Colégio dos Jesuítas

página de desambiguação de um projeto da Wikimedia
Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre a instituição soteropolitana. Para a escola açoriana, veja Colégio dos Jesuítas da Horta.
Colégio dos Jesuítas na Bahia
Litografia de Victor Frond fotografada por Philippe Benoist no século XIX
Informação
Localização Salvador (Bahia), Bahia, Brasil
Endereço Terreiro de Jesus, Centro Histórico

O Colégio dos Jesuítas da Bahia foi uma instituição educacional do Brasil Colonial que funcionou em Salvador (Bahia) entre 1553 e 1759.

Foi fundado pelo jesuíta Manuel da Nóbrega. Nele estudaram Antônio Vieira, Frei Vicente do Salvador, Gregório de Matos e outros.

Esteve localizado onde hoje se situa a Catedral de Salvador, próximo à Faculdade de Medicina da Bahia, no Terreiro de Jesus. No fim do século XVII, tinha uma biblioteca com cerca de três mil livros.

Pode-se afirmar que o curso de Teologia e Ciências Sagradas, ministrado para a formação de sacerdotes, foi o primeiro curso de nível superior do Brasil.

Em 1759, os jesuítas foram expulsos do Império Português. Em 1799, as instalações do Colégio foram utilizadas para servir como o Hospital Real Militar da Bahia.[1][2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Colégio dos Jesuítas da Bahia». www.bahia-turismo.com. Consultado em 9 de novembro de 2016 
  2. «O Colégio da Bahia e o projecto educativo da Companhia de Jesus noBrasil Colonial» (PDF). www.dhi.uem.br. Consultado em 9 de novembro de 2016