Abrir menu principal
Citrino lapidado.
Citrino laranja brasileiro.
Citrino bruto de Minas Gerais, Brasil

Citrino, também chamado de quartzo citrino (há várias outras denominações impróprias, como citrino-topázio) é uma variedade de quartzo de cor amarela, laranja, excepcionalmente vermelha. Basicamente, é um quartzo com impurezas férricas.[1][2][3]

A maior parte do citrino comercial é na verdade ametista ou quartzo fumado aquecido artificialmente. Contudo, a pedra tratada termicamente pode apresentar diferenças, entre elas uma cor mais rosada característica da pedra original. O valor comercial, porém, é o mesmo, pelo menos no Brasil. O quartzo citrino é uma pedra preciosa de baixo preço, mais barata que a ametista, mas, mesmo assim, muito apreciada e muito usada em joalheria. O Brasil e a Escócia são os maiores produtores mundiais de citrino. O Brasil lidera a produção de ametista, quartzo rosa e quartzo incolor, com muito da produção vindo do Rio Grande do Sul.

Esta variedade de quartzo é muitas vezes usado como substituto de muitas pedras preciosas amarelas,como topázio ou safiras.


Ver tambémEditar

Referências

  1. Citrine Arquivado em 2010-05-02 no Wayback Machine.. Mindat.org (01-03-2013). Recuperado 07-03-2013.
  2. The Encyclopedia of Superstitions By Richard Webster, p.19
  3. «CITRINE MEANING». Consultado em 18 de agosto de 2017. Cópia arquivada em 18 de agosto de 2017 

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Citrino (mineral)