Clã Nakatomi

O Clã Nakatomi ( 中臣氏 Nakatomi-Uji ?) era um clã aristocrata do Japão

Clã Nakatomi
中臣氏

HistóriaEditar

O Clã Nakatomi foi um clã influente no Japão Clássico . Junto com o Clã Inbe , o Nakatomi fazia parte dos clãs sacerdotais que supervisionavam os ritos nacionais, e reivindicavam descendência divina, "apenas um grau menos sublime do que os antepassados ​​imperiais" [1]. Durante reinado do Imperador Jimmu nomeou como Saishu (Sumo Sacerdote) o líder do Clã Nakatomi. Depois do Século VIII o cargo passou de líder para líder desse clã [2]. Embora suas posses materiais não fossem as mais extensas, seu prestigio e importância, durante seu auge, só eram inferiores aos da Casa Imperial .

Um ritual particularmente importante que o líder do clã Nakatomi supervisionava era o Oharai (o ritual da purificação), realizado duas vezes por ano, no qual o Saishu solicitava ao kami para limpar os espíritos de todas as pessoas de suas impurezas [1].

Período AsukaEditar

 Ver artigo principal: Período Asuka

Como resultado da sua relação com os rituais, durante período Asuka os Nakatomi lideraram a ala que foi contra a introdução do budismo no Japão (Século VI). No entanto, sob a liderança de Nakatomi no Kamatari , no início do Século VII, o clã muda de lado (resultado da lealdade e estreita ligação de Kamatari com a família imperial) apoiando o príncipe Shotoku , o mais famoso defensor do budismo em toda a história do Japão, e mais tarde o Príncipe Naka-no-Ōe.

Os Nakatomi ajudaram a eliminar o clã Soga, fervorosos e ativos defensores do budismo, e que eram hegemônicos na administração imperial na época (ver Incidente de Isshi ) [3]. A partir daí o clã passou a ser contestado por outros clãs que disputavam o poder e o prestígio na corte, principalmente pela influência que os Nakatomi tinham sobre a sucessão imperial.

Até o Século VIII, os líderes do Nakatomi, eram os chefes hereditários do Jingi-kan (神祇官 Departamento de Cultos?) estabelecido pelo Código de Taihō em 701 [4].

Precursor dos FujiwaraEditar

Indiscutivelmente ao líder do clã mais conhecido, Nakatomi no Kamatari foi concedido o nome Fujiwara pelo Imperador Tenji como uma recompensa para o serviço leal ao soberano. Kamatari foi fundador do clã Fujiwara , que acumulou prestígio e poderes extraordinários no período Heian (794-1185) [5].


Referências

  1. a b Sir George Bailey Sansom A History of Japan to 1334, Volume 1 (em inglês) Stanford University Press, 1958 p.35-36 ISBN 9780804705233
  2. Jien, Delmer Myers Brown The Future and the Past: A Translation and Study of the Gukanshō. (em inglês) University of California Press, 1979 p. 249 ISBN 9780520034600
  3. Richard Arthur Brabazon Ponsonby-Fane. (1959). The Imperial House of Japan. (em inglês) Kyoto: Ponsonby Memorial Society. p.45-50OCLC 194887
  4. Louis Frederic, Alvaro David Hwang O Japão - Dicionário e Civilização (em português) Globo Livros p. 539 ISBN 9788525046161
  5. Louis-Frédéric.Fujiwara no Kamatari in Japan Encyclopedia (em inglês). Cambridge: Harvard University Press Reference Library, 2005. pp. 203. ISBN 0674017536.