Abrir menu principal

Clã Makino

página de desambiguação da Wikimedia

O clã Makino (牧野氏 'Makino-shi'?) foi um ramo de daimyō dos samurais do clã Minamoto no Período Edo.[1]

No Período Edo, os Makino eram identificados como fudai ou clãs de daimyō internos, que eram aliados ou vassalos hereditários do clã Tokugawa, em contraste com os tozama ou clãs externos.[1]

Ramos do clã MakinoEditar

O fudai clã Makino se originou no século XVI, na província de Mikawa. Sua elevação de status por Toyotomi Hideyoshi data de 1588.[1] O clã reclamava descendência de Takechiuchi no Sukune,[2] que foi um importante Homem de Estado [3] e amante da Imperatriz Jingū.[4]

Membros notáveis do clãEditar

NotasEditar

  1. a b c d e f g Alpert, Georges. (1888). Ancien Japon, p. 70.
  2. a b c d e Papinot, Jacques. (2003) Nobiliare du Japon -- Makino, p. 29; Papinot, Jacques Edmond Joseph. (1906). Dictionnaire d’histoire et de géographie du Japon. (in French/German).
  3. Brasch, Kurt. (1872). "Japanischer Volksglaube," Mitteilungen der deutschen Gesellschaft für Natur- und Völkerkunde Ostasiens, p. 56. (in German)
  4. Guth, Christine. "Book Revies: Japan's Hidden History: Korean Impact on Japanese Culture by Jon Carter Covell and Alan Covell," Numen. 33:1, 178-179 (June 1986).
  5. Plutschow, Herbert. (1995). Japan's Name Culture: The Significance of Names in a Religious, Political and Social Context, p. 53. -- Ieyasu gave him the "Yasu-" in his name.
  6. a b c d e f g Meyer, Eva-Maria."Gouverneure von Kyôto in der Edo-Zeit." Arquivado em 11 de abril de 2008, no Wayback Machine. Universität Tübingen (in German).
  7. "Nobility, Peerage and Ranks in Ancient and Meiji-Japan," p. 23.
  8. Japan peers, p. 25.
  9. a b Japan peers, p. 14.

ReferênciasEditar

  Este artigo sobre um clã do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.