Colina (vitamina)

composto químico
(Redirecionado de Colina (nutriente))
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados de Colina, veja Colina (desambiguação).
Colina (vitamina)
Alerta sobre risco à saúde
Choline-skeletal.svg
Nome IUPAC (2-Hidroxietil)trimetilamónio
Identificadores
Número CAS 62-49-7
PubChem 305
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C5H14NO+
Massa molar 104.17 g/mol
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Colina é um catião orgânico, um nutriente essencial que faz parte do complexo B de vitaminas. Este catião, o (2-Hidroxietil)-trimetilamônio,[1] sais quaternários de amônio como o cloreto de colina.[2]] Trata-se de uma amina natural encontrada nos lipídios presentes na membrana celular e no neurotransmissor acetilcolina.

A ingestão diária recomendada é de 550 mg diários para indivíduos adultos do sexo masculino, de 425 mg diários para indivíduos adultos do sexo feminino e ligeiramente superior, cerca de 450 mg diários durante a gravidez. [3]

As fontes principais de colina são alimentos como o ovo, fígado de galinha, vitela de vaca, a mostarda, cereais integrais, entre outros.[4]

Representação da molécula de Colina.

HistóriaEditar

A colina foi descoberta por Andreas Strecker em 1864 e sintetizada quimicamente em 1866. Em 1998 a colina foi classificada como em nutriente essencial pelo Food and Nutrition Board of the Institute of Medicine (U.S.A.).

Imagens adicionaisEditar

Referências

  1. Nestlé, (pdf)
  2. Governo dos Estados Unidos, Federal Register, Choline chloride; Exemption from the Requirement of a Tolerance [em linha]
  3. Valores de Referência: Ingestão de Vitaminas[1] Arquivado em 19 de abril de 2010, no Wayback Machine.
  4. Conteúdo em Colina de Variados Alimentos [2] Arquivado em 5 de dezembro de 2010, no Wayback Machine.