Colégio Lumière

O Colégio Lumière é uma instituição de berçário, educação infantil, ensino fundamental e ensino médio localizada no distrito do Tatuapé, no bairro da Vila Gomes Cardim, na cidade de São Paulo.

Suas origens estão na década de 1970, quando era uma unidade do Colégio Salete. Porém, foi em 1995 que o colégio passou a se constituir numa unidade independente, tomando o nome de Colégio Lumière. Foi a primeira escola da região a adotar um sistema de ensino médio focado principalmente no vestibular, associando-se ao Sistema Anglo de Ensino. Em 1998 foi inaugurada a unidade de educação infantil. Assim como no cursinho de pré-vestibular, as classes do terceiro ano do ensino médio são formadas pelos alunos de acordo com o desempenho nos simulados mensais. Em 2011 foi inaugurado o berçário, e ao mesmo tempo reformada toda a unidade da Educação Infantil.

Até meados da década de 2000 o colégio também contava com ensino médio integrado de Processamento de Dados, que foi posteriormente descontinuado. O colégio teve dois alunos medalhistas na Olimpíada de Química de São Paulo de 2001, organizada pela USP.[1]

O colégio também se tornou conhecido na região por eventos comunitários realizados anualmente por alunos, como o Festival do Minuto, em que os alunos apresentam vídeos com tempo máximo de um minuto de duração; a Feira Cultural, em que cada turma forma um estande com informações e demonstrações sobre um tema específico – nem sempre de cariz acadêmico; e a Tarde do Teatro, em que as classes se organizam em elencos para encenar uma determinada peça de teatro, sendo algumas baseadas em textos tradicionais e outras constituídas de guiões formados pelos próprios alunos ou professores. Também se tornou tradição do colégio condecorar com uma medalha de ouro, prata e bronze os três alunos com melhor desempenho nas notas em cada ano.

No Colégio Lumière estudou a maratonista aquática Poliana Okimoto.

Referências

Ligações externasEditar