Continuacionismo

Continuacionismo, conhecido também por Continuísmo, é uma cosmovisão teológica cristã acerca da continuidade dos chamados dons do Espírito Santo, sendo mais comum entre cristãos pentecostais, carismáticos e neopentecostais[1]. Continuacionistas (ou continuístas) creem que todos os dons do Espírito Santo que foram manifestos no período da Igreja Primitiva continuam existindo e são necessários, também na atualidade, à Igreja[2][3][4].

Pentecostes (El Greco, 1597)

A visão continuísta se opõe, assim, ao cessacionismo, que é a visão de cessação de alguns destes dons a partir do século III, ou do fechamento do Cânon bíblico[5][6].

Defensores e OpositoresEditar

Entre os expoentes do continuísmo estão: John Piper, Hernandes Dias Lopes, Wayne Grudem, J. I. Packer, Mark Driscoll, D. A. Carson, C. J. Mahaney, Kevin DeYoung[7].

Alguns autores, entretanto, se opõem fortemente à visão continuísta, tais como John Fullerton MacArthur[8]. Observa-se que a maioria dos opositores da visão continuísta faz parte de denominações reformadas e/ou fundamentalistas.

Denominações não pentecostaisEditar

Apesar de amplamente adotada pelas denominações dos movimentos pentecostais/carismáticas e neopentecostais e suas subdivisões, a visão continuísta também tem sido adotada por denominações mais tradicionais, entre elas:

Além dessas, muitas outras denominações tradicionais menores do protestantismo têm se aberto à visão continuísta, nas décadas finais do século XX e início do século XXI, seja nos Estados Unidos, seja no Brasil[15].

ReferênciasEditar

  1. «Teologia Pentecostal: Cessacionsimo e Continuísmo». Consultado em 21 de Jun. de 2016 
  2. «Cessacionsimo e Continuísmo». Consultado em 21 de Jun. de 2016 
  3. «Monergismo:Cessacionsimo, Continuísmo e Carismáticos». Consultado em 21 de Jun. de 2016 
  4. «Ano Domini: Cessacionsimo e Continuísmo». Consultado em 21 de Jun. de 2016 
  5. Augustus Nicodemus Lopes; O culto espiritual: Um Estudo em 1 Coríntios Sobre Questões Atuais e Diretrizes Bíblicas para o Culto Cristão. São Paulo: Cultura Cristã, 1999, pág 174 e 177
  6. Misael Batista do Nascimento, Cristão Frutífero, 3ª Edição, Outubro de 2004, pág 49
  7. «Reformers:Expositores do Continuísmo». Consultado em 21 de Jun. de 2016. Arquivado do original em 1 de julho de 2016 
  8. «CPAD: John Fuller MacArthur». Consultado em 21 de Jun. de 2016 
  9. «História da Igreja Presbiteriana Independente do Brasil: "Em 1993 o Supremo Concílio reconheceu a continuidade dos dons"». Consultado em 21 de Jun. de 2016 
  10. «Cessacionismo da Confissão de Fé de Westminster: Primeira Igreja Presbiteriana de Porto Velho». Consultado em 21 de Jun. de 2016 
  11. «História da Igreja Presbiteriana Conservadora». Consultado em 21 de Jun. de 2016. Arquivado do original em 9 de setembro de 2015 
  12. «Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil: Continuidade dos dons do Espírito Santo». Consultado em 21 de Jun. de 2016 
  13. «Convenção Batista Brasileira». Consultado em 21 de Jun. de 2016. Arquivado do original em 24 de setembro de 2011 
  14. «Ala Carismática na Convenção Batista Brasileira». Consultado em 21 de Jun. de 2016. Arquivado do original em 15 de março de 2016 
  15. «Cresce o número de tradicionais que creem nos dons espirituais». Consultado em 21 de Jun. de 2016