Constantino Cabásilas

Constantino Cabásilas (em grego: Κωνσταντῖνος Καβάσιλας; fl. 1235–1259) foi um proeminente clérigo bizantino de meados do século XIII. Antes de 1235, tinha servido como arcebispo de Estrúmica e então como metropolita de Dirráquio, e em algum momento antes de meados dos anos 1250, foi nomeado para o posto prestigioso de arcebispo de Ocrida.[1]

Constantino Cabásilas
Afresco de Constantine Cavassila da Igreja Ohrid da Santa Mãe de Deus Periblepta
Nacionalidade Império Bizantino
Ocupação Bispo
Religião Ortodoxia Oriental

Foi o irmão de João Cabásilas, um ministro da corte do déspota do Epiro, Miguel II Comneno Ducas (r. 1230–1266/1268),[2] e de Teodoro Cabásilas, outro dos apoiantes de Miguel II.[3] Devido as laços estreitos de seus irmãos com o governante epirota, sua lealdade era suspeita pelo imperador niceno Teodoro II Láscaris (r. 1254–1258), e foi colocado na prisão até 1259, quando Miguel VIII Paleólogo (r. 1259–1282) libertou-o e permitiu que voltasse para sua sede.[1]

Referências

  1. a b Trapp 1981, 10097.
  2. Trapp 1981, 10094.
  3. Trapp 1981, 10087.

BibliografiaEditar

  • Trapp, Erich; Hans-Veit Beyer; Sokrates Kaplaneres; Ioannis Leontiadis (1981). Prosopographisches Lexikon der Palaiologenzeit. Viena: Verlag der Österreichischen Akademie der Wissenschaften