicada no tratamento de tumores benignos e malignos (cânceres). Oncologia vem do grego para "estudo de tumores". Como existem mais de cem tipos de tumores diferentes a cirurgia possui 20 sub-especialidades para cada região do corpo.[1]

Sempre feita com anestesia, as cirurgias podem ser curativas quando o câncer é diagnosticado precocemente.

Áreas da oncologiaEditar

É uma das três áreas da oncologia:

TiposEditar

Estes são os tipos e formas mais comuns de cirurgia oncológica[2][3]:

  • Cirurgia para diagnóstico e para estadiamento do câncer: a biópsia pode ser cirúrgica quando retirar células com uma agulha (punção e aspiração com agulha fina) não é suficiente ou possível;
  • Cirurgias curativas: remove todo o câncer, possivelmente curando definitivamente;
    • Radical: remove todo o órgão e árvore de linfonodos próximos;
    • Conservadora: preserva parte do órgão e dos linfonodos próximos;
  • Cirurgias preventivas: remove órgãos com risco genético elevado de câncer antes que o tumor apareça ou remover tumor com potencial de malignização;
  • Cirurgia paliativa: remove apenas parte do tumor para melhorar a qualidade de vida sem curar;
  • Cirurgia de suporte: para ampliar as opções terapêuticas, como colocar um cateter vascular em uma via central;
  • Cirurgia reconstrutora: cirurgia estética como a reconstrução de mama ou da face.

TécnicasEditar

Técnicas para remover um câncer[4]:

UsoEditar

Tumores que podem ser removidos cirurgicamente com segurança são chamados de ressecáveis, porque a técnica mais utilizada é a ressecção cirúrgica. Cada câncer tem seus critérios de ressecabilidade, geralmente envolve ser pequeno, sem metástases e sem comprometimento vascular[5]. Para assegurar que todo o tumor foi removido também se remove o tecido ao redor com uma margem de segurança de vários centímetros. Alguns tumores irressecáveis podem ser tratados com radioterapia ou quimioterapia neoadjuvante para reduzir seu tamanho e permitir sua remoção com mais segurança.

Referências

  1. Types of Oncologists, American Society of Clinical Oncology (ASCO).
  2. How Surgery Is Used for Cancer. American Cancer Society.
  3. Oncoguia
  4. Special Surgical Techniques - American Cancer Society.
  5. Criteria of unresectability and the decision-making process. PubMed