Abrir menu principal
Cláudio Russo
Na quadra do Porto da Pedra (Fotógrafo Henrique Matos) 02.jpg
Cláudio Russo, ao centro, entre Paulo Menezes (à esquerda) e Altay Veloso (à direita).
Informação geral
Nome completo Cláudio de Araújo Malheiros
Gênero(s) Samba-enredo
Ocupação(ões) Compositor
Período em atividade 1989-presente

Cláudio de Araújo Malheiros, mais conhecido como Cláudio Russo, é um compositor brasileiro, especializado em sambas de enredo.[1][2] Iniciou sua carreira na ala de compositores da escola de samba GRES Em Cima da Hora, na cidade do Rio de Janeiro, e a consolidou ao vencer as disputas da Portela, Grande Rio e GRES Beija-Flor.[3][4][5][6]

Além de vencer em diversas agremiações de diversos carnavais. Cláudio Russo desempenhou a função de membro da Comissão de Carnaval da Beija-Flor, onde realizou a pesquisa do enredo, em 2015 (quando a escola foi campeã) e 2016.[7][8][9]

Índice

BiografiaEditar

Filho de um diretor de ala do Império do Marangá, Cláudio Russo pediu ao seu pai para fazer parte da escola de samba. Aos dezessete anos começou a participar das disputas de samba-enredo da agremiação, chegando à três finais consecutivas. Na época, escrevia sozinho, letra e melodia. Em 1991, foi para o Arrastão de Cascadura, mas não chegou à final da disputa. No ano seguinte, em 1992, foi levado para a Portela, onde no seu primeiro ano, conseguiu chegar à semifinal do concurso.[10] Em 1993, ainda na Portela, venceu sua primeira disputa de samba-enredo. O samba "Cerimônia de Casamento" foi composto junto com Jorginho Estrela Negra e Wilson Cruz.[11] A obra recebeu as notas 9; 9,5; e 10 no carnaval de 1993. A Portela ficou classificada na décima colocação.[12] Em 1994, ganhou novamente a disputa na Portela. Junto com Wilson Cruz e Zé Luiz compôs "Quando o Samba Era Samba".[13] A obra recebeu as notas 10; 10; e 9,5. A Portela se classificou em sétimo lugar.[14] Para o ano de 1997 compôs o samba da Em Cima da Hora em homenagem à Sérgio Cabral junto com Rogerinho, Paulo Cara Feia e Antônio Nick. A escola foi a quinta colocada do Grupo A, a segunda divisão do carnaval carioca.[15] Em 1999, novamente venceu a disputa da Em Cima da Hora. Compôs o samba-enredo "Horas... Eras de glórias... E outras histórias..." junto com Jayme Cesar, Biscoito, Paulinho Cara Feia, Alvinho e Amaral. A escola obteve o sexto lugar do Grupo A.[16] Para o carnaval de 2001, compôs o samba da Acadêmicos do Grande Rio, que apresentou um enredo de Joãosinho Trinta sobre o Profeta Gentileza. A obra "Gentileza, o Profeta Saído do Fogo" foi composta junto com Zé Luiz, Carlos Santos e Ciro.[17] O samba recebeu as notas 9,5; 9,5; e 10. A Grande Rio foi a sexta colocada do Grupo Especial.[18]

Em 2004 venceu sua primeira disputa na Beija-Flor. Compôs a obra "Manõa, Manaus, Amazônia, Terra Santa: Alimenta o Corpo, Equilibra a Alma e Transmite a Paz" junto com José Luis, Marquinhos e Jessey.[19] O samba recebeu nota máxima dos quatro jurados oficiais do carnaval e a Beija-Flor conquistou o título de campeã do Grupo Especial. Pela primeira vez, Cláudio Russo venceu o carnaval com um samba de sua autoria.[20] Para o ano de 2005, compôs o samba "Brasil Feito a Mão", da escola Mocidade Unida da Cidade de Deus, junto com Zé Luiz, Alexandre, Bolete e Antônio Carlos. A agremiação foi a 14.ª colocada do Grupo D, a quinta divisão do carnaval carioca.[21] No ano seguinte, em 2006, assinou a obra "A Divina Comédia Brasileira", da Renascer de Jacarepaguá, junto com Carlinhos do Cavaco, Julinho Cá e Jefinho do Amaral.[22] O samba recebeu as notas 10; 10; 10; e 9,8. A Renascer obteve o quinto lugar do Grupo A.[23] Para o carnaval de 2007, voltou a vencer as disputas da Beija-Flor e da Renascer de Jacarepaguá. Na Beija-Flor, compôs o samba "Áfricas - Do Berço Real à Corte Brasiliana" junto com J. Velloso, Gilson Dr e Carlinhos do Detran.[24] A obra recebeu nota máxima dos quatro jurados oficiais do carnaval e a Beija-Flor sagrou-se campeã do Grupo Especial.[25][26] Além de ser campeão do carnaval pela segunda vez, Cláudio Russo também recebeu seu primeiro Estandarte de Ouro de melhor samba-enredo, pela obra composta para a Beija-Flor.[27][28] Na Renascer, compôs o samba "Jacarepaguá - Fábrica de Sonhos" junto com Carlinho, Andre, Marquinho, Flavinho do Cavaco e Julinho Cá.[29] A obra recebeu as notas 9,6; 10; 10; e 10. A Renascer foi a sexta colocada do Grupo A.[30]

Venceu novamente a disputa da Beija-Flor para o carnaval de 2008, assinando o samba Macapaba: Equinócio Solar, Viagens Fantásticas ao Meio do Mundo" junto com Carlinhos Detran, J. Velloso, Gilson Dr, Kid e Marquinhos.[31] O samba foi criticado por se assemelhar ao do ano anterior.[32] A obra recebeu nota máxima dos quatro jurados e a Beija-Flor conquistou mais um título de campeã.[33] No mesmo ano, Cláudio Russo também foi campeão no Grupo B, assinando a obra "Ewe, a Cura Vem da Floresta", da Inocentes de Belford Roxo junto com os compositores Carlinhos do Cavaco, Tentenzinho Jr e Nino do Milênio.[34] No carnaval de 2009, assinou os sambas da Corações Unidos do Amarelinho e da Rosa de Ouro. Na Corações, compôs "O Grito de Amor e Rebeldia de Uma Pátria Livre" junto com Sergio Pinto, Rudy e Diego Chocolate. A escola foi a 13.º colocada no Grupo RJ-1, a terceira divisão do carnaval carioca.[35] Na Rosa de Ouro, compôs "Não Há Limite para o Sonho. Quem Ousa Vence" junto com Ivan CBTU, Junior Scafura e Marquinho Dentinho. A escola foi a quarta colocada no Grupo RJ-3, a quinta divisão do carnaval do Rio de Janeiro.[36] No ano seguinte, em 2009, perdeu a disputa na Beija-Flor, mas voltou a vencer na Renascer de Jacarepaguá. Para o enredo "Aquaticópolis", do carnavalesco Paulo Barros, compôs o samba junto com Adriano Cesário, Fábio Costa, Tinga e Beto Lima. A escola obteve o oitavo lugar do Grupo A.[37] No mesmo ano, assinou o samba "O Rei de Irê", do Arrastão de Cascadura, junto com Frank, Fábio Costa, Julinho Cá, Nilson Lemos e Ivani Ramos. A escola foi a sétima colocada do Grupo RJ-2, a quarta divisão do carnaval.[38]

ComposiçõesEditar

Abaixo, os sambas de enredo compostos por Cláudio Russo.

Legenda:  N  Campeã do carnaval
Ano Grupo Escola Colocação Samba Compositores Ref.
1993 Especial Portela 10.º lugar Cerimônia de Casamento Cláudio Russo, Wilson Cruz e Jorginho Estrela Negra [11]
1994 Especial Portela 7.º lugar Quando o Samba Era Samba Cláudio Russo, Wilson Cruz e Zé Luiz [13]
1997 Grupo A Em Cima da Hora 5.º lugar Sérgio Cabral, a cara do Rio Cláudio Russo, Rogerinho, Paulo Cara Feia e Antônio Nick [15]
1999 Grupo A Em Cima da Hora 6.º lugar Horas... Eras de glórias... E outras histórias... Cláudio Russo, Jayme Cesar, Biscoito, Paulinho Cara Feia, Alvinho e Amaral [16]
2001 Especial Acadêmicos do Grande Rio 6.º lugar Gentileza, o Profeta Saído do Fogo Cláudio Russo, Zé Luiz, Carlos Santos e Ciro [17]
2004 Especial Beija-Flor Campeã Manõa, Manaus, Amazônia, Terra Santa: Alimenta o Corpo, Equilibra a Alma e Transmite a Paz Cláudio Russo, José Luis, Marquinhos e Jessey [19]
2005 Grupo D Mocidade Unida da Cidade de Deus 14.º lugar Brasil Feito a Mão Cláudio Russo, Zé Luiz, Alexandre, Bolete e Antônio Carlos [21]
2006 Grupo A Renascer de Jacarepaguá 5.º lugar A Divina Comédia Brasileira Cláudio Russo, Carlinhos do Cavaco, Julinho Cá e Jefinho do Amaral [22]
2007 Especial Beija-Flor Campeã Áfricas - Do Berço Real à Corte Brasiliana Cláudio Russo, J. Velloso, Gilson Dr e Carlinhos do Detran [24]
Grupo A Renascer de Jacarepaguá 6.º lugar Jacarepaguá - Fábrica de Sonhos Claudio Russo, Carlinho, Andre, Marquinho, Flavinho do Cavaco e Julinho Cá [29]
2008 Especial Beija-Flor Campeã Macapaba: Equinócio Solar, Viagens Fantásticas ao Meio do Mundo Cláudio Russo, Carlinhos Detran, J. Velloso, Gilson Dr, Kid e Marquinhos [31]
Grupo B Inocentes de Belford Roxo Campeã Ewe, a Cura Vem da Floresta Claudio Russo, Carlinhos do Cavaco, Tentenzinho Jr e Nino do Milênio [34]
Grupo D Rosa de Ouro 11.º lugar As Sete Vertentes do Bem e do Mal Cláudio Russo [39]
2009 RJ-1 Corações Unidos do Amarelinho 13.º lugar

(Rebaixada)

O Grito de Amor e Rebeldia de Uma Pátria Livre Cláudio Russo, Sergio Pinto, Rudy e Diego Chocolate [35]
RJ-3 Rosa de Ouro 4.º lugar Não Há Limite para o Sonho. Quem Ousa Vence Claudio Russo, Ivan CBTU, Junior Scafura e Marquinho Dentinho [36]
2010 Grupo A Renascer de Jacarepaguá 8.º lugar Aquaticópolis Claudio Russo, Adriano Cesário, Fábio Costa, Tinga e Beto Lima [37]
RJ-2 Arrastão de Cascadura 7.º lugar O Rei de Irê Cláudio Russo, Frank, Fábio Costa, Julinho Cá, Nilson Lemos e Ivani Ramos [38]
2011 Grupo C Em Cima da Hora 5.º lugar É Carnaval... Abram Alas para a Folia Claudio Russo, Fábio Lourenço, Frank, Sílvio Romai, Santclair Cunha e Marquinhos [40]
Flor da Mina do Andaraí 15.º lugar

(Rebaixada)

Brasil Coração de Todos. Viva o Povo Brasileiro! Cláudio Russo, Totonho, Julio Alves, David de Souza e Pedrinho da Mina [41]
2012 Especial Renascer de Jacarepaguá 13.º lugar

(Rebaixada)

O Artista da Alegria Dá o Tom na Folia! Claudio Russo, Adriano Cesário, Fabio Costa e Isaac [42]
Grupo A Inocentes de Belford Roxo Campeã Corumbá – Ópera Tupi Guaikuru Cláudio Russo, Zé Glória, Fábio Costa, André Felix, Diego Tavares, Ellen Cristina e Rodrigo Leal [43]
Grupo B Unidos da Vila Santa Tereza 7.º lugar A Vila na Magia dos Brinquedos Claudio Russo, Victor Rangel, Beto Veneno, Vinícius Ferreira, Rafael Gigante, Carlos Ferreira, André Malheiros, P.C.Teixeira, J.B. Miúda, Fia, Chico Sepetiba e Paulinho Cacuia [44]
Grupo C Arrastão de Cascadura 11.º lugar Patrícia Amorim: a Majestade Rubro-negra! Cláudio Russo, Marquinhos Silva, Nalva Escafura, Lucas Rebola Preta, J.Rabelo, Gregório, Lapisinho, Chico Pity, Reynaldo Hypólito, Garcia, Andrezinho, Ivan Teixeira e Marcel Contrucci [45]
2013 Série A União do Parque Curicica 12.º lugar Quando o Samba Era Samba

(Reedição)

Cláudio Russo, Wilson Cruz e Zé Luiz [46]
Grupo B Rosa de Ouro 11.º lugar

(Rebaixada)

Sou Rosa, Sou de Ouro! Claudio Russo, Carlos Ferreira, Ivan CBTU, Robson Moratelli, Victor Rangel e Vinícius Ferreira [47]
2014 Série A Renascer de Jacarepaguá 11.º lugar Olhar Caricato. Simplesmente, Lan! Claudio Russo e Moacyr Luz [48]
União do Parque Curicica 7.º lugar Na Garrafa, no Barril, Salve a Cachaça, Patrimônio Cultural do Brasil Cláudio Russo, Washington, Junior Bebezão, Thiago Silveira, Fael Cachinho, Vagner Silva, Bola, Pitimbu, Dudu, Zé Luis [49]
2015 Série A Renascer de Jacarepaguá 9.º lugar Candeia! Manifesto ao Povo em Forma de Arte! Cláudio Russo, Moacyr Luz e Teresa Cristina [50]
2016 Série A Acadêmicos do Cubango 6.º lugar Um Banho de Mar à Fantasia Cláudio Russo, Sardinha, Gustavo Soares, Wagner Big, Diego Moura, Julio Alves, Marco Moreno, Samir Trindade, Elson Ramires e Adriano Boinha [51]
Paraíso do Tuiuti Campeã A Farra do Boi Claudio Russo, Rafael Júnior, Jorge Maia, W. Correia e Dilson Marimba [52]
Renascer de Jacarepaguá 8.º lugar Ibejís - Nas Brincadeiras de Criança: Os Orixás que Viraram Santos no Brasil Cláudio Russo, Moacyr Luz e Teresa Cristina [53]
2017 Série A Acadêmicos de Santa Cruz 12.º lugar Vou Levar Somente o que Couber no Bolso e no Coração... Uma Viagem de Sabedoria Além da Imaginação Cláudio Russo, Fernando de Lima, Tatiane Abrantes, Zé Gloria, Preguinho, Zé Luiz, Roninho Caetano, André Felix, Rafael Lima, Jorge Maia, Jack Topete, Gil Lessa, Claudio Brow, Henrique Negão, Renatinho do Batuque e Junior Pitbull [54]
Estácio de Sá 3.º lugar É! O Moleque Desceu o São Carlos, Pegou Um Sonho e Partiu com a Estácio! Claudio Russo, Daniel Gonzaga, Edson Marinho, Lequinho, Igor Ferreira, Jorge Xavier, Salviano, Júlio Alves, Alexandre Moraes, Marquinhos, Hugo Bruno, Tinga, Gabriel Martins [55]
Renascer de Jacarepaguá 10.º lugar O Papel e o Mar Cláudio Russo, Moacyr Luz e Diego Nicolau [56]
Unidos de Padre Miguel 4.º lugar Ossaim: O Poder da Cura Claudio Russo, W. Corrêa, Samir Trindade, Marquinhos, Alan Santos, Jr. Beija-Flor, Ribeirinho, Dilson Marimba, Carlinhos do Mercadinho e Cabeça do Ajax [57]
2018 Especial Paraíso do Tuiuti Vice-campeã Meu Deus, Meu Deus, Está Extinta a Escravidão? Cláudio Russo, Moacyr Luz, Jurandir, Zezé e Aníbal [58]
Série A Inocentes de Belford Roxo 4.º lugar Mojú, Magé, Majubá - Sinfonias e Batuques Claudio Russo e André Diniz [59]
Renascer de Jacarepaguá 9.º lugar Renascer de Flechas e de Lobos Cláudio Russo, Moacyr Luz e Diego Nicolau [60]
Unidos de Padre Miguel Vice-campeã Eldorado Submerso: Delírio Tupi-Parintintin Claudio Russo, Xande de Pilares, W. Corrêa, Ribeirinho, Alan Santos, Toninho do Trayler, Carlinhos do Mercadinho, Cabeça do Ajax e Jefinho Rodrigues [61]
Série B União do Parque Curicica Vice-campeã O Reino Está Nu! Claudio Russo, André Diniz e Ronaldo Yllê [62]
2019 Especial (RJ) Acadêmicos do Grande Rio 9.º lugar Quem Nunca…? Que Atire a Primeira Pedra Cláudio Russo, André Diniz, Moacyr Luz, Gê Martins, Licinho Júnior e Elias Bililico [63]
Paraíso do Tuiuti 8.º lugar O Salvador da Pátria Cláudio Russo, Moacyr Luz, Jurandir, Zezé e Aníbal [64]
Especial (SP) X-9 Paulistana 10.º lugar Meu Lugar É Cercado de Luta e Suor, Esperança num Mundo Melhor! O Show Tem que Continuar Cláudio Russo, André Diniz, Arlindo Neto, Márcio André Filho, Valência e Darlan Alves [65]
Série A Acadêmicos da Rocinha 11.º lugar Bananas para o Preconceito Claudio Russo, Diego Nicolau, Renato Galante, Kirrazinho, Ralf, Fadico, e Wagner Rodrigues [66]
Inocentes de Belford Roxo 9.º lugar O Frasco do Bandoleiro (Baseado num Causo com a Boca na Botija) Claudio Russo e André Diniz [67]
Renascer de Jacarepaguá 7.º lugar Dois de Fevereiro no Rio Vermelho Cláudio Russo, Moacyr Luz e Diego Nicolau [68]

Ver tambémEditar

Referências

  1. SRZD - carnavalesco - Pararam o Cláudio Russo Eugênio Leal 17/10/2008
  2. «Entrevista com Cláudio Russo – membro da comissão de carnaval da Beija-Flor! – NaAvenida». Consultado em 20 de abril de 2019 
  3. «Renascer de Jacarepaguá Lança Samba de 2014». publicandonews.com.br. Consultado em 29 de setembro de 2013 
  4. «Claudio Russo vence mais uma disputa de samba». tudodesamba.com.br/. Consultado em 29 de agosto de 2013 
  5. «GRES Beija-Flor Notícias». beija-flor.com.br/. Consultado em 29 de setembro de 2013. Arquivado do original em 30 de junho de 2012 
  6. «Definido o Samba da Beija Flor para 2009». webpack.com.br. Consultado em 29 de setembro de 2013 [ligação inativa]
  7. «Beija-Flor de Nilópolis - Carnaval de 2015 - Um Griô conta a história: um olhar sobre a África e o despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos sobre a trilha de nossa felicidade - Galeria do Samba - As Escolas de Samba do Rio de Janeiro». Galeria do Samba - Escolas de Samba - Beija-Flor de Nilópolis. Consultado em 2 de fevereiro de 2016 
  8. «Carnavais Beija-Flor de Nilópolis». www.sambariocarnaval.com. Consultado em 2 de fevereiro de 2016 
  9. Luana Freitas - SRZD (28 de março de 2014). «Cláudio Russo é o novo integrante da Comissão de Carnaval da Beija-Flor». Consultado em 3 de abril de 2014 
  10. «Compositor emplaca sambas há 25 anos na Sapucaí». G1. Consultado em 20 de abril de 2019 
  11. a b «Portela 1993». Galeria do Samba. Consultado em 19 de abril de 2019 
  12. «Notas 1993». Site Galeria do Samba. Consultado em 19 de abril de 2018. Arquivado do original em 27 de março de 2016 
  13. a b «Portela 1994». Galeria do Samba. Consultado em 19 de abril de 2019 
  14. «Notas 1994». Site Galeria do Samba. Consultado em 19 de abril de 2018. Arquivado do original em 27 de março de 2016 
  15. a b «Em Cima da Hora 1997». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  16. a b «Em Cima da Hora 1999». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  17. a b «Acadêmicos do Grande Rio 2001». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  18. «Notas 2001». Galeria do Samba. Consultado em 1 de junho de 2017. Arquivado do original em 1 de junho de 2017 
  19. a b «Beija-Flor 2004». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  20. «Notas 2004». Galeria do Samba. Consultado em 1 de junho de 2017. Arquivado do original em 1 de junho de 2017 
  21. a b «Mocidade Unida da Cidade de Deus 2005». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  22. a b «Renascer de Jacarepaguá 2006». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  23. «Notas 2006 – Grupo A». Site Apoteose. Consultado em 19 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  24. a b «Beija-Flor 2007». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  25. «Notas 2007». Galeria do Samba. Consultado em 1 de junho de 2017. Cópia arquivada em 1 de junho de 2017 
  26. «Notas 2007 – Grupo Especial». Site Apoteose. Consultado em 19 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  27. «Estandarte de Ouro 2007». O Globo. Consultado em 26 de março de 2017. Cópia arquivada em 6 de fevereiro de 2008 
  28. «Lista de premiados: 1972–2013». Apoteose.com. Consultado em 26 de março de 2017. Cópia arquivada em 26 de março de 2017 
  29. a b «Renascer de Jacarepaguá 2007». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  30. «Notas 2007 – Grupo A». Site Apoteose. Consultado em 19 de abril de 2018. Cópia arquivada em 19 de abril de 2018 
  31. a b «Beija-Flor 2008». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  32. «2008: Livre de acusações, Beija-Flor leva mais um caneco». Pedro Migão - Ouro de Tolo. Consultado em 25 de dezembro de 2017. Cópia arquivada em 23 de junho de 2017 
  33. «Notas 2008». Galeria do Samba. Consultado em 1 de junho de 2017. Cópia arquivada em 1 de junho de 2017 
  34. a b «Inocentes de Belford Roxo 2008». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  35. a b «Corações Unidos do Amarelinho 2009». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  36. a b «Rosa de Ouro 2009». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  37. a b «Renascer de Jacarepaguá 2010». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  38. a b «Arrastão de Cascadura 2010». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  39. «Rosa de Ouro 2008». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  40. «Em Cima da Hora 2011». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  41. «Flor da Mina do Andaraí 2011». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  42. «Renascer de Jacarepaguá 2012». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  43. «Inocentes de Belford Roxo 2012». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  44. «Unidos da Vila Santa Tereza 2012». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  45. «Arrastão de Cascadura 2012». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  46. «União do Parque Curicica 2013». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  47. «Rosa de Ouro 2013». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  48. «Renascer de Jacarepaguá 2014». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  49. «União do Parque Curicica 2014». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  50. «Renascer de Jacarepaguá 2015». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  51. «Acadêmicos do Cubango 2016». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  52. «Paraíso do Tuiuti 2016». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  53. «Renascer de Jacarepaguá 2016». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  54. «Acadêmicos de Santa Cruz 2017». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  55. «Estácio de Sá 2017». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  56. «Renascer de Jacarepaguá 2017». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  57. «Unidos de Padre Miguel 2017». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  58. «Paraíso do Tuiuti 2018». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  59. «Inocentes de Belford Roxo 2018». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  60. «Renascer de Jacarepaguá 2018». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  61. «Unidos de Padre Miguel 2018». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  62. «União do Parque Curicica 2018». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  63. «Acadêmicos do Grande Rio 2019». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  64. «Paraíso do Tuiuti 2019». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  65. «Recordista! Compositor Cláudio Russo assina seis sambas para 2019». Sambarazzo. Consultado em 20 de abril de 2019 
  66. «Acadêmicos da Rocinha 2019». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  67. «Inocentes de Belford Roxo 2019». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019 
  68. «Renascer de Jacarepaguá 2019». Galeria do Samba. Consultado em 20 de abril de 2019