Condado (Paraíba)

município brasileiro do estado da Paraíba
Disambig grey.svg Nota: Se procura outro significado de Condado, veja Condado (desambiguação).

Condado é um município brasileiro do estado da Paraíba, integrante da Região Metropolitana de Patos. Está localizado no sertão paraibano, às margens do açude Engenheiro Arcoverde. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas), no ano de 2017 sua população foi estimada em 6.753. Área territorial de 265,473 km².

Condado
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Condado
Bandeira
Brasão de armas de Condado
Brasão de armas
Hino
Lema O verde do sertão
Gentílico condadense
Localização
Localização de Condado na Paraíba
Localização de Condado na Paraíba
Mapa de Condado
Coordenadas 6° 54' 36" S 37° 36' 03" O
País Brasil
Unidade federativa Paraíba
Região intermediária[1] Patos
Região imediata[1] Pombal
Região metropolitana Patos
Municípios limítrofes Paulista e Vista Serrana (norte); Malta (leste); Catingueira (sul); Cajazeirinhas, São Bentinho e Pombal (oeste)[2]
Distância até a capital 377 km
História
Fundação 18 de dezembro de 1961 (59 anos)
Aniversário 18 de dezembro de 1961
Administração
Prefeito(a) Marcelo Bezerra Dantas de Sá (PL, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [3] 265,473 km²
População total (IBGE/2017[4]) 6 753 hab.
Densidade 25,4 hab./km²
Clima Tropical quente e úmido com chuvas de verão e outono (Aw')
Altitude 241 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2010 [5]) 0,594 baixo
PIB (IBGE/2018[6]) R$ 60 345,290 mil
PIB per capita (IBGE/2018[6]) R$ 9 075,85
Outras informações
Padroeiro(a) São Sebastião
Sítio condado.pb.gov.br (Prefeitura)

A principal atividade do município é a pecuária.

No mês de julho é realizada a tradicional festa de São Pedro.

HistóriaEditar

 
Construção do Açude Engenheiro Arco Verde em 1932

No ano de 1931, quando o sertão da Paraíba já atravessava dois anos consecutivos de invernos fracos, a antiga Inspetoria Federal de Obras Contra as Secas (IFOCS), hoje DNOCS, mandou que seus técnicos viessem elaborar o projeto definitivo de construção de um açude público no Distrito de Malta, cabendo esta tarefa ao 2º Distrito daquela Inspetoria, então chefiado pelo Engenheiro-Geografo Leonardo Barbosa de Siqueira Arcoverde (Engenheiro Arcoverde).

A barragem teria lugar em parte da propriedade rural de Francisco Antonio de Assis (Chico Antonio), cujas terras foram deixadas como herança pelo seu pai e homônimo, conhecido como "Chico Antonio de Condado", falecido em 1906.
O velho Chico Antonio de Condado era casado com Joana Alves de Freitas, descendente da família de João Fernandes de Freitas, o fundador de Malta, enquanto que o seu filho de mesmo nome, conhecido por "Chico Antonio", falecido em 1951, era casado com Analia Formiga de Assis (Doninha).

Com a persistência da seca em 1932 o próprio Ministro da Viação e Obras Públicas José Americo de Almeida veio a Condado e outras cidades flageladas pela Seca. Em 23 de abril de 1932, José Americo acompanhado pelo Interventor do estado Antenor Navarro, com a equipe técnica da IFOCS e uma multidão de flagelados, ordenou a admissão de 1400 operários das mais diversas categorias.

Naquele mesmo dia foram iniciadas as construções de pequenas casas, barracas e palhoças para abrigar os operários onde hoje é denominada Rua da Cooperativa. Os primeiros Comerciantes a se estabelecer foram os Srs. João Rodrigues dos Santos, Severino Amaro de Queiros, Sebastião Rodrigues dos Santos e Cicero Gregorio de Lacerda. O principal construtor de casas de alvenaria foi o Sr. Francisco Formiga de Sousa (Chiquinho Formiga).

Logo no ano seguinte (1933) veio morar em Condado, no sitio Pedra Dágua, o Sr. Raimundo Matias, que mais tarde passou a ser um grande comprador de couros e de algodão, sendo ele um dos que mais contribuíram para o incremento do comércio local. Assim nasceu o Povoado de Condado, que mais tarde passou a ser chamado de "Rua Velha"[7].

GeografiaEditar

O município está incluído na área geográfica de abrangência do semiárido brasileiro, definida pelo Ministério da Integração Nacional em 2005[8] Esta delimitação tem como critérios o índice pluviométrico, o índice de aridez e o risco de seca.

ClimaEditar

Dados do Departamento de Ciências Atmosféricas, da Universidade Federal de Campina Grande, mostram que Condado apresenta um clima com média pluviométrica anual de 801.8 mm e temperatura média anual de 26.2 °C.

Dados climatológicos para Condado
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima média (°C) 34,0 33,1 32,3 31,9 31,2 30,6 30,8 32,2 33,6 34,7 35,0 34,9 32,9
Temperatura média (°C) 27,4 26,7 26,2 26,0 25,4 24,7 24,6 25,2 26,3 27,1 27,5 27,6 26,2
Temperatura mínima média (°C) 21,9 21,7 21,5 21,3 20,7 19,7 19,1 19,1 20,1 20,9 21,5 21,9 20,8
Chuva (mm) 72,5 127,7 218,0 190,5 77,6 26,3 17,9 4,6 3,1 4,4 10,9 25,0 801,8
Fonte: Departamento de Ciências Atmosféricas.[9][10][11][12]

BairrosEditar

  • Magé
  • Centro
  • Alto
  • Rua Nova
  • Cascalho
  • Bairro Novo
  • Residência
  • São Sebastião
  • DNOCS

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 10 de fevereiro de 2018 
  2. «Mapa da Confederação Nacional de Municípios». www.cnm.org.br 
  3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Panorama - Condado». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 19 de junho de 2021 
  4. «Estimativa populacional 2017 IBGE». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 30 de agosto de 2017. Consultado em 1 de setembro de 2017 
  5. «Índice de Desenvolvimento Humano». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2013. Consultado em 19 de junho de 2021 
  6. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2018). «Produto Interno Bruto dos Municípios». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 19 de junho de 2021 
  7. Condado Paraiba - 70 anos de historia (1932/2002) - Cornelio Ferreira da Cruz.
  8. «Ministério da Integração Nacional, 2005. Nova delimitação do semiárido brasileiro». www.integracao.gov.br. Consultado em 26 de setembro de 2009. Arquivado do original em 26 de março de 2010 .
  9. «TEMPERATURA COMPENSADA MENSAL E ANUAL DA PARAÍBA». Departamento de Ciências Atmosféricas. Consultado em 2 de setembro de 2017 
  10. «TEMPERATURA MÍNIMA MENSAL E ANUAL DA PARAÍBA». Departamento de Ciências Atmosféricas. Consultado em 2 de novembro de 2017 
  11. «PRECIPITACAO MENSAL (1911-1990)». Departamento de Ciências Atmosféricas. Consultado em 2 de novembro de 2017 
  12. «UMIDADE RELATIVA DO AR (1911-1980)». Departamento de Ciências Atmosféricas. Consultado em 2 de novembro de 2017 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre municípios da Paraíba é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.