Abrir menu principal
Claude de Vin des Œillets
Mademoiselle des Œillets
Retrato por Pierre Mignard.
Descendência Louise de Maisonblanche
Nascimento 1637
  Provença, França
Morte maio de 1687 (50 anos)
  Paris, França
Pai Nicolas de Vin
Mãe Louise Faviot

Claude de Vin des Œillets, conhecida como Mademoiselle des Œillets (Provença, 1637 - Paris, maio de 1687), foi a fiel dama de companhia de Madame de Montespan, à época amante do Rei Luís XIV de França. Ela era filha de Nicolas de Vin e de Louise Faviot.

Foi acusada, durante o episódio conhecido como "O Caso dos Venenos", de ter participado de Missas Negras representando sua patroa. Protegida pelo rei e por Colbert, ela não foi incomodada mas estas acusações contribuíram para afastar o Rei da marquesa de Montespan. Acabou seus dias em seu hôtel particular da Rua Montmartre, em Paris, onde levou uma vida retirada a partir de 1678, com um certo luxo, servidores e carruagens. Ela era também proprietária do Castelo de Suisnes, perto de Brie-Comte-Robert, que lhe servia de casa de campo.

Teve uma filha de Luís XIV por volta de 1676: Louise de Maisonblanche, que foi educada com o maior cuidado por sua mãe, casou-se e depois morreu, em 1718. Luís XIV nunca a reconheceu.

BibliografiaEditar

  • (em francês) Jean Lemoine, La Des Œillets, une grande comédie, une maîtresse de Louis XIV, Paris, Perrin, 1938
  • (em francês) Maurice Rat, La royale Montespan - chapitre X, la Desoeillets, Paris, Plon, 1959
  Este artigo sobre um nobre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Claude de Vin des Œillets