Abrir menu principal

Close to You

álbum de The Carpenters
Disambig grey.svg Nota: Se procura a música de mesmo nome, veja (They Long to Be) Close to You.
Close to You
Álbum de estúdio de Carpenters
Lançamento 19 de agosto de 1970
Gravação 1970
Gênero(s) Pop
Duração 38:35
Formato(s) LP
Gravadora(s) A&M Records
Produção Jack Daugherty
Cronologia de Carpenters
Ticket to Ride
(1969)
Carpenters
(1971)

Close to You (A&M SP 4271) é o segundo álbum de estúdio do duo norte-americano Carpenters, lançado em 1970. Em 2003, este álbum foi colocado na 175ª colocação entre 500 melhores álbuns da história da revista Rolling Stone. O álbum contém os sucessos "We've Only Just Begun" e "(They Long to Be) Close to You", sendo este último o primeiro grande sucesso da dupla.

ExplicaçãoEditar

Richard Carpenter, analisando este álbum diz, no sítio dedicado ao duo:

Nossa canção de estreia "Ticket to Ride" ficou nas paradas por vários meses e teve seu apogeu na posição 54. Isto nos mostrava como uma promessa, já que muitas canções lançadas sequer atingiam as paradas, mas não estimulou a venda de muitos álbuns "Offering". Não obstante, Herb Alpert continuou a manter a fé e nós começamos a gravar um segundo álbum, que teria como canções principais "Love is Surrender" e "I'll Never Fall in Love Again". Isto foi antes que "Close to You" chamasse a nossa atenção.

No final de 1969, Burt Bacharach ouviu nossa versão de Ticket to Ride. Isto levou a que Burt nos pedisse para abrir um espetáculo beneficente que ele estava fazendo em 24 de fevereiro de 1970 e fizesse um pot-pourri de suas canções das quais eu faria o arranjo. Herb trouxe uma obscura canção de Bacharach e Hal David para mim, chamada "They Long To Be Close To You". Eu fiz os arranjos à minha maneira mas senti que não se ajustava àquele pot-pourri. Herb sentiu que deveríamos incluí-la no novo álbum. "Close to You" foi lançada em 15 de maio de 1970 e em seis semanas estava no topo das paradas. O álbum também contém "We've Only Just Begun". Composta por Roger Nichols e Paul Williams para um comercial televisivo de um banco, essa música chamou minha atenção após vê-la poucas vezes. Tornou-se nossa terceira canção (segunda a obter o disco de ouro) e por fim nossa canção-assinatura. Também estão no álbum "Help!", e quatro canções que eu e John Bettis compusemos enquanto ainda estávamos na faculdade: “Crescent Noon”, “Mr. Guder”, “Maybe It’s You” e “Another Song”. Outras canções que considero marcantes são: “Baby It’s You” e “Reason To Believe”.[1]

FaixasEditar

DescriçõesEditar

We've Only Just BegunEditar

We've Only Just Begun originalmente foi lançada como jingle para um comercial de televisão para Crocker Citizen's Bank em 1970, composta por Paul Williams e Roger Nichols. O comercial mostrava um casal no dia do casamento e começando a vida juntos. Richard Carpenter decidiu que seria um grande sucesso para o próximo álbum, "Close to You". Em agosto de 1970, a canção tornou-se o segundo sucesso dos Carpenters certificado com disco de ouro pela RIAA. Richard considera esta como a canção-tema do duo.

Love Is SurrenderEditar

Originalmente escrita por Ralph Carmichael para o musical cristão "Tell It Like It Is", Love Is Surrender foi uma canção ouvida por Richard e Karen durante a adolescência dos dois. Vários dos versos manifestamente cristãos foram modificados para a versão, notavelmente "Without Him, love is not to be found" (Sem Ele, o amor não está para ser encontrado) para "Without love you are not to be found" (Sem amor você não está para ser encontrado) e "Love is surrender to His will" (O amor é entrega à vontade d'Ele) para "Love is surrender if you care" (O amor é entrega se você se importar). O arranjo é baseado numa versão de Carmichael do álbum "I Looked For Love". A canção original de Carmichael tinha andamentoo, mas Richard acelerou-a e acrescentou percussão extra.

Maybe It's YouEditar

Maybe It's You é uma canção escrita por Richard Carpenter e John Bettis para a antiga banda da qual os dois e Karen participavam, Spectrum. É uma canção com um solo de oboé por Doug Strawn.

Reason to BelieveEditar

Reason to Believe é uma canção composta por Tim Hardin na década de 1960. Rod Stewart fez uma versão dela em 1971, embora tenha sido apenas o Lado B de seu grande sucesso Maggie May. Os Carpenters gostaram e Karen disse durante um espetáculo ao vivo que a razão pela qual eles gostavam da música foi o fato de ter sido uma das primeiras canções que os Carpenters tocaram como um grupo.[2]

Help!Editar

 Ver artigo principal: Help!

Help! é uma canção escrita por John Lennon e Paul McCartney no início de 1965. Richard declarou que se inspirou em três "Bs": The Beatles, The Beach Boys e Burt Bacharach. Os Carpenters fizeram três versões de músicas dos Beatles ("Ticket to Ride," "Help" e "Can't Buy Me Love"). Também incluíram uma versão dos Beach Boys: Fun, Fun, Fun no álbum Now & Then, assim como gravaram algumas músicas de Burt Bacharach.

(They Long to Be) Close to YouEditar

 Ver artigo principal: (They Long to Be) Close to You

(They Long to Be) Close to You foi a primeira composição de Burt Bacharach e Hal David da qual os Carpenters fizeram uma versão. A canção foi lançada algumas vezes durante da década de 1960, mas nunca obteve muito sucesso até que Karen e Richard fizessem uma versão dela. Por fim tornou-se o primeiro sucesso da dupla certificado com disco de ouro pela RIAA, assim como o primeiro sucesso a atingir o Top 10 da Billboard Hot 100. Atingiu o topo das paradas e nele ficou por quatro semanas consecutivas, tornando-se a canção icônica dos Carpenters.

Baby It's YouEditar

 Ver artigo principal: Baby It's You

Baby It's You é uma canção composta por Burt Bacharach, Barney Williams e Hal David. Foi cantada por Richard e Karen em 1970, tendo sido apresentada no programa de televisão da dupla "Make Your Own Kind of Music".

I'll Never Fall in Love AgainEditar

I'll Never Fall in Love Again é a terceira canção consecutiva de Burt Bacharach deste álbum. Foi incluída no pot-pourri no ano seguinte, no álbum "Carpenters". De acordo com Tom Riddle de "Your Navy Presents", há 29 harmonias vocais nesta canção. Originalmente parte do musical w:en:Promises, Promises, de 1968, esta canção levou Dionne Warwick a ter um sucesso no Top 10 em janeiro de 1970.

Crescent NoonEditar

Originalmente apresentada por Karen e Richard no coral da Universidade do estado da Califórnia em Long Beach em 1969, Crescent Noon é uma canção composta por Richard Carpenter e John Bettis. A música descreve os meses sombrios do outono e do inverno.

Mr. GuderEditar

Esta canção foi dedicada ao chefe de Richard Carpenter e John Bettis na Disneylândia, Vic Guder. Uma espécie de provocação tardia ao homem que demitiu os dois. Eles foram contratados para tocar canções antigas ao piano e no banjo numa parte do parque, a "Coke Corner" na Main Street U.S.A., mas persistiam em tocar música contemporânea.

Muitas das canções da dupla Carpenter/Bettis foram compostas no final da década de 1960 durante o período dos dois na Disneylândia.

I Kept On Loving YouEditar

Uma canção composta por Paul Williams e Roger Nichols, com Richard no vocal principal.

Another SongEditar

Another Song foi outra criação de Carpenter/Bettis, mas um tanto diferente das canções típicas dos Carpenters, sendo separada em duas partes: uma vocal (0:00-1:45) e outra instrumental (1:45-4:22). A canção começa com um prelúdio curto baseado na harmonia e no contorno melódico da parte I do oratório Messiah de George Frideric Handel, de 1742.

Referências

  1. Close to You Acessado em 31 de dezembro de 2008
  2. Live in Budokan, 1972