Abrir menu principal

Consistório Ordinário Público de 2018

Consistório de 2018
Data e Local
Papa
Cardeais Criados
Nº Cardeais 14
Eleitores 11
Eméritos 3
Ordens Cardinalícias
Cardeais-Bispos 5
Cardeais-Presbíteros 9
Cardeais-Diáconos 4
Colégio de Cardeais
Eleitores 125
Eméritos 101
Total 226
Cronologia
Consistório 2017
Consistório 2019

dados em catholic-hierarchy.org

O Consistório Ordinário Público de 2018 decorreu na Cidade do Vaticano em 29 de junho de 2018 sob a presidência do Papa Francisco. Neste Consistório foram criados 14 novos Cardeais, 11 eleitores e 3 eméritos.[1][2]

EnquadramentoEditar

O Consistório Ordinário Público de 2018 foi o quinto do pontificado do Papa Francisco. O Papa criou 14 novos cardeais, dos quais onze eleitores e três eméritos (não eleitores).

Dos novos cardeais, um é patriarca, dez são arcebispos, dois são bispos e um é presbítero.

Neste consistório estão representados onze países, com três novos cardeais da Itália (todos eleitores), dois da Espanha (um eleitor e um emérito) e um, respectivamente, do Iraque, Polônia, Paquistão, Portugal, Peru, Madagascar, Japão (eleitores) e Bolívia e México (eméritos).

Dos 14 Cardeais criados neste Consistório constam 1 Cardeal-Bispo (de rito oriental), 9 Cardeais-Presbíteros e 4 Cardeais-Diáconos.

Após este Consistório o número total de membros do Colégio Cardinalício ascendeu a 226 Cardeais, incluindo 125 Cardeais Eleitores e 101 Cardeais Eméritos.

Neste Consistório o Papa Francisco deliberou também a elevação de 4 Cardeais de rito latino à Ordem dos Cardeais-Bispos, sendo extranumerários face aos Cardeais-Bispos das Dioceses Suburbicárias, mas equiparados a estes. Dos novos Cardeais-Bispos, 3 eram anteriormente Cardeais-Presbíteros e 1 era Cardeal-Diácono.

CardeaisEditar

Os prelados elevados ao cardinalado foram os seguintes:

País Nome Idade[3] Cargo Título ou Diaconia
Cardeais Eleitores
1   Iraque Louis Raphaël I Sako 69 Patriarca Caldeu da Babilônia Cardeal-bispo
2   Espanha Luis Francisco Ladaria Ferrer, S.J. 74 Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé Cardeal-diácono de Santo Inácio de Loyola no Campo de Marte
3   Itália Angelo De Donatis 64 Vigário Geral de Roma Cardeal-presbítero de São Marcos
4   Itália Giovanni Angelo Becciu 70 Substituto da Secretaria de Estado da Santa Sé
Eleito Prefeito da Congregação para a Causa dos Santos
Cardeal-diácono de São Lino
5   Polónia Konrad Krajewski 54 Esmolaria Apostólica Cardeal-diácono de Santa Maria Immacolata all'Esquilino
6   Paquistão Joseph Coutts 72 Arcebispo de Karachi Cardeal-presbítero de São Bonaventura da Bagnoregio
7   Portugal António Augusto dos Santos Marto, GCC 71 Bispo de Leiria-Fátima Cardeal-presbítero de Santa Maria Sopra Minerva
8   Peru Pedro Ricardo Barreto Jimeno, S.J. 74 Arcebispo de Huancayo Cardeal-presbítero de Santos Pedro e Paulo na Via Ostiense
9   Madagáscar Désiré Tsarahazana 64 Arcebispo de Toamasina Cardeal-presbítero de São Gregório Barbarigo na Tre Fontane
10   Itália Giuseppe Petrocchi 69 Arcebispo de L’Aquila Cardeal-presbítero de São João Batista dos Florentinos
11   Japão Thomas Aquino Manyo Maeda 69 Arcebispo de Osaka Cardeal-presbítero de Santa Pudenciana
Cardeais Eméritos (não eleitores)
12   México Sergio Obeso Rivera 86 Arcebispo-emérito de Jalapa Cardeal-presbítero de São Leão I
13   Bolívia Toribio Ticona Porco 81 Prelato-emérito de Corocoro Cardeal-presbítero de Santos Joaquim e Ana em Tuscolano
14   Espanha Aquilino Bocos Merino, C.M.F. 80 Superior General Emérito da Congregação dos
Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria
Cardeal-diácono de Santa Lúcia do Gonfalone

Referências

  1. «Consistory - 2018». Catholic Hierarchy. Maio de 2018. Consultado em 20 de maio de 2018 
  2. «Annuncio di Concistoro per la creazione di nuovi Cardinali, 20.5.2018» (em italiano). Santa Sé. 20 de maio de 2018. Consultado em 20 de maio de 2018 
  3. Na época da criação como cardeal

Ligações externasEditar