Consoante apical

Consoante apical é um fonema (som da fala) produzido pela obstrução da passagem de ar com a ponta da língua. Ela contrasta com as [[consoante laminal|laminais], que são produzidas pela criação de uma obstrução com a lâmina da língua, logo atrás da ponta.

Não é uma distinção muito comum e é normalmente aplicada apenas a fricativas e africadas. Assim, muitas variedades da língua inglesa têm pares apicais ou laminal de [t] / [d]. No entanto, algumas variedades da língua árabe, incluindo o árabe Hadhrami no Iêmen, percebem [t] como laminal, mas [d] como apical.

A língua basca usa a distinção para as fricativas alveolares, assim como o servo-croata. O mandarim a usa para as fricativas pós-alveolares (as séries "alvéolo-palatal" e "retroflexa"). O Lillooet dos indígenas do Canadá a usa como um recurso secundário em contrastar africadas velarizadas e não velarizadas. Uma distinção entre apical e laminal é comum nas línguas aborígenes da Austrália nasais, plosivas e (geralmente) aproximantes laterais.

A maioria dos dialetos no continuum bengaliassamês usa nas plosivas-alveolares, nas dentais laminais e nas oclusivas alveolares apicais. No Assamês, essas se fundiram e deixam apenas as oclusivas alveolares apicais. No bengali ocidental, as alveolares apicais são substituídos por pós-alveolares apicais.

NotasEditar