Conceição do Almeida

município do Estado da Bahia, Brasil

Conceição do Almeida é um município brasileiro do estado da Bahia que se encontra situada na região geográfica do Recôncavo Baiano.

Conceição do Almeida
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Conceição do Almeida
Bandeira
Brasão de armas de Conceição do Almeida
Brasão de armas
Hino
Gentílico almeidense
Localização
Localização de Conceição do Almeida na Bahia
Localização de Conceição do Almeida na Bahia
Localização de Conceição do Almeida na Bahia
Conceição do Almeida está localizado em: Brasil
Conceição do Almeida
Localização de Conceição do Almeida no Brasil
Mapa
Mapa de Conceição do Almeida
Coordenadas 12° 48' 32" S 39° 09' 50" O
País Brasil
Unidade federativa Bahia
Municípios limítrofes Sapeaçu, Santo Antonio de Jesus, Castro Alves, Varzedo, Dom Macedo Costa, Cruz das Almas e São Filipe
Distância até a capital 160 km
História
Fundação 18 de julho de 1890 (133 anos)
Administração
Prefeito(a) Adailton Campos Sobral (PSD, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 289,935 km²
População total (IBGE/2021[2]) 17 087 hab.
Densidade 58,9 hab./km²
Clima Tropical
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010[3]) 0,606 médio
PIB (IBGE/2008[4]) R$ 63 599,985 mil
PIB per capita (IBGE/2008[4]) R$ 3 518,48
Sítio http://www.conceicaodoalmeida.ba.gov.br (Prefeitura)

História

editar

A história da formação do contemporâneo núcleo urbano de Conceição do Almeida tem suas origens em um povoado surgido durante o século XIX ao redor de uma capela construída sob a invocação de Nossa Senhora da Conceição que se encontrava situada no município de São Bartolomeu de Maragogipe. Este núcleo populacional passou a ser conhecido inicialmente como Capela do Almeida pelo fato da construção religiosa ter sido erguida em terras doadas por Antonio Coelho D’Almeida Sande, o patriarca da família Almeida Sande, proprietária de latifúndios na região do Recôncavo Baiano.[5][6]

Em 1868, uma colônia de imigrantes italianos originários de Rofrano, uma aldeia camponesa situada na província de Salerno (Região italiana da Campânia), foi implantada no território pertencente à Freguesia de Conceição do Almeida para formar o arraial de São Francisco de Mombaça, o qual seria composto por famílias que continuariam no município, tais como a Coni, a Monaco, a Rossini, a Pilligrini e a Dantuani.[7]

Em 23 de março de 1872, a então Freguesia de Conceição do Almeida passou teve uma mudança institucional com a criação do Distrito de Conceição do Almeida pela Lei Provincial nº 1.872/1872, sendo que esse distrito permaneceu subordinado aos municípios de Maragogipe e, a partir de 1880, de São Filipe.[5]

Emancipação do Município

editar

A emancipação político-administrativa em relação a São Filipe somente ocorreu em 1890, quando o Município de Conceição do Almeida foi criado por ato do poder executivo estadual datado de 18 de julho de 1890, com o povoado elevado à condição de vila.[5], mudança institucional ocorrida em razão da articulação política realizada pelos latifundiários José Leandro Gesteira e Clementino Correia Caldas. Inclusive, o primeiro intendente municipal nomeado para chefiar o novo município acabou sendo José Leandro Gesteira, uma dessas lideranças políticas locais[6]

Esta emancipação se deu em um período de grande instabilidade política no estado da Bahia, durante a governo do marechal alagoano Hermes Ernesto da Fonseca, governador nomeado por seu irmão, o presidente Deodoro da Fonseca, que havia substituído o governante civis anterior: o governador Manuel Vitorino, que pediu exoneração em razão de conflitos que tinha com o Governo Provisório central sediado na capital federal.[8]

A vila que sediava o município de Conceição do Almeida foi elevada à categoria de cidade com a promulgação de lei estadual de 17 de agosto de 1909, tendo recebido o nome de Nossa Senhora da Conceição do Almeida. No mesmo ano, houve a mudança do nome do município para Afonso Pena, denominação que perdurou até 1943, quando a denominação oficial da municipalidade voltou ao topônimo original de Conceição do Almeida.[5][6]

Em 19 de dezembro de 1958, foi inaugurada a Estação Ferroviária de Conceição do Almeida, construída pela companhia estatal V.F.F. Leste Brasileiro junto com o ramal ferroviário de 11 quilômetros que ligava esta cidade com Cruz das Almas em um projeto que visava originalmente alcançar a Estrada de Ferro de Nazaré, ampliando a malha ferroviária no Recôncavo Baiano. Este ramal teve um trem de passageiros que circulou conectando as cidades de Conceição do Almeida e de Cruz das Almas até 1963, quando a estação e o referido ramal ferroviário foram desativados pela V.F.F. Leste Brasileiro.[9]

Geografia

editar

Limites

editar
Noroeste: Castro Alves Norte: Sapeaçu e Cruz das Almas Nordeste: Cruz das Almas
Oeste: Castro Alves   Leste: São Filipe e Dom Macedo Costa
Sudoeste: Varzedo Sul: Santo Antônio de Jesus e Varzedo Sudeste: Dom Macedo Costa

Demografia

editar

No censo 2010, foi aferida uma população de 17 889 habitantes, segundo o IBGE. Já sua população estimada pelo IBGE em 2021 era de 17 087 habitantes.[2]

Hidrografia

editar

O município de Conceição do Almeida é banhado pelos seguintes cursos d'água que integram a bacia hidrográfica do Recôncavo Sul:

Organização Político-Administrativa

editar

O Município de Conceição do Almeida possui uma estrutura político-administrativa composta pelo Poder Executivo, chefiado por um Prefeito eleito por sufrágio universal, o qual é auxiliado diretamente por secretários municipais nomeados por ele, e pelo Poder Legislativo, institucionalizado pela Câmara Municipal de Conceição do Almeida, órgão colegiado de representação dos munícipes que é composto por vereadores também eleitos por sufrágio universal.[11]

Atuais autoridades municipais de Conceição do Almeida

editar

Referências

  1. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. a b «População». IBGE Cidades. Consultado em 18 de janeiro de 2023 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 7 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. a b c d «História». IBGE. Consultado em 18 de janeiro de 2023 
  6. a b c Igor de Jesus Santos, Bruna Souza Silva (2016). «A CULTURA CONSTRUINDO A CIDADE: AS TRANSFORMAÇÕES NA FESTA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO NO MUNICÍPIO DE CONCEIÇÃO DO ALMEIDA/BA». Anais do V Simpósio Cidades Médias e Pequenas da Bahia. UESB. Consultado em 18 de janeiro de 2023 
  7. Luiz Alberto Ribeiro Freire (2017). «"Arcos romanos concêntricos" e o triunfo nos retábulos-mores do Recôncavo da Bahia» (PDF). Anais do XXXVII Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte. Consultado em 18 de janeiro de 2023 
  8. Antonietta d'Aguiar Nunes (2007). «HERMES ERNESTO DA FONSECA: IRMÃO DO PROCLAMADOR DA REPÚBLICA, GOVERNADOR DA BAHIA E SUA POLÍTICA EDUCACIONAL» (PDF). Revista HISTEDBR On-line. UNICAMP. Consultado em 18 de janeiro de 2023 
  9. «V. F. F. Leste Brasileiro (anos 1950-1965): CONCEIÇÃO DO ALMEIDA». Estações Ferroviárias do Brasil. Consultado em 18 de janeiro de 2023 
  10. a b Marco Antonio Tomasoni, Sônia Marise Rodrigues P. Tomasoni (2005). «A DIMENSÃO GEOAMBIENTAL DA REGIÃO DO RECÔNCAVO SUL-BAHIA» (PDF). Anais do X Encontro de Geógrafos da América Latina. Consultado em 18 de janeiro de 2023 
  11. MEIRELLES, Hely Lopes. Direito municipal brasileiro. 18. ed. São Paulo: Malheiros, 2017.
  12. a b c «Prefeito e vereadores de Conceição do Almeida tomam posse; veja lista de eleitos». G1. 1 de janeiro de 2021. Consultado em 18 de janeiro de 2023 
  13. «Ata de instalação e Posse da Nova Mesa Diretora, para o Biênio 2023/2024, da Câmara Municipal de Conceição do Almeida - Estado da Bahia, realizada em 1 de janeiro de 2023.» (PDF). Diário Oficial da Câmara Municipal de Conceição do Almeida. Câmara Municipal de Conceição do Almeida. 2 de janeiro de 2023. Consultado em 18 de janeiro de 2023 
  Este artigo sobre um município da Bahia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.