Abrir menu principal
Clay Guida
Clay Guida.png
Clay Guida
Informações
Nascimento 8 de dezembro de 1981 (38 anos)
Round Lake, Illinois
Nacionalidade norte-americano
Outros nomes The Carpenter (O Carpinteiro)
Parentes notáveis Jason Guida (irmão)
Altura 1,70 m[1]
Peso 70 kg
Envergadura 178 cm
Modalidade Wrestling, muay thai e boxe
Organização(ões) Midwest Training Center[2]
Graduação      Faixa branca em Jiu-jítsu brasileiro
     Faixa preta em gaidojutsu[3]
Cartel nas artes marciais mistas
Total 51
Vitórias 34
Por nocaute 5
Por finalização 15
Por decisão 13
Outros 1
Derrotas 17
Por nocaute 2
Por finalização 8
Por decisão 6
Outros 1
Ligações externas
Página oficial:
Cartel no MMA pelo Sherdog
última atualização: 1 de fevereiro de 2018

Clayton Charles Guida (Round Lake, 8 de dezembro de 1981), é um lutador de MMA lutando atualmente no UFC como um peso leve. Guida foi o primeiro campeão dos pesos leves do Strikeforce. Seu irmão mais velho Jason Guida também é um lutador de MMA.

Carreira no MMAEditar

Clay encontrou sua paixão por esportes de combate através do wrestling na escola secundária. Este era seu uníco interesse em William Rainey Harper College, em Chicago, Illinois, ele ajudou sua equipe a ganhar um título nacional. Guida atualmente treina no Midwest Training Center MMA em Schaumburg, Illinois e Greg Jackson's MMA Academy, em Albuquerque, Novo México. Após lutar em eventos pequenos, Guida se tornou campeão dos pesos Leves do Strikeforce ao vencer Josh Thomson, infelizmente na sua primeira defesa de título perdeu o cinturão para Gilbert Melendez. Guida teve uma pequena passada pelo WEC vencendo Joe Martin por decisão unânime. Mas a carreira de Clay estourou na vitória sobre Justin James no UFC 64.

UFCEditar

Guida é famoso por sua insistente pressão e resistência quase infinita[4], e na sua primeira grande luta no UFC contra Tyson Griffin ele mostrou isso, mesmo levando desvantagem em tanto em pé quando no chão, Guida caminhava para frente e tomava a iniciativa sempre no combate. Mesmo perdendo os três rounds claramente, Guida perdeu apenas por decisão dividida (29–28, 28–29, 29–28). Pela emoção envolvida na luta Guida faturou juntamente com Griffin o prêmio de "Luta da Noite". Na luta seguinte de Guida, ele enfrentou o brasileiro Marcus Aurélio no UFC 74, em uma luta muito parelha, Guida venceu por decisão dividida. No final de 2007, Guida aceitou enfrentar o famoso Roger Huerta no The Ultimate Fighter 6 Finale, em uma luta muito controversa Guida foi finalizado por um mata-leão no 3º round.

Buscando reabilitação na divisão, Guida encarou o francês Samy Schiavo no UFC Fight Night 13, mostrando a evolução no seu jogo, Guida venceu por nocaute técnico aos 4:15 do primeiro round. Guida voltou ao octógono no UFC Fight Night 15, onde derrotou Mac Danzig campeão do The Ultimate Fighter 6 por decisão unânime. Tentando manter a sequência de vitórias, Guida voltou a enfrentar um campeão do The Ultimate Fighter, Nate Diaz, que era visto pela maioria da impressa como favorito, já que era muito mais alto (cerca de 18 cm) e vinha que 5 vitórias seguidas sendo 4 por finalização. No combate previsto para o UFC 94: Georges St-Pierre vs. BJ Penn 2, Guida mostrou toda sua energia tomando a iniciativa do combate, derrubando Diaz e aplicando o ground 'n pound seguro para evitar as tentativas de finalização de Diaz na guarda. Quando a luta retornava em pé Diaz conseguia controlar a luta. Em uma luta muito dura, Guida venceu por decisão dividida. Após a luta, Guida ganhou pela segunda vez o prêmio de melhor "Luta da Noite".

Sanchez vs. GuidaEditar

Em 20 de junho de 2009, Guida encarou Diego "Nightmare" Sanchez na final do The Ultimate Fighter: Estados Unidos vs Reino Unido Finale. Antes da luta durante a pesagem os dois lutadores se provocavam tanto que seguranças tiveram que segura-los.

O clima de guerra havia chegado ao octógono, logo ao soar do gongo, Sanchez saiu correndo do seu corner e desferiu incontáveis jabs e uppercuts durante o primeiro minuto, Guida tendo se defender como podia, na sequência Sanchez acertou algumas joelhadas e mais tarde derrubou seu adversário com um pontapé na cabeça. No segundo round Sanchez continuo mantendo o ritmo, entretanto Guida acertou excelentes golpes. No último round aluta foi para trocação franca entre os dois. Depois de uma guerra, Sanchez venceu por decisão dividida.

O combate recebeu o prêmio de Melhor "Luta da Noite". A luta passou a ganhar "Fight of the Year" por diversas revistas de MMA e do UFC, até receber o prêmio World MMA Awards como melhor "Luta do Ano", um prêmio de muito prestígio.

Em 12 de dezembro de 2009, ele lutou contra o top da divisão dos pesos leves, Kenny Florian no UFC 107. Guida chegou muito confiante a luta, já no combate Guida começou acelerado trocando golpes com Florian, Florian aproveitando uma situação de clinch, acertou uma cotovelada que cortou a cabeça de Guida que ficou com seu rosto todo ensanguentado, curiosamente quando o árbitro interrompeu a luta e mandou Guida ser atendido por um médico, ele soltou o seu famoso e consagrado arroto, que fez os narradores oficiais do UFC, a torcida e até o árbitro darem uma gargalhada. No segundo round voltando com foco na luta, Guida tentou manter a trocação com Florian que acertou um forte direto de encontro que levou Guida ao chão, na sequência aproveitando a situação Florian finalizou Guida com uma mata-leão.

Recomeço na DivisãoEditar

Guida era esperado para enfrentar o ex-campeão dos pesos leves Sean Sherk em 21 março de 2010 no UFC Live: Vera vs Jones[5], mas Sherk foi forçado a se retirar do card devido uma lesão. Shannon Gugerty foi designado a ser o substituto de Sherk, no card preliminar do evento[6]. No evento, Guida derrotou Gugerty aos 3:40 do segundo round por finalização com um katagatame, terminando assim a série de derrotas consecutivas. Guida ainda faturou pela primeira vez o prêmio de melhor "Finalização da Noite".

Guida então aceitou participar do card Brasil vs. Estados Unidos do UFC 117 em 7 de agosto de 2010, enfrentando Rafael dos Anjos[7]. No combate Guida acertou um forte gancho na lateral do rosto de Rafael que fraturou a mandíbula, Rafael ainda se sustentou a dor no primeiro round. No segundo round após uma queda Guida pressionou o rosto de Rafael contra a grade forçando o brasileiro a desistir da luta.[8]

Guida enfrentou o japonês ex-campeão e estrela do Pride, Takanori Gomi no UFC 125 em 1 de Janeiro de 2011. No combate Guida usou bem a sua movimentação lateral energética para manter a distância dos fortes golpes do japonês, aproveitando a pouca movimentação de seu adversário, Guida acertou um forte chute na cabeça e acertou uma boa sequência em Gomi. No segundo round, Guida mostrando sua energia conseguiu derrubar Gomi, na meia guarda Guida tentou encaixar uma guilhotina e percebendo que podia executar o golpe, Guida ofereceu a raspagem a seu adversário e após a raspagem de Gomi, Guida ajustou a guilhotina e acabou finalizando seu adversário. Após a incrível finalização, Guida recebeu o prêmio de "Finalização da Noite". Na conferência de imprensa pós luta, Guida declarou que esta pronto por uma luta pelo cinturão ou uma luta pela vaga de desafiante número 1 na divisão dos pesos Leves.[9]

Guida voltou ao octógono no The Ultimate Fighter 13 Finale, para encarar o último campeão dos Pesos Leves do WEC, Anthony Pettis. Pettis era no momento o desafiante nº1 ao cinturão dos Pesos Leves, e abriu mão de esperar o vencedor da luta entre o campeão dos Pesos Leves do UFC Frankie Edgar contra o desafiante Gray Maynard, para enfrentar Guida. Guida começou o combate de forma típica com muita movimentação, tendo respeito pela forte trocação de Pettis, Guida preferiu colocar o adversário para baixo, onde levou boa vantagem, conseguindo controlar a luta no chão. Pettis tentou encaixar um triângulo com uma Chave de Braço em Guida, que executou um rolamento perfeito fugindo da finalização. Nos três rounds, Guida impôs seu jogo e controlou Pettis, que não ofereceu muito perigo. No final, Guida venceu por decisão unânime (30-27, 30-27, 30-27)[10]. Na entrevista pós-luta, Guida afirmou-se pronto para uma disputa de cinturão e se o UFC der a oportunidade, ele estará pronto. Na coletiva de imprensa do evento, o presidente do UFC Dana White falou que Guida só está atrás de Gray Maynard e Jim Miller para uma disputa de cinturão[11].

Então Guida enfrentou Ben Henderson no UFC on Fox: Velasquez vs. Dos Santos pela chance de disputar o cinturão mas foi derrotado por decisão unânime (29–28, 30–27, 30–27).

Com a derrota Guida foi escalado para lutar contra Gray Maynard no UFC on FX: Maynard vs. Guida e foi derrotado por decisão dividida (48-47, 47-48, 48-47).

Mudança para o Peso PenaEditar

Guida fez sua estréia na divisão dos Penas contra Hatsu Hioki no UFC on Fox: Johnson vs. Dodson, Guida venceu por decisão dividida (28-29, 30-27 e 29-28).

Guida era esperado para enfrentar Chad Mendes no UFC on Fox: Henderson vs. Melendez, porém uma lesão o tirou do card, sendo substituído por Darren Elkins.

A luta contra Mendes foi remarcada para o UFC 164 e Guida perdeu por nocaute técnico no terceiro round. Essa foi a primeira vez que Guida foi nocauteado em sua carreira profissional no MMA.

Guida enfrentou o veterano japonês Tatsuya Kawajiri em 11 de Abril de 2014 no UFC Fight Night: Nogueira vs. Nelson. Guida venceu por decisão unânime, na luta que foi considerada a Luta da Noite.

Guida foi novamente derrotado, dessa vez foi finalizado por Dennis Bermudez em 26 de Julho de 2014 no UFC on Fox: Lawler vs. Brown.

Guida enfrentou Robbie Peralta em 4 de Abril de 2015 no UFC Fight Night: Mendes vs. Lamas e venceu por decisão unânime.

Guida enfrentou Thiago Tavares em 7 de Novembro de 2015 no UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson III. Guida foi derrotado por finalização em apenas 40 segundos de luta.

Cartel no MMAEditar

Res. Cartel Oponente Método Evento Data Round Tempo Local Notas
Derrota 35-19   Jim Miller Finalização Técnica (guilhotina) UFC on ESPN: Covington vs. Lawler 03/08/2019 1 0:58   Newark, Nova Jersey
Vitória 35-18   BJ Penn Decisão (unânime) UFC 237: Namajunas vs. Andrade 11/05/2019 3 5:00   Rio de Janeiro
Derrota 34-18   Charles Oliveira Finalização (guilhotina) UFC 225: Whittaker vs. Romero II 09/06/2018 1 2:18   Chicago, Illinois
Vitória 34-17   Joe Lauzon Nocaute Técnico (socos e cotoveladas) UFC Fight Night: Poirier vs. Pettis 11/11/2017 1 1:07   Norfolk, Virginia
Vitória 33-17  Erik Koch Decisão (unanime) UFC Fight Night: Chiesa vs. Lee 25/06/2017 3 5:00  Oklahoma City, Oklahoma, Retornou ao peso leve.
Derrota 32-17   Brian Ortega Nocaute Técnico (joelhada) UFC 199: Rockhold vs. Weidman II 04/06/2016 3 4:40   Inglewood, California
Derrota 32-16   Thiago Tavares Finalização (guilhotina) UFC Fight Night: Belfort vs. Henderson III 07/11/2015 1 0:39   São Paulo
Vitória 32-15   Robbie Peralta Decisão (unânime) UFC Fight Night: Mendes vs. Lamas 04/04/2015 3 5:00   Fairfax, Virginia
Derrota 31-15   Dennis Bermudez Finalização (mata-leão) UFC on Fox: Lawler vs. Brown 26/07/2014 2 2:57   San Jose, California
Vitória 31-14   Tatsuya Kawajiri Decisão (unânime) UFC Fight Night: Nogueira vs. Nelson 11/04/2014 3 5:00   Abu Dhabi Luta da Noite.
Derrota 30-14   Chad Mendes Nocaute Técnico (socos) UFC 164: Henderson vs. Pettis II 31/08/2013 3 0:30   Milwaukee, Wisconsin
Vitória 30-13   Hatsu Hioki Decisão (dividida) UFC on Fox: Johnson vs. Dodson 26/01/2013 3 5:00   Chicago, Illinois Estréia nos Penas.
Derrota 29-13   Gray Maynard Decisão (dividida) UFC on FX: Maynard vs. Guida 22/06/2012 5 5:00   Atlantic City, New Jersey
Derrota 29-12   Ben Henderson Decisão (unânime) UFC on Fox: Velasquez vs. Dos Santos 12/11/2011 3 5:00   Anaheim, California Pela vaga de desafiante Nº1 ao Título dos Leves.
Vitória 29-11   Anthony Pettis Decisão (unânime) The Ultimate Fighter 13 Finale 04/06/2011 3 5:00   Las Vegas, Nevada
Vitória 28-11   Takanori Gomi Finalização (guilhotina) UFC 125: Resolution 01/01/2011 2 4:27   Las Vegas, Nevada Finalização da Noite.
Vitória 27-11   Rafael dos Anjos Finalização (mandíbula quebrada) UFC 117: Silva vs Sonnen 07/08/2010 3 1:51   Oakland, California
Vitória 26-11   Shannon Gugerty Finalização (triângulo de braço) UFC on Versus 1: Vera vs. Jones 21/03/2010 2 3:40   Broomfield, Colorado Finalização da Noite.
Derrota 25-11   Kenny Florian Finalização (mata-leão) UFC 107: Penn vs. Sanchez 12/12/2009 2 2:19   Memphis, Tennessee
Derrota 25-10   Diego Sanchez Decisão (dividida) The Ultimate Fighter: EUA vs. UK Finale 20/06/2009 3 5:00   Las Vegas, Nevada Luta da Noite; Luta do Ano(2009).
Vitória 25–9   Nate Diaz Decisão (dividida) UFC 94: St-Pierre vs. Penn 2 31/01/2009 3 5:00   Las Vegas, Nevada Luta da Noite.
Vitória 24–9   Mac Danzig Decisão (unânime) UFC Fight Night: Diaz vs. Neer 17/09/2008 3 5:00   Omaha, Nebraska
Vitória 23–9   Samy Schiavo Nocaute Técnico (golpes) UFC Fight Night: Florian vs. Lauzon 02/04/2008 1 4:15   Broomfield, Colorado
Derrota 22–9   Roger Huerta Finalização (mata-leão) The Ultimate Fighter 6 Finale 08/12/2007 3 0:51   Las Vegas, Nevada Luta da Noite.
Vitória 22–8   Marcus Aurélio Decisão (dividida) UFC 74: Respect 25/08/2007 3 5:00   Las Vegas, Nevada
Derrota 21–8   Tyson Griffin Decisão (dividida) UFC 72: Victory 16/06/2007 3 5:00   Belfast, Irlanda do Norte Luta da Noite.
Derrota 21–7   Din Thomas Decisão (unânime) UFC Fight Night: Evans vs. Salmon 25/01/2007 3 5:00   Hollywood, Florida Luta da Noite.
Vitória 21–6   Justin James Finalização (mata-leão) UFC 64: Unstoppable 14/10/2006 2 4:42   Las Vegas, Nevada Estreia no UFC.
Vitória 20–6   Joe Martin Decisão (unânime) WEC 23: Hot August Fights 17/08/2006 3 5:00   Lemoore, California
Derrota 19–6   Yusuke Endo Finalização (chave de braço) Shooto 2006 – 7/21 in Korakuen Hall 21/07/2006 1 2:47   Tóquio
Derrota 19–5   Gilbert Melendez Decisão (dividida) Strikeforce: Revenge 09/06/2006 5 5:00   San Jose, California Perdeu o Cinturão Peso Leve do Strikeforce
Vitória 19–4   Josh Thomson Decisão (unânime) Strikeforce: Shamrock vs. Gracie 10/03/2006 5 5:00   San Jose, California Ganhou o Cinturão Peso Leve do Strikeforce
Derrota 18–4   Tristan Yunker Finalização (mata-leão) KOTC – Redemption on the River 17/02/2006 1 1:17   San Jose, California
Vitória 18–3   Joe Jordan Decisão (unânime) XFO 8 – Xtreme Fighting Organization 8 10/12/2005 3 5:00   Moline, Illinois
Vitória 17–3   Jeff Carsten Nocaute Técnico (contusão) IHC 9 – Purgatory 19/11/2005 1 3:01   Hammond, Indiana
Vitória 16–3   Dave Cochran Finalização (mata-leão) KOTC – Xtreme Edge 17/09/2005 1 2:26   Indianapolis, Indiana
Vitória 15–3   John Strawn Finalização (estrangulamento) XFO 7 – Xtreme Fighting Organization 7 27/08/2005 2 3:12   Island Lake, Illinois
Vitória 14–3   Jay Estrada Finalização (mata-leão) Combat – Do Fighting Challenge 4 13/08/2005 1 N/A   Illinois
Vitória 13–3   Bart Palaszewski Decisão (unânime) XFO 6 – Judgement Day 25/06/2005 3 5:00   Lakemoor, Illinois
Vitória 12–3   Alonzo Martinez Finalização (estrangulamento) XKK – Des Moines 20/05/2005 3 N/A   Des Moines, Iowa
Vitória 11–3   Chris Mickle Decisão XKK – Des Moines 20/05/2005 3 5:00   Des Moines, Iowa
Vitória 10–3   Alex Carter Finalização Combat – Do Fighting Challenge 3 14/05/2005 1 2:54   Illinois
Vitória 9–3   Brandon Adamson Finalização (mata-leão) XFO 5 – Xtreme Fighting Organization 5 19/03/2005 1 3:02   Lakemoor, Illinois
Vitória 8–3   Billy Guardiola[12] Finalização (chave de tornozelo) Combat – Do Fighting Challenge 2 05/02/2005 N/A N/A   Illinois
Vitória 7–3   Dennis Davis Nocaute MMA México – Day 2 18/12/2004 1 N/A   Ciudad Juárez
Vitória 6–3   Vito Woods Finalização (guilhotina) XFO 4 – Xtreme Fighting Organization 4 03/12/2004 2 1:19   McHenry, Illinois
Vitória 5–3   Randy Hauer Nocaute Técnico EC 60 – Extreme Challenge 60 12/11/2004 1 2:25   Medina, Minnesota
Vitória 4–3   Billy Guardiola Finalização (chave de tornozelo) Combat – Do Fighting Challenge 1 23/10/2004 1 N/A   Cicero, Illinois
Derrota 3–3   Gabe Lemley Finalização (chave de braço) XFO 2 – New Blood 26/06/2004 2 0:33   Fontana-on-Geneva Lake, Wisconsin
Vitória 3–2   Jed Deno Finalização (Estrangulamento) UCS 2 – Battle at the Barn 01/05/2004 1 3:35   Rochester, Minnesota
Vitória 2–2   Shawn Nolan N/A XKK – Clash in Curtiss 5 03/04/2004 N/A N/A   Curtiss, Wisconsin
Derrota 1–2   Dan Duke N/A XKK – Clash in Curtiss 5 03/04/2004 N/A N/A   Curtiss, Wisconsin
Vitória 1–1   Adam Bass Finalização (mata-leão) XFO 1 – The Kickoff 14/03/2004 1 N/A   Lake Geneva, Illinois
Derrota 0–1   Adam Copenhaver Finalização (estrangulamento) SC 17 – Silverback Classic 17 26/07/2003 1 N/A   Ottawa, Illinois

Referências

Ligações externasEditar