Colorimetria (método químico)

Colorimetria, em química analítica e física, é uma técnica utilizada para determinar a concentração de compostos coloridos em solução.[1] Um colorímetro é um dispositivo utilizado para mensurar a concentração de um analito em determinada solução através da medição da absorbância em um determinado comprimento de onda de luz visível.[2]

Colorímetro para análise de NO2, Fixed Nitrogen Research Laboratory, ca.1930.

Para utilizar o colorímetro, devem ser preparadas várias soluções de concentrações diferentes, incluindo uma solução de controle cuja concentração seja conhecida. Uma vez que o a coloração da solução depende da concentração e do caminho óptico, podemos comparar soluções padrão (centrações conhecidas) com aquela de concentração desconhecida a fim de mensurar sua concentração.

Há também colorímetros eletrônicos automatizados, que para fornecerem resultados fidedignos, devem ser calibrados com uma cubeta contendo a solução de controle (concentração conhecida). A concentração de uma amostra pode ser calculada a partir da intensidade da luz antes e depois de passar através da amostra utilizando a lei de Beer-Lambert.[3]

Referências

  1. Housecroft, Catherine; Constable, Edwin (2006).
  2. Wiskur, Sheryl L.; Eric V. (1 de outubro de 2001). «Using a Synthetic Receptor to Create an Optical-Sensing Ensemble for a Class of Analytes:  A Colorimetric Assay for the Aging of Scotch». Journal of the American Chemical Society. 123 (41): 10109-10110. ISSN 0002-7863. doi:10.1021/ja011800s 
  3. Suslick, Kenneth S.; Neal A. (29 de novembro de 2004). «Colorimetric sensor arrays for molecular recognition». Tetrahedron. 60 (49): 11133-11138. doi:10.1016/j.tet.2004.09.007 
  Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.