Club Atlético Nueva Chicago

O Club Atlético Nueva Chicago é um clube de futebol da Argentina sediado em Buenos Aires, mais precisamente, no bairro de Mataderos. Foi fundado em 1 de julho de 1911. A equipe atualmente disputa a Primera B Nacional (segunda divisão).[5]

Nueva Chicago
CANCH Oficial.png
Nome Club Atlético Nueva Chicago
Alcunhas Torito de Mataderos[1]
Verdinegro
Gigante[2][3]
Mascote Touro
Principal rival Almirante Brown
All Boys
Fundação 1 de julho de 1911 (111 anos)
Estádio República de Mataderos
Capacidade 29 000 pessoas[4]
Localização Buenos Aires, Argentina
Presidente Hugo Bellón
Treinador(a) Tomás Arrotea Molina
Competição Primera B Nacional
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

HistóriaEditar

No dia 1 de julho do ano de 1911, alguns jovens com idades entre 15 e 20 anos resolveram se unir para fundar uma nova instituição.[6] O nome escolhido para o clube faz referência ao bairro de Mataderos, local de sua fundação, que na época se chamava La Nueva Chicago, por conta de sua similaridade com a cidade norte-americana.[7] O bairro era um tradicional centro de indústrias de carne, pois ali havia um abatedouro de gado bovino, instalado em 1899, que ficava perto da sede do clube.

O Nueva Chicago fez sua estreia na Primeira Divisão no ano de 1919, ainda no amadorismo do futebol argentino. Após fazer constantes boas campanhas, o clube chegou a ser vice-campeão da competição no ano de 1925.

Seu primeiro título conquistado foi a Copa de Competencia Jockey Club de 1933, competição essa que é reconhecida pela AFA como precursora da Copa da Argentina.[8][9]

Entre idas e vindas pelas divisões do futebol argentino, o Nueva Chicago voltou a conquistar um título nacional em 1940, quando foi campeão da terceira divisão da época.

O clube só voltou a disputar a Primeira Divisão no ano de 1981, após vencer a Primera B Nacional.[10] Acabou sendo novamente rebaixado dois anos depois.

No século XXI, O Nueva Chicago só participou uma única vez da elite do Campeonato Argentino, no ano de 2015.[11]

SímbolosEditar

O Nueva Chicago teve mais de 17 escudos durante toda sua história, todos eles com as cores oficiais do clube, o Verdinegro.[6]

 
Justo Suárez, o Torito de Mataderos.

Um dos principais símbolos do clube foi o boxeador argentino Justo Suárez, famoso nos anos 30.[12] Ele tinha o apelido de Torito de Mataderos, alcunha essa que foi adotada pelo Nueva Chicago, já que Suárez era torcedor do clube.[13]

RivalidadesEditar

O principal rival do Nueva Chicago é o All Boys, do bairro de Floresta, com quem protagoniza o conhecido Superclásico del Ascenso. Os clubes já duelaram entre si em mais de 100 oportunidades, muitas delas válidas pela Primera B Nacional.[14][15]

O Nueva Chicago também possui como um de seus principais rivais o Almirante Brown, localizado na cidade de La Matanza, vizinha a Buenos Aires. As equipes disputam o chamado Clássico de La Matanza, um dos mais violentos do futebol argentino.[16][17]

TítulosEditar

Nacionais
Competição Títulos Temporadas
  Copa da Argentina 1 (1933) Copa de Competencia Jockey Club
  Primera B Nacional 2 1930 e 1981
  Primera B Metropolitana 2 1940 e 2013-14

Referências

  1. «El Torito de Mataderos». soloascenso.com.ar (em espanhol) 
  2. «"Las Batallas del Gigante"». diariopopular.com.ar (em espanhol) 
  3. «GIGANTE, UNO SOLO...». mundochicago.com.ar (em espanhol) 
  4. «Ficha Nueva Chicago». transfermarkt.es (em espanhol) 
  5. «Nueva Chicago live score, schedule and results - Football - SofaScore». www.sofascore.com. Consultado em 23 de junho de 2021 
  6. a b «NUEVA CHICAGO: Los inicios de la historia». www.soloascenso.com.ar (em espanhol). Consultado em 23 de junho de 2021 
  7. «Mataderos». Buenos Aires Ciudad - Gobierno de la Ciudad Autónoma de Buenos Aires (em espanhol). Consultado em 23 de junho de 2021 
  8. «Los campeones de las Copas Nacionales». Sitio Oficial de la Asociación del Fútbol Argentino (em espanhol). Consultado em 23 de junho de 2021 
  9. Volante, Developed by Mueva el. «Todos los ganadores de las Copas Nacionales». Copa Argentina / Web oficial de la Copa Argentina (em espanhol). Consultado em 23 de junho de 2021 
  10. «Los muchachos peronistas de Mataderos». Socompa (em espanhol). 4 de abril de 2019. Consultado em 23 de junho de 2021 
  11. «Campeonato Argentino 2015 :: ogol.com.br». www.ogol.com.br. Consultado em 23 de junho de 2021 
  12. Mataderos. «"Justo Suarez, el Torito de Mataderos" Vida del primer ídolo popular argentino». Buenos Aires Historia (em espanhol). Consultado em 23 de junho de 2021 
  13. «NUEVA CHICAGO: El Torito de Mataderos». www.soloascenso.com.ar (em espanhol). Consultado em 23 de junho de 2021 
  14. «Crónica | Chicago se quedó con el superclásico del ascenso». www.cronica.com.ar. Consultado em 23 de junho de 2021 
  15. Alcaraz, Lucas M. «La experiencia de Gomito Gomez para ganar el superclásico» (em espanhol). Consultado em 23 de junho de 2021 
  16. Amarilla, Doble. «Rareza: el único clásico argentino que se juega sin policías y con ambas hinchadas». Doble Amarilla (em espanhol). Consultado em 23 de junho de 2021 
  17. «Chicago festejó otro clásico frente a Brown - LA NACION». Buenos Aires. La Nación (em espanhol). ISSN 0325-0946. Consultado em 23 de junho de 2021