Abrir menu principal

Conjunto fechado

PropriedadesEditar

  • Um conjunto X é fechado se e só se coincidir com o seu fecho, ou seja, se  [1]
  • Um conjunto é fechado se e só se contém a sua fronteira.
  • A união de um número finito de conjuntos fechados é um conjunto fechado.
  • A intersecção de um número qualquer de conjuntos fechados é um conjunto fechado.
  • Qualquer conjunto é fechado em si próprio.
  • X é um conjunto fechado se, e somente se, o conjunto dos pontos de acumulação de X, denotado por  , chamado de derivado, estiver contido no próprio conjunto X, ou seja:   (lê-se: o derivado está contido, é uma parte do conjunto X) [2].

ExemplosEditar

  • Qualquer intervalo fechado é um conjunto fechado em   (com a topologia usual onde o conjunto dos intervalos abertos formam uma base de abertos para a topologia).
  •   e   são fechados em  .
  • Na topologia induzida em   pela inclusão em  , o conjunto ]0,1], dos números reais maiores que zero e menores ou iguais a um, é fechado.
  • Na topologia discreta, todo subconjunto é fechado.
  • Se a topologia é Hausdorff, todo conjunto unitário (e, por indução, todo conjunto finito) é fechado.
  • O conjunto dos números reais   é o complementar do conjunto aberto  , e   é o complementar do aberto  . Então, estes dois conjuntos são fechados e abertos ao mesmo tempo [3].
  • Existem conjuntos que não são fechados nem abertos, como o conjunto   dos números racionais, o conjunto   ou um intervalo do tipo [a,b) ou (a,b] [4].

Definições alternativasEditar

Os axiomas de uma topologia podem ser equivalentemente formulados através de uma coleção de abertos (a definição usual) ou através de uma coleção de fechados. Neste segundo caso, abertos são definidos como complementos de fechados.

Outra definição, mais didática, é definir um aberto como um conjunto em que todo ponto é interior, um fechado com um conjunto que contém todos seus pontos de acumulação, e demonstrar o teorema que abertos e fechados são complementos.

Ver tambémEditar

Referências

  1. LIMA, Elon lages. Curso de análise volume 1. Rio de Janeiro, 11ª edição, 2004. Página 170. ISBN 9788524401183
  2. LIMA, Elon lages. Curso de análise volume 1. Rio de Janeiro, 11ª edição, 2004. Página 177. ISBN 9788524401183
  3. LIMA, Elon lages. Curso de análise volume 1. Rio de Janeiro, 11ª edição, 2004. Página 171. ISBN 9788524401183
  4. LIMA, Elon lages. Curso de análise volume 1. Rio de Janeiro, 11ª edição, 2004. Página 172. ISBN 9788524401183
  Este artigo sobre matemática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.