Abrir menu principal

O Colégio de Santo Antão o Novo foi um colégio Jesuíta em Lisboa, que funcionou de 1553 até à expulsão da Companhia de Jesus, em 1759. [1] Inicialmente sediado na Mouraria, no anterior convento de Santo Antão, passou para novas instalações no que é hoje o Hospital de São José.

Foi a primeira instituição de ensino gratuito em Portugal, estabelecido pela Companhia de Jesus: "todas as crianças capacitadas que soubessem ler e escrever e estivessem dispostas a confessar-se uma vez por mês, podiam frequentar o Colégio sem mais condições"[2]. O seu primeiro reitor foi o Jesuíta Inácio de Azevedo.

Nele teve lugar a famosa "Aula da Esfera", onde se ensinaram as ultimas novidades cientificas[3].

As grades curriculares desse centro de ensino incluíam, além das Ciências e Matemática, disciplinas como: Latim, Gramática, Humanidades, Retórica e introduções à Teologia Moral, à Teologia Dogmática e à Filosofia, consideradas únicas ao ensino no contexto português[4].

Não confundir com o Mosteiro de Santo Antão o Velho do qual resta ainda, embora recuperada depois do terramoto de 1755, a Igreja Nossa Senhora do Socorro na antiga freguesia do Socorro (Lisboa).

Referências

  1. «Edifício principal do Hospital de São José, antigo Convento e Colégio de Santo Antão-o-Novo». Direcção Geral do Património Cultural  Verifique data em: |acessodata= (ajuda);
  2. Costa, S. J., Manuel G. da (1946). Inácio de Azevedo. O Homem e o Mártir da Civilização do Brasil. Braga: Livraria Cruz. p. 91 
  3. Leitão, Henrique, A Ciência na "Aula da Esfera" no Colégio de Santo Antão, Lisboa, 2007
  4. Ciência moderna em Portugal: a ‘aula da esfera’ no colégio de Santo Antão, por Natália Cristina de Oliveira, Célio Juvenal Costa, Sezinando Luiz Menezes, ISSN 2178-5198 (impresso) e ISSN 2178-5201

Ligações externasEditar