Abrir menu principal
Come and Get It
Pai contra Filho (PRT)
Meu Filho É Meu Rival (BRA)
 Estados Unidos
1936 •  p&b •  99 min 
Direção Howard Hawks
William Wyler
Produção Samuel Goldwyn
Roteiro Jane Murfin
Jules Furthman
Baseado em Come and Get It de Edna Ferber
Elenco Edward Arnold
Joel McCrea
Frances Farmer
Walter Brennan
Gênero drama
Música Alfred Newman
Direção de fotografia Rudolph Maté
Gregg Toland
Direção de arte Richard Day
Efeitos especiais Paul Widlicska
(não creditado)
Figurino Omar Kiam
Edição Edward Curtiss
Companhia(s) produtora(s) Howard Productions
Distribuição United Artists
Lançamento Estados Unidos 6 de novembro de 1936
Portugal 12 de maio de 1937
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Come and Get It (Meu Filho É Meu Rival BRA ou Pai contra Filho PRT) é um filme norte-americano de 1936, do gênero drama, dirigido por Howard Hawks e William Wyler e estrelado por Edward Arnold e Joel McCrea.

Notas de produçãoEditar

Howard Hawks dirigiu todo o filme, exceto os dez minutos finais. Um desentendimento com o produtor Samuel Goldwyn levou à sua dispensa e William Wyler foi chamado para substituí-lo.[1] Um terceiro diretor, Richard Rosson (não creditado), se encarregou da sequência do corte de árvores, mostrada em forma de documentário.[2]

O roteiro é baseado no romance homônimo de Edna Ferber, publicado no ano anterior. A adaptação eliminou uma geração da dinastia criada pela autora, correspondente à segunda metade do livro.

Frances Farmer, atriz de poucos filmes e vida trágica, tem aqui o melhor desempenho de sua carreira, ao interpretar mãe e filha.[1][2][3]

Segundo Ken Wlaschin, este é um dos dez melhores trabalhos da carreira de Walter Brennan.[4] Pela sua interpretação do amigo do protagonista, o ator recebeu seu primeiro Oscar e, ao mesmo tempo, o primeiro Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, categoria instituída naquele ano. Brennan receberia outros dois, por Kentucky, de 1938, e The Westerner, de 1940.

SinopseEditar

Wyoming, década de 1880. Lenhador Barney Glasgow despreza a amada Lotta Morgan, cantora de saloon, em favor de um casamento por interesse com Emma Louise, filha do patrão. Seu amigo Swan Bostrom une-se a Lotta. Barney enriquece derrubando árvores sem o cuidado de replantá-las. Anos mais tarde, tanto ele quanto o filho Richard apaixonam-se pela filha de Lotta e Swan, também chamada Lotta e também muito parecida com a mãe.

PremiaçõesEditar

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Ator Coadjuvante (Walter Brennan)
Melhor Montagem
Vencedor
Indicado

ElencoEditar

Ator/Atriz Personagem
Edward Arnold Barney Glasgow
Joel McCrea Edward Glasgow
Frances Farmer Lotta Morgan / Lotta Bostrom
Walter Brennan Swan Bostrom
Mady Christians Karie
Mary Nash Emma Louise
Andrea Leeds Evvie Glasgow
Frank Shields Tony Schwerke
Edwin Maxwell Sid LeMaire
Cecil Cunningham Josie
Charles Halton Hewitt

Referências

  1. a b BERGAN, Ronald, The United Artists Story, Londres: Octopus Books, 1986 (em inglês)
  2. a b Gomes de Mattos, Antonio Carlos (1991). Hollywood Anos 30. Rio de Janeiro: EBAL 
  3. MALTIN, Leonard, Classic Movie Guide, segunda edição, Nova Iorque: Plume, 2010 (em inglês)
  4. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar