Abrir menu principal
Combate de Pilar
Guerra do Paraguai
Church in the Paraguayan town of Pilar.jpg
Igreja da vila de Pilar ocupada pelas tropas brasileiras em 1868
Data 20 de setembro de 1867
Local Villa del Pilar, Paraguai
Desfecho Vitória inicial paraguaia. Foi abandonada posteriormente e ocupada pelos brasileiros.
Beligerantes
Império do Brasil Paraguai Paraguai
Comandantes
Marechal Visconde de Maracajú Coronel Felipe Toledo
Forças
800 400
Baixas
300 mortos e feridos 174 mortos e feridos

O combate em Villa del Pilar ocorreu durante a guerra do Paraguai. Forças brasileiras sob o comando do então Coronel Rufino Enéias Gustavo Galvão, Visconde de Maracaju, avançaram sobre a vila em 20 de setembro de 1867. Cerca de 250 soldados paraguaios resistiram ao ataque, quando López ordena ao Coronel Felipe Toledo o envio de ajuda. Foram 300 baixas brasileiras contra 174 dos paraguaios.

A BatalhaEditar

Em 20 de setembro de 1867, o Visconde de Maracaju desembarcou no porto da Villa del Pilar com 800 soldados brasileiros. O desembarque foi recebido por uma feroz resistência da pequena guarnição, composta por 250 homens e mulheres que moravam na cidade. O Marechal López, inteirado do ataque brasileiro, enviou a sua escolta pessoal, uns 150 ginetes sob o comando do Coronel Felipe Toledo.[1]

Num vapor e três pequenas embarcações em boas condições desembarcaram os reforços. A batalha foi rápida, pois os brasileiros não esperaram aos ginetes paraguaios, que encontraram cavalos nas proximidades da vila. Com combates corpo a corpo e o uso de armas brancas, os guaranis infringiram derrota aos brasileiros, empurrando-os de volta ao porto.[2]

Apesar da vitória paraguaia, os brasileiros causaram grandes danos a guarnição, capturando perto de 200 cabeças de gado e mantimentos da vila, além de 60.000 cartuchos e outras armas e munições valiosas para o esforço bélico paraguaio.[3]

A vila foi abandonada o 27 de outubro de 1867, dando-se um pequeno embate de escaramuças. Foi ocupada no dia seguinte em 28 de outubro de 1867.

Referências

  1. Cardozo, Efraim (1970). Hace 100 años. Assuncíon: Imprenta Militar 
  2. Maracajú, Marechal Visconde de (1922). Campanha do Paraguay. Rio de Janeiro: Imprensa Militar 
  3. Carta de Caxias a Mitre. Tuyucué, 23 de setembro de 1867. Arquivo de Marcos Paz, Argentina

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um conflito armado é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.