Abrir menu principal

Colégio Israelita Brasileiro A. Liessin

Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde julho de 2017). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O Colégio Israelita Brasileiro "A. Liessin - Scholem Aleichem" é uma escola particular brasileira. O colégio foi fundado em 1945, no Rio de Janeiro, em uma pequena casa na Rua Barão de Itambi. O colégio tinha como principal objetivo reunir crianças judias para ensiná-las, ao mesmo tempo, as matérias oficiais e o judaísmo. Sua orientação religiosa, desde o começo, foi a mais pluralista possível, abrangendo várias famílias diferentes, mas mantendo os fundamentos principais da religião judaica.

Índice

A origem do nomeEditar

A. Liessin foi o nome escolhido para a escola. É uma homenagem a um jornalista famoso entre os judeus, Avraham Liessin. Nascido em Minsk, Liessin escrevia também poesias, sempre prezando pela luta a favor da justiça social, tendo sua principal inspiração no sofrimento do povo judeu através dos tempos.

Filosofia de ensinoEditar

O colégio procura dar ao aluno uma educação judaico-brasileira, unindo princípios básicos da religião aos costumes do país. A filosofia de ensino prega o educar-se, onde o aluno é protagonista no seu processo de crescimento, aprendendo a ser um cidadão do mundo.

Matérias lecionadasEditar

Além das matérias comuns às demais escolas de excelência, dentre as matérias relacionadas à cultura judaica, destacam-se História Judaica, Tanach, Hebraico, Shirim (aulas de músicas típicas judaicas), entre outras.

Marcha da VidaEditar

O Colégio Israelita Brasileiro "A. Liessin - Scholem Aleichem" foi pioneiro no Rio de Janeiro em enviar seus alunos para a Marcha da Vida (March the of Living). https://web.archive.org/web/20070401075421/http://www.marchadavida.org.br/

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar