Abrir menu principal
Cocktail
Informação geral
Formato Game show
Duração 60 minutos (1 hora)
Baseado em Colpo Grosso
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Paulo Santoro
Apresentador(es) Luís Carlos Miele
Elenco garotas-estado, garotas tim-tim, super-estrelas e Mônica Schiavon
Exibição
Emissora de televisão original SBT
Formato de exibição SDTV
Transmissão original 23 de agosto de 1991 – 13 de agosto de 1992
N.º de temporadas 1
N.º de episódios 55 (52 exibidos e 3 engavetados)

Cocktail foi um programa de televisão brasileiro exibido de 23 de agosto de 1991 até 13 de agosto de 1992 no Sistema Brasileiro de Televisão (SBT). Era um programa semanal apresentado por Luís Carlos Miele e foi um dos 10 presentes do SBT quando a emissora completou 10 anos de inauguração. Foram exibidos 52 programas, porém foram produzidos, ao todo, 55 programas, pois os três últimos (depois do especial de aniversário) não foram exibidos em razão da estreia do programa de Sula Miranda. Era um game show com momentos de erotismo e sensualidade. No início o programa era exibido ás sextas-feiras, depois passou a ser exibido ás quintas-feiras, logo depois passou a ser exibido aos sábados e voltou a ser exibido ás quintas-feiras nos últimos meses de exibição. Apesar de ter perdurado um ano, Cocktail fez muito sucesso é um programa inesquecível para fãs.

Coquetel.png

Índice

Origem e conceitoEditar

Foi baseado em um programa semelhante exibido na Itália denominado Colpo Grosso. Foram realizadas diversas versões do programa como ¡Ay, qué calor! na Espanha e o Tutti Frutti na Alemanha e na Suécia. O cenário do Programa era um navio cruzeiro. Durante o programa acontecia um jogo disputado entre ambos os participantes (invariavelmente, um homem e uma mulher), no decorrer do qual belas mulheres chamadas de "garotas tim-tim", cada qual representando uma fruta, exibiam os seios de acordo com a natureza de cada brincadeira. Havia também as garotas-estados, que faziam um striptease quase completo. No fim do programa, a superestrela fazia um striptease total (mas sem exibição genital). Nos últimos programas, começaram a ser exibidos stripteases parciais de top-models masculinos.

Garotas tim-timEditar

Originais:

Posteriores:

Garotas-estadoEditar

Sandra Cruz (Rio de Janeiro), Rosana Pires (Amapá), Eliane (Maranhão), Cláudia Ferreira (Mato Grosso), Leila Souza (Bahia), Patrícia (Paraná), Alexa (Ceará), Ana Paula (Rio Grande do Sul), Fabíola Coelho (São Paulo), Ana Karla Siqueira (Santa Catarina), Marise Oliveira (Amazonas), Cristina Nucci (Goiás), Núbia Santos (Rio Grande do Norte), Paula Lemos (Espírito Santo), Sirlene (Alagoas), Marli Mendes (Maranhão), Fabiane Zanon (Pernambuco), Adriana Andreosi (Minas Gerais), Juana (Rondônia), Olívia (Sergipe), Newri (Pará), Eliana (Roraima), Carla Gomes (Acre), Jaqueline de Oliveira (Bahia), Margareth (Paraná), Sandra (Tocantins), Gisa (Sergipe), Suzana (Piauí), Cristina Takeda, Irlanda Souza, Andréa Lobo, Cíntia de Oliveira, Patrícia Batista, Patrícia Lima, Késsia Laronga, Ana Paula Hernandez, Andréa Schimidhaussler, etc.

Nos últimos programas, as garotas-estado passaram a se chamar top-models.

SuperestrelasEditar

Ana Paula Hernandez, Wania Acayaba, Suzy Ayres, Tatiana Botelho, Ticiana Zeloni, Luciana Lins, Patrícia Lima, Nataly Sanches, Malu Bailo, Daniela Freire, Ana Lúcia, etc. A assistente de palco era Mônica Schiavon. Ela fazia muito sucesso no programa, porém nunca tirou a roupa.

AtraçõesEditar

No programa Cocktail, havia várias brincadeiras, como Estrela Iluminada, Coquetel de Frutas, Frio/Calor, Jogo da Super-Estrela etc. Também no decorrer do programa, havia atração musical (poderia ser nacional ou internacional), algumas atrações musicais que estiveram no programa: Trio Los Angeles, Daniela Mercury, Eduardo Dusek, Selma Reis, Tania Alves, Sá & Guarabira, Heróis da Resistência, Biquini Cavadão, Ultraje A Rigor, Jimmy Cliff, Nico Fidenco, Loco Mia, Roberto Leal, etc. Na Sessão da Correspondência, os fãs do Cocktail podiam mandar cartas para expressar admiração pelas garotas tim-tim (a maioria das cartas eram para as garotas tim-tim), garotas-estado ou para a assistente de palco Mônica. O apresentador Luis Carlos Miéle também recebia cartas em algumas ocasiões. Para mandar carta para a Sessão da Correspondência era para o seguinte endereço:

▪Produção do Cocktail São Paulo/SP 02090

GravaçãoEditar

O programa era gravado no antigo complexo televisivo do SBT, na Rua Dona Santa Veloso 575 (onde atualmente está localizada a sede da Igreja Bíblica da Paz), no bairro Vila Guilherme, em São Paulo.

Participação no programaEditar

Para participar do programa Cocktail, era necessário ser maior de idade e mandar uma carta com foto para o seguinte endereço:

  • Programa Cocktail São Paulo/SP 02090

ConcorrênciaEditar

A série Crônicas do Jovem Indiana Jones exibida pela Rede Globo concorria com o programa do SBT e eram constantes as derrotas do programa erótico do SBT para a série de aventuras de Indiana Jones que a Rede Globo usava como arma e com a popularidade do Arqueólogo Indiana Jones em alta vindo das reprises de Os caçadores da arca perdida, Indiana Jones e o Templo da Perdição e Indiana Jones e a Última Cruzada também fizeram com que o programa do SBT caisse em desgraça

PolêmicaEditar

Apesar dos grandes índices de audiência, (quando não concorria com a série Crônicas do Jovem Indiana Jones que era demolido impiedosamente pela Rede Globo) o programa saiu do ar com apenas um ano de existência, por exigência de grupos religiosos e moralistas, como o grupo "O Amanhã de Nossos Filhos" e a Arquidiocese do Rio de Janeiro (comandada na época por dom Eugênio Sales e que condenava várias emissoras de televisão pela veiculação de cenas de nudez, como nas telenovelas da Rede Manchete Dona Beija e Pantanal).

O programa foi polêmico devido à exibição de nudez e por ser assistido por público menor de idade (o programa era dedicado ao público maior de idade). No fim do último programa, exibido em 13 de agosto de 1992, que foi um especial de aniversário do programa, foi exibida a seguinte mensagem:

Ligações externasEditar