Abrir menu principal

Clube Atlético Assisense é um clube brasileiro de futebol do município de Assis, interior do estado de São Paulo. Foi fundado em 27 de março de 1995 e suas cores são o azul e branco.

Assisense
CAAssisense.jpg
Nome Clube Atlético Assisense
Alcunhas Falcão do Vale
Mascote Falcão
Principal rival VOCEM
Fundação 27 de março de 1995 (24 anos)
Estádio Antônio Viana Silva (Tonicão)
Capacidade 10.000 lugares
Localização Assis, Estado de São Paulo, Brasil
Presidente Fabio Mello
Competição São Paulo Campeonato Paulista - Segunda Divisão
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

HistóriaEditar

O clube foi fundado em 27 de março de 1995 como um clube amador, por pais de alunos da Escolinha de Futebol Peraltinha, que na época tinha uma parceria com o Cruzeiro, possuindo como cores oficiais o azul e branco, em homenagem ao clube mineiro e também à bandeira do município de Assis. Se profissionalizou em 2003, quando a equipe participou da Série B3 (sexto nível, sem equivalência atual) do Campeonato Paulista, sendo eliminada ainda na primeira fase. No ano seguinte, o Assisense ganhou corpo na cidade e um forte patrocínio, montando um elenco competitivo. Nas duas primeiras fases da Série B2 (quinta divisão), a equipe liderou seus grupos. O acesso à Série B1 era dado como certo. Mas na terceira e decisiva fase, o time pareceu ter sentido a pressão e decepcionou.

Por causa do baque de 2004, o Assisense não teve o mesmo apoio no ano seguinte, tanto por parte dos empresários, quanto da torcida. Novamente, o clube teve um bom início na competição estadual, sendo eliminado na segunda fase.

Em 2005, a Série B do Paulistão foi unificada e recebeu seu nome atual de Segunda Divisão. Desta forma, o Assisense passou do quinto para o quarto nível do futebol paulista. Naquele ano, o clube fez novamente uma boa campanha, sendo eliminado na segunda fase.

Em 2006, sem patrocínio, o time não conseguiu passar da primeira fase na Segunda Divisão. A história se repetiu em 2007, com a eliminação ainda na etapa inicial.

Entre 2006 e 2007, o Assisense passou a investir nas categorias de base, participando do Campeonato Paulista Sub-20, Segunda Divisão, e desde então tem revelado bons jogadores, que passam a compor o elenco profissional. Também em 2008 e 2009, não conseguiu chegar à segunda fase da Segunda Divisão.

Atualmente o clube é presidido por Silvio Nogueira Bahia, que decidiu priorizar as categorias de base. Paulo Vitor, goleiro do Flamengo iniciou sua tragetória futebolistica no clube, que em 2013 quase conseguiu o acesso e em 2014, chegou a segunda fase da Segundona Paulista.

Em 2015, a equipe avançou à segunda fase da Segundona Paulista, porém não conseguiu o acesso, terminando no último lugar se seu grupo. [1] Em 2016, a equipe foi eliminada na primeira fase da Segundona Paulista, ficando no 6º lugar do grupo 1, que contava com 8 equipes. [2]

No final de 2017 o empresário Roberto Cardoso de Almeida, o popular Beto Credin, assumiu a presidência do Falcão do Vale com a promessa de montar um elenco forte para disputa da besinha em 2018. O primeiro patrocínio anunciado foi o da empresa de bebidas Poty.

TorcidaEditar

Torcida Jovem Assisense: Fundada em 2014 é a torcida organizada do Clube Atlético Assisense.

EstatísticasEditar

ParticipaçõesEditar

  Promovido à divisão superior
  Rebaixado à divisão inferior
  Licenciamento no ano seguinte
Participações em 2019
Competição Temporadas Melhor campanha Anos A   R  
  Segunda Divisão 14 8º colocado (2013) 2005-2011   e 2013-2019
Série B2 (extinta) 1 6º colocado (2004) 2004
Série B3 (extinta) 1 11º colocado (2003) 2003

Últimas dez temporadasEditar

 Ver artigo principal: Temporadas do Assisense
Últimas dez temporadas do Clube Atlético Assisense
  Nacionais   Internacionais   Estaduais
Campeonato Brasileiro Copa do Brasil Continentais / Mundial Campeonato Paulista Copa Paulista
Ano Div. Pos. Pts J V E D GP GC Fase Máxima Competição Fase Máxima Div. Pos. Fase Máxima
2010 D Não classificado SD 29º
2011 D Não classificado SD 37º
2012 Licenciado
2013 D Não classificado SD
2014 D Não classificado SD 24º
2015 D Não classificado SD
2016 D Não classificado SD 24º
2017 D Não classificado SD 29º
2018 D Não classificado SD 31º
2019 D Não classificado SD Ad.
Legenda:
     Campeão
     Vice-campeão
     Eliminado nas semifinais
     Campeão e promovido à divisão superior
     Vice-campeão e/ou promovido à divisão superior
     Rebaixado à divisão inferior
     Classificado à fase de grupos da Copa Libertadores
     Classificado à fase preliminar da Copa Libertadores
     Classificado à Copa Sul-Americana
     Campeão do Campeonato do Interior

ElencoEditar

Cada clube pode inscrever 28 jogadores para disputa da Segunda Divisão, e relacionar 3 jogadores acima de 23 anos para uma partida. O Assisense conta com o zagueiro Diego Manfio, de 27 anos, o lateral-esquerdo Guto, de 24 anos e os meias Adriano Peixe, de 35 anos e Gabriel Virgulino, de 25 anos como jogadores acima da idade. Ao passar de fase, o Assisense realizou as 4 trocas permitidas.

  • O zagueiro Thiago deu lugar ao volante Zé Luís.
  • O meia Elivélton deu lugar ao meia Gabriel Modesto.
  • O meia João Paulo deu lugar ao volante Luca Frazão.
  • O atacante Luís Mauro deu lugar ao atacante Sérgio Lisboa.

Além disso, os volante Robinho e Weslen e os atacantes Aguiar e Léo Carvalho deixaram o clube, e não puderam ser substituídos. Com isso, o elenco do Assisense conta com apenas 21 jogadores.


Goleiros
Jogador
  Augusto
  Alef
Defensores
Jogador Pos.
  Diego Manfio Z
  Higor Z
  Magno Z
  Pedro Z
  Aílton Júnior LD
  Matheus Frazão LD
  Flávio Peralta LE
  Guto LE
Meio-campistas
Jogador Pos.
  Frazão V
  Ricardinho Oliveira V
  Zé Luís V
  Adriano Peixe M
  Diego Iatecola M
  Gabriel Modesto M
  Gabriel Virgulino M
  Geovani Pontes M
Atacantes
Jogador
  Everton
  Reginaldo
  Sérgio Lisboa
Comissão técnica
Nome Pos.
  Carlos Alberto Seixas T

Ligações externasEditar