Abrir menu principal
GOP logo.svg
Comitê Nacional Republicano
310 First Street SE, Washington, D.C., EUA
Criação 17 de junho de 1856 (163 anos)
Logo do Partido Republicano
Logo do Partido Republicano
Atual Presidente Ronna Romney McDaniel

Ronna McDaniel by Gage Skidmore

O Comitê Nacional Republicano (CNR) é um comitê político dos Estados Unidos da América que fornece liderança nacional ao Partido Republicano do país. O comitê é responsável pelo desenvolvimento e promoção da plataforma política do partido, além de coordenar levantamentos de fundos e a estratégica política nacional. Também é responsável pela organização e execução da Convenção Nacional Republicana (que ocorre em cada eleição). Comitês similares existem em todos os estados americanos e na maioria dos condados, embora em alguns estados a organização do partido seja estruturada pelo distrito congressional, organizações de campanha aliadas são governadas por um comitê nacional.[1] Ronna Romney McDaniel é a atual presidente do comitê.

A principal oposição ao CNR nos Estados Unidos é o Comitê Nacional Democrata.

HistóriaEditar

A Convenção Nacional Republicana de 1856 (a primeira Convenção Nacional Republicana da história da política americana), que ocorreu no dia 17 de junho de 1856, nomeou os primeiros membros do Comitê Nacional Republicano. O comitê, na época, era consistido por um membro eleito de cada estado ou território americano para servir no cargo pelo qual foi eleito por quatro anos. Cada comitê nacional desde então seguiu o precedente de representação igual para cada estado ou território, independentemente da população de cada respectivo estado ou território, algo diferente do que ocorre, por exemplo, na Câmara de Deputados do Brasil, em que estados com maior população tem um número maior deputados. De 1924 a 1952, havia um comitê nacional e uma comissão estadual para cada estado e território em possessão dos EUA, além de uma comissão especial para Washington, D.C. (a capital do país). Em 1952, o número de membros do comitê foi ampliado para incluir os membros das comissões estaduais de estados que votaram majoritariamente nos republicanos nas eleições presidenciais anteriores, membros dos estados que têm uma maioria republicana em sua delegação congressional (Câmara de representantes e Senado dos EUA) e membros de estados que têm governadores republicanos. Em 1968, o número de membros do comitê atingiu 145 e desde 2011 o número de membros é 168.[2]

A única pessoa que presidiu o CNR e se tornou presidente do país após faze-lo foi George H.W. Bush.

Em 2013, o CNR iniciou uma campanha de divulgação para os jovens americanos e eleitores das minorias, depois que pesquisas e enquetes com grupos específicos mostraram que esses grupos geralmente pensavam que o Partido Republicano não se importava com suas preocupações.[3][4]

Presidentes do Comitê Nacional RepublicanoEditar

Referências

  1. «Republican National Committee». GOP (em inglês). Consultado em 4 de agosto de 2019 
  2. Gibson, Jake (26 de março de 2015). «Despite Priebus Lead, RNC Election Still Highly Contested». Fox News (em inglês). Consultado em 5 de agosto de 2019 
  3. Lizza, Ryan (12 de julho de 2013). «Killing the Immigration Bill, Polarizing America» (em inglês). ISSN 0028-792X 
  4. Mali, Meghashyam (18 de março de 2013). «RNC: 'Drastic changes' needed if party hopes to remain competitive». TheHill (em inglês). Consultado em 5 de agosto de 2019 
  5. «The Political Graveyard». politicalgraveyard.com. Consultado em 5 de agosto de 2019 
  6. «U.S. government departments and offices, etc.». rulers.org. Consultado em 5 de agosto de 2019 
  7. «Campbell Will Not Serve; a New Republican Chairman Must Be Chosen. the President Relieved from an Embarrassing Position -- Mr. Camp- Bell's Reasons as Given Out -- No Intimation as to Who the Suc- Cessor Will Be.». The New York Times (em inglês). 6 de julho de 1892. ISSN 0362-4331 
  8. «Campbell Picks His Nine; National Republican Execu- Tive Committee Selected. Platt's Man, William a. Suther- Land, Named from This State -- a Treaty Made Between the Tioga Statesman and Mr. Har- Rison.». The New York Times (em inglês). 8 de julho de 1892. ISSN 0362-4331 

Ligações externasEditar