Classe Riachuelo (1883)

A Classe Riachuelo[nota 1] foi uma classe naval de encouraçados de esquadra operada pela Armada Imperial Brasileira, equipada com alguns dos mais poderosos navios de seu tempo. Era composta por duas embarcações: Riachuelo e Aquidabã. A construção dos encouraçados começou entre 1881 e 1883, nos estaleiros de Samuda and Brothers, Inglaterra, e foi finalizada entre 1884 e 1885. A aquisição destas embarcações se deu devido à urgência que o Império do Brasil tinha em adquirir navios encouraçados para fazer face as outras nações europeias.[2][3][4][5]

Classe Riachuelo
Encouraçado Riachuelo
Visão geral  Brasil
Nome Classe Riachuelo
Operador(es) Armada Imperial Brasileira
Construtor(es) Samuda and Brothers
Data de encomenda 1881
Precedida por Classe Independência
Sucedida por Classe Deodoro
Unidade inicial Riachuelo
Unidade final Aquidabã
Lançamento 1883 e 1885
Período de construção 1881-1885
Em serviço 1884-1910
Planejados 2
Construídos 2
Características gerais (Riachuelo)
Tipo Encouraçado
Deslocamento 6,100 t (13 400 lb)
Comprimento 97,72 m (321 ft)
Boca 15,25 m (50,0 ft)
Calado 5,94 m (19,5 ft)
Propulsão vela, com três mastros armado em Barca
8 caldeiras cilíndricas a carvão
2 máquinas combinadas de três cilindros a vapor
6,000 hp (4,47 kW)
Velocidade 16 kn (29,6 km/h)
Armamento 4 canhões de 229 mm (9,0 in)
6 canhões de 140 mm (5,5 in)
15 metralhadoras
5 tubos lança-torpedos
Tripulação 350 praças e oficiais
Características gerais (Aquidabã)
Tipo Encouraçado
Deslocamento 5,029 t (11 100 lb)
Comprimento 85,40 m (280 ft)
Boca 15,86 m (52,0 ft)
Calado 5,49 m (18,0 ft)
Propulsão vela, com três mastros armado em Barca
8 caldeiras cilíndricas a carvão
2 máquinas combinadas de três cilindros a vapor
4,500 hp (3,36 kW)
Armamento 4 canhões de 229 mm (9,0 in)
4 canhões de 140 mm (5,5 in)
11 metralhadoras de 25 mm (0,98 in)
5 metralhadoras de 11 mm (0,43 in)
5 tubos lança-torpedos
Tripulação 350 praças e oficiais

Notas

  1. Oficialmente, a Marinha do Brasil nunca considerou os encouraçados Aquidabã e Riachuelo pertencentes à alguma classe, tampouco que fossem da mesma classe.[1]

Referências

  1. Brasil, Serviço de Documentação Geral da Marinha (2001). «A Marinha Imperial - 1870 a 1889». História Naval Brasileira. 4. Rio de Janeiro: SDGM 
  2. «NGB - Encouraçado de Esquadra Aquidabã». www.naval.com.br. Consultado em 10 de maio de 2021 
  3. «NGB - Encouraçado de Esquadra Riachuelo». www.naval.com.br. Consultado em 10 de maio de 2021 
  4. Lima Duarte, Almirante José Rodrigues (1880). «Relatório apresentado à Assembleia Geral Legislativa na 3.ª Sessão da 17.ª Legislatura» (PDF). Ministério da Marinha: 22. Consultado em 9 de maio de 2021 
  5. Gibbons, Tony (1983). The complete encyclopedia of battleships and battlecruisers : a technical directory of all the world's capital ships from 1860 to the present day. Londres: Salamander Books. pp. 112–113. ISBN 978-08-61011-42-1