Classe Oliver Hazard Perry

Classe Oliver Hazard Perry
O Oliver Hazard Perry líder da classe
Origem    Bandeira da marinha que serviu
Operador(es)  Marinha dos Estados Unidos
 Marinha Real Australiana
 Força Naval Real do Bahrein
 Marinha da República da China
 Marinha do Egito
 Marinha do Paquistão
 Marinha da Polônia
 Armada Espanhola
 Forças Navais Turcas
Construtor(es) Bath Iron Works
Todd Pacific Shipyards (San Pedro)
Todd Pacific Shipyards (Seattle)
Australian Marine Engineering Consolidated
Bazán
China Shipbuilding
Precedida por Classe Brooke
Sucedida por Classe Freedom
Classe Independence
Subclasses Classe Adelaide
Classe Santa Maria
Classe Cheng Kung
Unidade inicial USS Oliver Hazard Perry (FFG-7)
Unidade final USS Ingraham (FFG-61)
Lançamento 1976
Período de construção 1975-2004
Em serviço 1977-presente
Construídos 71
Ativos 8 (Turquia)
4 (Egito)
2 (Polônia)
1 (Paquistão)
6 (Espanha)
10 (Taiwan)
1 (Barém)
2 (Chile)
Características gerais
Tipo Fragata
Deslocamento 4 200 t (9 260 000 lb)
Comprimento 138 m (453 ft)
Boca 14 m (45,9 ft)
Calado 6,7 m (22,0 ft)
Propulsão 2 x turbinas a gás General Electric LM2500-30
2 x unidades de propulsão auxiliar
1 x eixo com hélice de passo variável
41 350 hp (30 800 kW) (combinada)
Velocidade +24 kn (44,4 km/h)
Autonomia 4 500 m.n. (8 330 km) à 20 kn (37,0 km/h)
Armamento Ver texto
Tripulação 176

A Classe Oliver Hazard Perry é uma classe de fragatas construídas inicialmente para a Marinha dos Estados Unidos. Recebeu seu nome em honra ao comodoro Oliver Hazard Perry, o herói da Batalha do Lago Erie. Desenhadas na década de 1970, deveria ser um navio de escolta de multipropósito, barato de se construir e manter, além de ser de fácil produção para substituir os obsoletos contratorpedeiros que estavam na ativa desde a Segunda Guerra Mundial e também para complementar a classe de fragatas Knox. No geral, o plano "frota alta baixa" do almirante Elmo Zumwalt, estas fragatas foram os navios de baixa capacidade com os da Classe Spruance como os navios de alta capacidade. Destinando-se a proteger forças de desembarque anfíbias, substituir e repor grupos de batalha navais e comboios mercantes de porta-aviões e submarinos, eles também eram uma parte importante dos grupos de ação centrados nos couraçados e grupos de batalha dos porta-aviões.[1] Cerca de 55 destas fragatas foram construídas nos Estados Unidos: 51 para a marinha norte-americana e outros quatro para a Marinha Real Australiana. Além disso, outras oito embarcações foram construídas sob licença em Taiwan, seis na Espanha e dois na Austrália para suas próprias marinhas. A partir da década de 1990, os Estados Unidos começou a se desfazer das embarcações desta classe, muito devido a defasagem tecnológica, vendendo-os ou doando-os para nações aliadas Barém, Egito, Polônia, Paquistão, Taiwan e Turquia.

O USS Taylor, em janeiro de 2014

Os primeiros dos 51 navios da Classe Oliver Hazard Perry construídos para a marinha dos Estados Unidos entraram em serviço em 1977 e o último, o USS Simpson, foi descomissionado em setembro de 2015.[2] As embarcações aposentadas foram colocadas na reserva ou vendidas para nações aliadas. Algumas destas fragatas, como o USS Duncan (14,6 anos de serviço) tiveram carreiras bem curtas, enquanto outras ficaram mais de 30 anos no serviço ativo, com algumas passando dos quarenta anos em atividade em marinhas de países aliados.[3][4]

EspecificaçõesEditar

Fragatas da classe Oliver Hazard PerryEditar

Navios da classe nos Estados UnidosEditar

Navios da classe na AustráliaEditar

Navios da classe na EspanhaEditar

Navios da classe em TaiwanEditar

Referências

  1. Wiggins, James F (Agosto de 2000). Defense Acquisitions: Comprehensive Strategy Needed to Improve Ship Cruise Missile Defence. [S.l.]: United States General Accounting Office. ISBN 978-0-7567-0302-8. Consultado em 26 de fevereiro de 2021  pp.42
  2. «US Navy decommissions last Oliver Hazard Perry-class frigate USS Simpson». Baval-technology.com. 30 de setembro de 2015. Consultado em 16 de fevereiro de 2019 
  3. Vergakis, Brock. «Last deployment: All Navy frigates soon to be decommissioned». Associated Press. Consultado em 7 de janeiro de 2015 
  4. Rogoway, Tyler. «End Of The 'Ghetto Navy' Is In Sight As Last USN Frigate Cruise Begins». Fox Trot Alpha. Consultado em 10 de janeiro de 2014 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.