Conclave de 1823

O Conclave de 1823 foi convocado após a morte do Papa Pio VII em 20 de agosto de 1823. O conclave começou em 2 de setembro e terminou 26 dias depois com a eleição do cardeal Annibale Sermattei della Genga, que se tornou o Papa Leão XII.

Conclave de 1823
Sua Santidade, o Papa Leão XII
Data e localização
Pessoas-chave
Decano Giulio Maria della Somaglia
Camerlengo Bartolomeo Pacca
Protodiácono Fabrizio Ruffo
Eleição
Eleito Papa Leão XII
(Annibale della Genga)
Participantes 49
Ausentes 4
Veto (Jus exclusivae) Do Sacro Imperador Francisco II contra o cardeal Antonio Gabriele Severoli
Cronologia
Conclave de 1799-1800
Conclave de 1829
dados em catholic-hierarchy.org

Pio VII, eleito em 1800, reinou como papa pelo que foi considerado um pontificado muito longo. Durante seu reinado como Papa, a Igreja Católica enfrentou, na Revolução Francesa e suas consequências, um severo ataque ao seu poder e legitimidade. O próprio Pio havia sido prisioneiro de Napoleão Bonaparte na França por seis anos.

DescriçãoEditar

 
Brasão papal de Leão XII
 
Brasão do Camerlengo no Conclave de 1823

Durante o papado de Pio VII, os cardeais tendiam a se dividir em dois grupos, os zelanti e os politicani. Os zelanti eram mais radicalmente reacionários que os politicanos e queriam uma Igreja altamente centralizada e veemente oposição às reformas secularizadoras que resultaram na França. Os políticos, embora anti-liberais, eram muito mais moderados e favoreciam uma abordagem conciliatória para lidar com os problemas que novas ideologias e a incipiente Revolução Industrial estavam criando. O líder desta facção era o Cardeal Secretário de Estado de Pio VII, Ercole Consalvi, mas o zelanti Queria um pontífice muito menos moderado e eles se empenharam nessa tarefa desde a morte de Pio VII.

A extensão do papado de Pio VII teve uma influência significativa por causa dos quarenta e nove eleitores que participaram do conclave, apenas Giulio Maria della Somaglia e Fabrizio Ruffo já eram cardeais quando Pio VII foi eleito em 1800. Quarenta e sete dos quarenta e nove eleitores não tinham experiência em eleger um papa.[1]

Muitos cardeais foram considerados no início do conclave como possíveis sucessores de Pio VII. Antonio Gabriele Severoli foi visto pela primeira vez como o mais provável papabile, mas o veto de Francisco I, Imperador da Áustria, o descartou quando ele parecia ter uma chance razoável.

Francesco Saverio Castiglioni emergiu como o candidato mais provável. O papa falecido Pio VII havia, de fato, aparentemente endossado Castiglioni por se referir a ele como Pio VIII[2][3] e, de fato, o candidato que foi finalmente eleito previu durante o conclave que Castiglioni um dia reinaria sob esse nome (como ele sucedendo ao Leão eleito em 1829). Castiglioni perdeu apoio no conclave de 1823, quando os cardeais zelanti perceberam que ele estava muito perto de Consalvi.[2][3]

Após o declínio do apoio de Castigioni neste conclave, o experiente cardeal della Somaglia teve sua vez como possível candidato, mas, para alguns, o mero fato de ter assinado suas cartas "Cidadão Somaglia" durante a ocupação dos Estados Papais por Napoleão I da França o descartou.

Foi só então que o eventual vencedor, Vigário de Roma Annibale della Genga, que estava sendo promovido pelos zelanti , começou a reunir apoio. Embora seu olhar alto e ascético e sua reputação reacionária não fossem uma atração para o politicani, o fato de ele estar aparentemente à porta da morte parecia uma atração para aqueles cardeais que agora estavam desesperados por uma resolução do conclave. Como resultado, della Genga foi eleita em 28 de setembro e recebeu o nome real de Leão XII.

Leão XII foi coroado Papa em 5 de outubro de 1823.

CONCLAVE PAPAL, 1823
Duração 26 dias
Eleitores 53
Presentes 49
Ausentes 4
Veto usado Francisco I da Aústria
PAPA MORTO PIO VII (1800-1823)
PAPA ELEITO LEÃO XII (1823-1829)

Cardeais EleitoresEditar

Composição por ConsistórioEditar

Cardeais EleitoresEditar

* Eleito Papa

Cardeais BisposEditar

Cardeais PresbíterosEditar

Cardeais DiáconosEditar

AusentesEditar

Cardeais PresbíterosEditar

Referências

  1. Burkle-Young, Francis A. (2000). Papal Elections in the Age of Transition, 1878-1922. [S.l.]: Lexington Books. p. 22. Consultado em 23 de abril de 2018 
  2. a b Valérie Pirie. «The Triple Crown: An Account of the Papal Conclaves - Leo XII (De la Genga)» 
  3. a b Valérie Pirie. «The Triple Crown: An Account of the Papal Conclaves - Pius VIII (Castiglione)»