Confissão de fé

O confissão de fé é uma declaração das crenças compartilhadas de uma comunidade religiosa em uma forma estruturada por tópicos.[1]

HistóriaEditar

Vários movimentos do protestantismo e do cristianismo evangélico publicaram confissões de fé.[2]

JudaísmoEditar

No judaísmo, há os 13 princípios de fé judaicos.[3]

CristianismoEditar

A primeira confissão de fé estabelecida no Cristianismo foi o Credo Niceno pela Igreja Primitiva em 325. [4] Foi estabelecido para resumir os fundamentos da fé cristã e proteger os crentes de falsas doutrinas. Várias denominações cristãs de protestantismo e cristianismo evangélico publicaram confissões de fé como base para comunhão entre igrejas da mesma denominação. [5]

ExcomunhãoEditar

Excomunhão é uma prática da Bíblia para excluir membros que não respeitam a confissão de fé da Igreja e não querem se arrepender. [6] É praticado por todas as denominações cristãs e tem o objetivo de proteger contra as consequências dos ensinamentos heréticos e apostasia.[7]

Confissões de fé protestantesEditar

IslamEditar

Em Islam, há a Seis Axiomas da Fé.[8]

ReferênciasEditar

  1. Encyclopædia Britannica, Encyclopedia of World Religions, Encyclopædia Britannica, USA, 2008, p. 249
  2. J. Gordon Melton, Encyclopedia of Protestantism, Infobase Publishing, USA, 2005, p. 170
  3. Louis Jacobs, Principles of the Jewish Faith: An Analytical Study, Wipf and Stock Publishers, USA, 2008, p. 14
  4. Everett Ferguson, Encyclopedia of Early Christianity, Routledge, USA, 2013, p. 418
  5. J. Gordon Melton, Encyclopedia of Protestantism, Infobase Publishing, USA, 2005, p. 170
  6. Ronald F. Youngblood, Nelson's Illustrated Bible Dictionary: New and Enhanced Edition, Thomas Nelson Inc, USA, 2014, p. 378
  7. Chad Brand, Eric Mitchell, Holman Illustrated Bible Dictionary, B&H Publishing Group, USA, 2015, p. 521-522
  8. B. LEWIS, V.L. MENAGE, Ch.PELLAT et J.SCHACHT, Encyclopédie de l'islam nouvelle éditions tome III, BRILL, France, 1990, p. 1200-1201