Citroën C6

Citroën C6
Visão Geral
Produção 20052012
Fabricante Citroën, Grupo PSA
Modelo
Classe Fastback médio de luxo
Carroceria Sedã fastback 4 portas
Designer Jean-Pierre Ploué
Ficha técnica
Motor V6
Quatro cilindros em linha
Transmissão 6 velocidades manual
6 velocidades automático
Layout Motor dianteiro, tração dianteira
Modelos relacionados Mercedes-Benz Classe E
Audi A6
Volvo S80
Lexus GS
Renault Vel Satis
Jaguar S-Type
Dimensões
Comprimento 4907 mm
Entre-eixos 2901 mm
Largura 1859 mm
Altura 1463 mm
Peso 1791-1848 kg
Tanque 72 L
Cronologia
Citroën XM
Citroën DS5

O Citroën C6 é um modelo de carro sedã executivo produzido pela fabricante francesa de automóveis Citroën entre 2005 e 2012. Foi inspirado no protótipo C6 Lignage, apresentado pela primeira vez na primavera de 1999 no Salão do Automóvel de Genebra. Naquela altura, esperava-se que o C6 entrasse em produção no fim do ano de 2001 a fim de substituir o XM, um modelo que contava já com 12 anos. O XM deixou de ser produzido no princípio de 2001, mas foi preciso esperar quase quatro anos para que o C6 começasse a ser produzido.

MotorizaçõesEditar

No que diz respeito às motorizações, o C6 teve um motor a gasolina (3.0i V6 de 211 CV) e dois motores diesel (2.7 V6 HDi de 204 CV e 2.2 HDi de 173 CV). Actualmente apenas dispõe de um novo motor diesel 3.0 V6 HDi de 240 CV.

O C6 é um estradista com um design arrojado e apresenta-se como uma verdadeira alternativa às tão apreciadas soluções germânicas. A Citroën apostou forte na componente tecnológica deste modelo que inclui, por exemplo, a informação Vital Centrada no Horizonte Visual, mais conhecida por Head-up display (HUD). Este modelo recebe também a mais recente versão da suspensão hidropneumática, agora designada por Hydractive 3+.

ProduçãoEditar

Entre 2005 e 2012, somente 23421 unidades do Citroën C6 foram produzidas.[1] Apenas 2783 C6 possuem motor a gasolina, enquanto 20638 possuem motor a diesel.[1]

O C6 e o presidente francêsEditar

O antigo presidente francês Jacques Chirac escolheu para seu carro oficial o Citroën C6,[2] retomando assim a tradição do chefe de estado francês usar um Citroën como viatura oficial.

  • Charles de Gaulle foi o primeiro presidente francês ter um Citroën. Primeiro teve um Traction Avant e posteriormente um DS.
  • George Pompidou tinha dois SM de 4 portas transformados em cabriolet (estiveram ao serviço de 1972 a 1995)
  • Valéry Giscard d´Estaing variava entre o Citroën CX e o Peugeot 604
  • Os carros pessoais de François Mitterrand e Jacques Chirac eram dois Citroëns CX.
  • Jacques Chirac, durante a celebração da sua vitória eleitoral em 1995 conduziu um CX e, posteriormente, foi várias vezes a reuniões da União Europeia num outro modelo da marca, o SM.

Equipamento do C6Editar

 
Interior do C6.

Possui 9 airbags e um capot activo,[3] sistema aliado a um mecanismo pirotécnico que em caso de atropelamento faz elevar o capot em 65 mm. Desta forma é criada uma barreira de amortecimento evitando que a cabeça e corpo do peão não entre em contacto directo com o bloco do motor. Esta inovadora solução permitiu-lhe ser o primeiro automóvel a receber 4 estrelas nos testes Euro NCAP no que diz respeito a acidentes com peões.[4]

Outros equipamentosEditar

  • Informação vital centrada no horizonte visual (HUD)
  • Alerta de transposição involuntária de linha indicadora de via (AFIL)
  • Faróis direccionais bixénon
  • Sistema Hi-Fi JBL
  • Ajuda ao estacionamento à frente e a atrás
  • Travão de mão eléctrico
  • Suspensão activa de flexibilidade e amortecimento
  • Avançado sistema de travagem
  • Avançada estrutura de carroçaria
  • Trem dianteiro de suspensão com duplo triângulo com pivot independente
  • Eixo traseiro “Multilink" integral
  • Sistema de navegação Navidrive com telefone GSM
  • Bancos traseiros eléctricos TGV (opcional)

Referências

Ligações externasEditar

 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Citroën C6