Comitê Paralímpico Georgiano

O Comitê Paralímpico Georgiano é o Comitê Paralímpico Nacional da Geórgia que representa o país no Movimento Paralímpico. Esta instituição é uma organização sem fins lucrativos que seleciona as equipes de atletas paralímpicos e levanta os fundos necessários para enviar os competidores georgianos para participar dos eventos paralímpicos organizados pelo Comitê Paralímpico Internacional.

Comitê Paralímpico Georgiano
Comitê Paraolímpico Nacional
País  Geórgia
Criação 2003
Reconhecimento
Sede Tbilisi, Geórgia
Presidente Giorgi Chakvetadze

Giorgi Chakvetadze é o atual presidente da organização.[1][2] Irma Khetsuriani, um membro da equipe nacional da Geórgia de esgrima em cadeira de rodas, trabalha para o Comitê Paralímpico Georgiano como gerente de escritório.[3][4]

HistóriaEditar

O Comitê Paralímpico Nacional do país foi criado no ano de 2003.[5] A Geórgia enviou seus competidores, pela primeira vez, para participar dos Jogos Paralímpicos em 2008.[6] David Maisuradze esteve no comando da organização entre os anos de 2003 e 2011.[7] Em 2011, a organização aprovou uma nova carta e, Levan Odisharia tornou-se o novo presidente,[7][8] ele permaneceu com seu mandato neste cargo até ser substituído por Giorgi Chakvetadze. Em 2013, o Comitê Paralímpico Georgiano assinou um memorando de entendimento com o Ministério da Defesa da Geórgia, com o objetivo de integrar os soldados feridos nos programas paralímpicos do país.[6] No ano de 2014, a atleta queniana e, competidora do atletismo em cadeira de rodas, tonto em pistas como em campos, Anne Walufa Strike visitou o Comitê Paralímpico Georgiano como parte integrante da equipe da Fundação Agitos WoMentoring. Ela estava lá para orientar Revazishvili, um competidor equestre.[9]

Ver tambémEditar

Geórgia nos Jogos Paralímpicos
Comitê Nacional Olímpico Georgiano‎
Geórgia nos Jogos Olímpicos

Referências

  1. «Georgia — National Paralympic Committee». Comitê Paralímpico Internacional. Comitê Paralímpico Internacional. Consultado em 11 de agosto de 2016 
  2. «WoMentoring mentor and mentee make great progress». Comitê Paralímpico Internacional. Comitê Paralímpico Internacional. 19 de setembro de 2014. Consultado em 11 de agosto de 2016 
  3. «ირმა ხეცურიანი წლის საუკეთესო პარასპორტსმენი ქალი გახდა». press.ge (em georgiano). Consultado em 11 de agosto de 2016. Arquivado do original em 2 de junho de 2016 
  4. «წლის ადამიანები: პირველ ადგილზე სტიქიის სალიკვიდაციო სამუშაოების მოხალისეები დასახელდნენ». Post Alioni (em georgiano). postalioni. 29 de dezembro de 2015. Consultado em 11 de agosto de 2016 [ligação inativa]
  5. «შეზღუდული უნარები არ არსებობს, შეზღუდულია თვითონ გარემო». www.gurianews.com (em georgiano). Consultado em 11 de agosto de 2016. Arquivado do original em 3 de julho de 2015 
  6. a b «მინისტრი პარაოლიმპიური კომიტეტის მეგობართა კლუბის შეხვედრას დაესწრო». მსოფლიო სპორტი (em georgiano). მსოფლიო სპორტი. 5 de dezembro de 2014 
  7. a b «ოლიმპიური - სპორტის და ახალგაზრდობის საქმეთა სამინისტრო» (em georgiano). msy.gov.ge. Consultado em 11 de agosto de 2016 
  8. «ოლიმპიური - სპორტის და ახალგაზრდობის საქმეთა სამინისტრო» (em georgiano). msy.gov.ge. Consultado em 11 de agosto de 2016 
  9. «WoMentoring mentor and mentee make great progress». Comitê Paralímpico Internacional. Comitê Paralímpico Internacional. 19 de setembro de 2014. Consultado em 11 de agosto de 2016