Colônia da Tasmânia

Disambig grey.svg Nota: Se procura o atual estado da Tasmânia, veja Tasmânia.

A Colônia da Tasmânia (em inglês: Colony of Tasmania) foi uma colônia britânica que existia na ilha de Tasmânia de 1856 a 1901, quando se federou juntamente com as outras cinco colônias australianas para formar a Comunidade da Austrália.[1][2]

A possibilidade da colônia foi estabelecida quando o Parlamento do Reino Unido aprovou o Australian Constitutions Act em 1850, concedendo o direito de poder legislativo a cada uma das seis colônias australianas. O Conselho Legislativo da Terra de Van Diemen redigiu uma nova constituição que passou em 1854 e recebeu o Consentimento Real da Rainha Vitória em 1855. Mais tarde, naquele ano, o Conselho Privado aprovou a colônia mudando o nome de "Terra de Van Diemen" para "Tasmânia",[1] e em 1856, o recém-eleito parlamento bicameral da Tasmânia sentou-se pela primeira vez, estabelecendo a Tasmânia como uma colônia com governo autônomo do Império Britânico. A Tasmânia foi muitas vezes referida como uma das colônias "mais britânicas" do Império.

Referências

  1. a b «Colony of Tasmania (1856 - 1901)». Find & Connect. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  2. «Tasmania Colony». The British Empire. Consultado em 9 de setembro de 2017 
  Este artigo sobre Estado extinto é um esboço relacionado ao Projeto História e Sociedade. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  Este artigo sobre História da Austrália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.