Abrir menu principal

Conde de Dundonald

Armas do conde de Dundonald e, portanto, da família Cochrane.
Armas do conde de Dundonald, com dois quartéis mudados para os da família Blair, da consorte do 14.º conde de Dundonald (1918-1986).

Conde de Dundonald (em inglês: Earl of Dundonald) é um título nobiliárquico britânico do Pariato da Escócia.

Foi criado, em 1669, por Guilherme III, rei da Inglaterra, Irlanda e Escócia, para o nobre, político e militar escocês Guilherme Cochrane, 1.º lorde Cochrane de Dundonald. Sendo subsidiário da titulação de 1.º lorde Cochrane de Dundonald o título de lorde Cochrane de Paisley e Ochiltree, que é usado pelo herdeiro do conde.

O quarto conde de Dundonald, João Cochrane (1687-1720), viria a sentar na Câmara dos Lordes do Reino Unido, de 1713 a 1715, como um par representativo eleito pelo Pariato da Escócia (ver par do reino)

Entre os condes destaca-se lorde Thomas Cochrane, 10.º conde de Dundonald e 1.º marquês do Maranhão, que vem a ser herói nacional do Reino Unido. Para além de nobre britânico hereditário, Thomas Cochrane foi titulado marquês do Maranhão, da nobreza do Império do Brasil, pelo imperador Dom Pedro I. No entanto, o título de marquês do Maranhão não é hereditário.

Os condes de Dundonald tem o tratamento de O Muito Honorável.

Entre as propriedades históricas da família descata-se o castelo Auchans, na Escócia.

Condes de DundonaldEditar

Ver tambémEditar

ReferênciasEditar

  • Kidd, Charles, Williamson, David (editores). Debrett's Peerage and Baronetage (1990 edition). Nova York: St Martin's Press, 1990.
  • Site The Peerage